Perfil e consumo de suplementos nutricionais de praticantes de exercícios físicos em academias

Sônia Maria Borges Moretti, David Michel de Oliveira, Sérgio Arthur de Oliveira Campos, Marina Garcia Manochio, Daniel Santos

Resumo


Introdução: a prática de exercício físico em academias pela população adulta vem crescendo notoriamente; isso vem modificando os hábitos alimentares e aumentando o consumo de suplementos nutricionais para atingirem seus objetivos de forma eficiente e eficaz. Muitas vezes, esse consumo é realizado de forma indiscriminada, sem acompanhamento profissional, podendo levar a riscos à saúde. Objetivo: verificar o perfil de consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercício físico em academias. Métodos: estudo transversal realizado em 15 academias selecionadas aleatoriamente. A amostra foi composta por 302 participantes adultos de ambos os sexos de diversas faixas etárias que concordaram em responder questionário semiestruturado incluindo dados sócio demográficos, hábitos frente ao exercício físico e consumo de suplementos nutricionais. Resultados: dos participantes, 70,5% são do sexo masculino até 30 anos, 58% do total apresentaram nível educacional superior. Ao verificar o comportamento frente ao exercício físico, 46% exercitam-se com objetivo de alcançar hipertrofia muscular, 78% de ambos os sexos realizam musculação, 53% realizam exercícios na maioria dos dias da semana e 56% com duração de uma hora e meia por sessão. 58,5% da amostra faz uso de suplementos nutricionais, sendo os mais mencionados para aumentarem a massa muscular: 53,3% Whey Protein e 46,7% repositores energéticos. 70% realizam auto prescrição e 30% recorrem a nutricionistas ou demais profissionais de saúde. Conclusão: a população estudada é composta em sua maioria por homens adultos-jovens com nível superior que exercitam-se por razões estéticas; para tanto, realizam grande volume de exercícios físicos semanalmente e consomem suplementos nutricionais sem acompanhamento de nutricionista.

 

ABSTRACT 

Profile and consumption of nutritional supplements of physical exercise practitioners in gyms

Introduction: the habit of exercising in fitness centers has grown noticeably in the adult population. This behavior is changing eating habits and increasing the consumption of Dietary Supplements to achieve objectives efficiently and effectively, however often this consumption is done indiscriminately and without professional supervision, leading to health risks. Objective: verifying the profile and consumption of Dietary Supplements habits of adults who regularly exercise at fitness centers. Methods: cross-sectional study conducted in 15 randomly selected fitness centers. The sample consisted of 302 adult participants of both sexes of different age groups that agreed to answer a semi-structured questionnaire including sociodemographic data, physical exercise habits, and consumption of Dietary Supplements. Results: of the participants, 70.5% are males 30 years old or younger and 58% of the total had a college degree. When checking physical exercise behavior, 46% exercise in order to achieve muscle hypertrophy, 78% of both sexes train with weights, 53% performed exercises most days of the week, and 56% exercised for an hour and a half each session. 58.5% of the sample makes use of Dietary Supplements; the most commonly used for muscle mass increase were whey protein (53%) and energy stocks (46.7%). 70% self-prescribe and 30% visit a nutritionist or other health professionals. Conclusion: the study population is composed mostly of young-adult men with higher education who exercise for aesthetic reasons; therefore, they favor a large volume of exercises every week and use Dietary Supplements without monitoring from a nutritionist.


Palavras-chave


Perfil; Exercício físico; Consumo; Suplementos nutricionais; Academia

Texto completo:

PDF

Referências


-American College Sports Medicine. Position stand: appropriate physical activity intervention strategies for weight loss and prevention of weight regain for adults. Med Sci Sports Exerc. Vol. 41. Num. 2. 2009a. p. 459-471. Disponível em: . Acesso em: 12/12/2015.

-Ameircan College of Sports Medicine. Progression models in resistance training for healthy adults. Med Sci Sports Exerc. Vol. 41. Num. 3. 2009b. p. 687-708. Disponível em: . Acesso em: 8/12/2015.

-Andrade, L.A.; Braz, V.G.; Nunes, A.P.O.; Velutto, J.N.; Mendes, R.R. Consumo de suplementos alimentares por pacientes de uma clínica de nutrição esportiva de São Paulo. Rev Bras Cien. Mov. Vol. 20. Num. 3. 2012. p. 27-36.

-Conselho Federal de Nutricionistas. Regulamenta a prescrição dietética de suplementos nutricionais e pelo nutricionista e dá outras previdências. Resolução n. 390 de 22 de novembro de 2006. Disponível em: . Acesso em: 22/09/2015.

-Conselho Federal de Nutricionistas. Regulamenta a prescrição dietética de suplementos nutricionais e pelo nutricionista e dá outras previdências. Recomendação n. 004 de 21 de fevereiro de 2016. Disponível em: . Acesso em: 22/09/2016.

-Del Duca, F.G.; Nahas, M.V.; Hallal, P.C.; Peres, K.G. Atividades físicas no lazer entre adultos de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil: estudo populacional sobre as características das práticas e de seus praticantes. Ciênc. saúde coletiva. Vol. 19. Num. 11. 2014. p. 4595-4604.

-De Rose, E.H.; Feder, M.G.; Pedroso, P.R.; Guimarães, A.Z. Uso referido de medicamentos e suplementos alimentares nos atletas selecionados para controle de doping nos Jogos Sul-Americanos. Rev Bras Med Esporte. Vol. 12. Num. 5. 2006. p. 239-242.

-Espínola, H.H.F.; Costa, M.A.R.A.; Navarro, F. Consumo de suplementos por usuários de academias de ginástica da cidade de João Pessoa-PB. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num. 7. 2008. p. 1-10. Disponível em:

-Fernandes, C.; Gomes, J.M.; Navarro. F. Utilização de suplementos por praticantes de atividade física na cidade de São Paulo e região. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 13. 2009. p. 5-12. Disponível em:

-Filardo, R.D.; Leite, N. Perfil dos indivíduos que iniciam programas de exercícios em academias, quanto à composição corporal e aos objetivos em relação a faixa etária e sexo. Rev Bras Med Esporte. Vol. 7. Num. 2. 2001. p. 57-61.

-Hernandez, A.J.; Nahas, R.M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação da ação ergogênica e potenciais de risco para a saúde. Rev Bras Med Esporte. Vol. 15. Num 3. Suppl. 2009. p. 2-12.

-Lopes, F.G.; Mendes, L.L.; Binoti, M.L.; Oliveira, N.P.; Percegoni, N. Conhecimento sobre nutrição e consumo de suplementos em academias de ginástica de Juiz de Fora, Brasil. Rev Bras Med Esporte. Vol. 21. Num. 6. 2015. p. 451-456.

-Ministério da Saúde; Conselho Nacional de Saúde. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Resolução n. 196 de 10 de outubro de 1996. Brasília. 1996. Disponível em: . Acesso em: 12/07/2014.

-Moreira, F.P.; Rodrigues, K.L. Conhecimento nutricional e suplementação alimentar por praticantes de exercícios físicos. Rev Bras Med Esporte. Vol. 20. Num. 5. 2014. p. 370-373.

-Nogueira, F.R.S.; Souza, A.A.; Brito, A.F. Prevalência do uso e efeitos de recursos ergogênicos por praticantes de musculação nas academias brasileiras: uma revisão sistematizada. Rev Bras Ativ Fís Saúde. Vol. 18. Num. 1. 2013. p. 16-30.

-Oliveira, E.R.M.; Torres, Z.M.C.; Vieira, R.C.S. Importância dada aos nutricionistas na prática do exercício físico pelos praticantes de musculação em academias de Maceió-AL. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 2. Num. 11. 2008. p. 381-389. Disponível em:

-Pereira, J.M.O.; Cabral, P. Avaliação dos conhecimentos básicos sobre nutrição de praticantes de musculação em uma academia da cidade de Recife. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 1. Num. 1. 2007. p. 40-47. Disponível em:

-Santos, H.V.D.; Oliveira, C.C.P.; Freitas, A.K.C.; Navarro, A.C. Consumo de suplementos alimentares por praticantes de exercício físico em academias de bairros nobres da cidade do Recife. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Num. 40. 2013. p. 204-211. Disponível em:

-Santos, M.A.A.; Santos R.P. Uso de suplementos alimentares como forma de melhorar a performance nos programas de atividade física em academias de ginástica. Rev. paul. Educ. Física. Vol. 16. Num. 2. 2002. p. 174-185.

-Souza, R.; Ceni, G.C. Uso de suplementos alimentares e auto percepção corporal de praticantes de musculação em academias de Palmeira das Missões-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 43. 2014. p. 20-29. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui