Confiabilidade intra-avaliador e inter-avaliadores para as medidas de dobra cutânea em homens universitários

Aluizio Picanço de Oliveira Filho, Alex Lima de Brito, Albert da Silva Viana, Jose Rodrigo de Sousa de Lima Deniur, Ana Paula de Azevedo Albuquerque, Demilto Yamaguchida Pureza, Wollner Materko

Resumo


A proposta do presente estudo foi comparar a confiabilidade inter e intra-avaliadores das medidas das três dobras cutânea peitoral (DCP), abdômen (DCA) e coxa (DCC) em homens universitários. Tratou-se de uma amostra de 17 homens (18 a 41 anos) e praticante de atividade física. Todos os voluntários passaram por uma avaliação antropométrica e tomada das medidas das três dobras cutâneas por um único avaliador para estudar a confiabilidade intra-avaliador através da Anova por medidas repetitivas e o post hoc Bonferroni e por outro avaliador para estudar a confiabilidade inter-avaliadores pelo valor da média das três medidas para cada dobra cutânea pela análise de variância Anova one-way e o teste Post Hoc Tukey. Utilizou-se   = 0,05. Os resultados dos valores por  das dobras cutâneas obtida para um mesmo avaliador em três tentativas em DCP (12,0±1,7 mm, 12,0±1,6 mm e 11,9±1,6 mm), DCA (21,7±2,5 mm; 20,4±2,5 mm e 20,3±2,4 mm)  e DCC (15,0 ± 1,6 mm, 15,4 ± 1,7 mme 14,7±1,5 mm), não demostrando diferença significativa em todas as dobras cutâneas. Ao comparar os resultados diferença média entre os avaliadores de 1,2 mm, 1,4 mm e 0,4 mm, respectivamente, para DCP, DCA e DCC, não demonstrando diferenças significativas. Ao comparar os resultados das medidas das dobras cutâneas na avaliação intra-avaliador e inter-avaliadores pode observar alta correlação (r = 0,91-0,99, p < 0,01) para todas as dobras cutâneas. Conclui-se que os resultados do presente estudo mostraram uma confiabilidade intra-avaliador e inter-avaliadores nas medidas de dobras cutâneas em homens universitários.

 

ABSTRACT 

Intra and inter-rater reliability of skin fold measurements in university men

The purpose of the present study was to compare the intra and inter-rater reliability of skin fold thickness pectoral (STP), abdomen (STA) and thigh (STT) in university men. It was a sample of 17 men (18 until 41 years old) and physically active. All volunteers were submitted to an anthropometric evaluation and measurement of the three skin folds by a same evaluator to study the intra-rater reliability through Anova by repetitive measures and Bonferroni pos hoc test and the intra-rater reliability based in the value of the mean of the three measures for each skin fold by Anova one-way and the Tukey post hoc test. All tests assumed   = 0.05. The results of the skin fold values obtained for the same evaluator in three attempts in STP (12.0 ± 1.7 mm, 12.0 ± 1.6 mm and 11.9 ± 1.6 mm), STA (21 , 7 ± 2.5 mm, 20.4 ± 2.5 mm and 20.3 ± 2.4 mm) and STT (15.0 ± 1.6 mm, 15.4 ± 1.7 mm and 14.7 ± 1.5 mm), showing no significant difference in all skin folds. When comparing the results mean difference between the evaluators of 1.2 mm, 1.4 mm and 0.4 mm, respectively, for STP, STA and STT, no showing significant difference. In conclusion, the results in the comparison of skin fold measurements in the intra-rater and inter-rater evaluation, a high correlation (r = 0.91-0.99, p <0.01) could be observed for all skin folds. In conclusion, the results of the present study showed a good intra-rater reliability and inter-rater in the measurements of skin folds in university men.


Palavras-chave


Inter-avaliador; Dobras cutâneas; Intra-avaliador; Confiabilidade

Texto completo:

PDF

Referências


-Azevedo, P.A.; Lopes, M.A.M.; Lima, S.M.T.; Cruz, K.J.C.; Rodrigues, G.P.; Carvalho, C.M.R.G. Percepção da imagem corporal e estado nutricional em acadêmicas de nutrição de uma universidade pública. Demetra: Alimentação, Nutrição & Saúde, Vol. 12. Num. 1. 2017. p. 193-206.

-Bland, J.M.; Altman, D.G. Statistic notes: Calculating correlation coefficients with repeated observations: correlation within subjects. BMJ (Clinical research ed.), London. Vol. 310. 1995. p. 446.

-Bottaro, M.F.; Heyward, V.H.; Bezerra, R.F.; Wagner, D.R. Skinfold method vs dual-energy x-ray absorptiometry to assess body composition in normal and obese women. Journal Exercise Physiology Online. Vol. 5. Num. 2. 2002. p. 11-18.

-Brooks, G.A.; Fahey, T.D.; White, T.P.; Baldwin, K.M. Exercise Physiology Human bioenergetics and its applications, London: Mayfield, 2000.

-Carlyon, R.G.; Bryant, R.W.; Gore, C.J.; Walker, R.E. Apparatus for precision calibration of skinfold calipers. American Journal of Human Biology: The Official Journal of the Human Biology Association. Vol. 10. Num. 6. 1998. p. 689-697.

-Carvalho, A.S.; Alves, T.C.; Abdalla, P.P.; Venturini, A.C.R.; Leites, P.D.L.; Machado, D.R.L. Composição corporal funcional: breve revisão. Caderno de Educação Física e Esporte. Vol. 16. Num. 1. 2016. p. 1-12.

-Cordeiro, E.M.; Miritiba, L.M.; da Silva, A.E.; da Conceição, M.M.; de Oliveira, J.C.; Ennes, M.G.; de Figueiredo, T.C. Comparação entre diferentes adipômetros na medida da espessura de dobras cutâneas em crianças e adolescentes do gênero masculino. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 10. Num. 62. 2016. p. 767-772. Disponível em:

-Ferreira, J.C.; Patino, C.M. O que realmente significa o valor-p?. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Vol. 41. Num. 5. 2015. p. 485-485.

-Glaner, M.F. Composição corporal em diferentes períodos do ciclo menstrual e validade das técnicas antropométrica e de impedância bioelétrica. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 15. Num. 1. 2017. p. 5-16.

-Guedes, D.P. Procedimentos clínicos utilizados para análise da composição corporal. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 15. Num. 1. 2013. p. 113-129.

-Guedes, D.P.; Sampedro, R.M.F. Considerações sobre a avaliação da gordura corporal através da determinação dos valores de densidade corporal e da espessura de dobras cutâneas. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. Vol. 6. Num. 3. 2004. p. 160-171.

-Hart, P.D.; Wilkie, M.E.; Edwards, A.; Cunningham, J. Dual energy X-ray absorptiometry versus skinfold measurements in the assessment of total body fat in renal transplant recipients. European Journal of Clinical Nutrition. Vol. 47. Num. 5. 1993. p. 347-352.

-Haskell, W.L.; Lee, I.M.; Pate, R.R.; Powell, K.E.; Blair, S.N.; Franklin, B.A.; Macera, C.A.; Heath, G.W.; Thompson, P.D.; Bauman, A. Physical activity and public health: updated recommendation for adults from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association. Circulation. Vol. 116. Num. 9. 2007. p. 1423-1434.

-Heyward, V. ASEP methods recommendation: body composition assessment. Journal Exercise Physiology Online. Vol. 4. Num. 4. 2001. p. 1-12.

-Jackson, A.S.; Pollock, M.L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition. Vol. 40. Num. 3. 1978. p. 497-504.

-Leite, S.P.; Souza Gomes, L.P.; Santos Lemos, C.F.; Lessa, K.M.R.; Lucena Pedral, R.; Brandão, P.P. Métodos de obtenção de dados antropométricos confiáveis. Caderno de Graduação-Ciências Biológicas e da Saúde-UNIT. Vol. 3. Num. 1. 2015. p. 87-100.

-Machado, A.F. Dobras cutâneas: localização e procedimentos. Motricidade. Vol. 4. Num. 2, 2008. p. 41-45.

-Marfell-jones, M.J.; Stewart, A.D.; de Ridder, J.H. International standards for anthropometric assessment. 2012.

-Margoti, T. Comparação de resultado entre as equações de composição corporal de Jackson & Pollock de três e sete dobras cutâneas. Fitness & Performance Journal. Vol. 8. Num. 3. 2009. p. 191-198.

-Materko, W. Comparação do resultado da gordura corporal relativa utilizando as equações de Jackson & Pollock entre três e sete dobras cutâneas em mulheres frequentadoras de academia de ginástica. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 11. Num. 71. 2017. p. 1006-1012. Disponível em:

-Materko, W. Santos, E.L. Comportamento da força muscular e o ciclo circalunar. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 9. Num. 52. 2015. p. 159-165. Disponível em:

-Materko, W, Santos, E.L. Predição e validação da gordura corporal relativa baseada em características antropométricas de adultos frequentadores de academia de ginástica. Arquivos em Movimento. Vol. 6. Núm. 1. 2010. p. 91-106.

-Mello, M.F.; Rocha, R.E.R. Concordância na predição da composição corporal de universitários entre diferentes métodos de avaliação. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 328-336. Disponível em:

-Mirwald, R.L.; Baxter-Jones, A.D.; Bailey, D.A.; Beunen, G.P. An assessment of maturity from anthropometric measurements. Medicine & Science in Sports & Exercise. Vol. 34. Num. 4. 2002. p. 689-694.

-Neves, E.B.; Ripka, W.L.; Ulbricht, L.; Stadnik, A.M.W. Comparison of the fat percentage obtained by bioimpedance, ultrasound and skinfolds in young adults. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 19. Num. 5. 2013. p. 323-327.

-Oliveira, D.M.K.; Pineda, M. Variabilidade intra-avaliador avaliador e inter-avaliadores de medidas antropométricas. Acta Scientiarum. Health Sciences. Vol. 29. Num. 1. 2007. p. 1-5.

-Perini, T.A.; Oliveira, G.L.D.; Ornellas, J.D.S.; Oliveira, F.P.D. Cálculo do erro técnico de medição em antropometria. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 11. Num. 1. 2005. p. 81-85.

-Rezende, F.; Rosado, L.; Franceschinni, S.; Rosado, G.; Ribeiro, R.; Bouzas M.J.C. Revisão crítica dos métodos disponíveis para avaliar a composição corporal em grandes estudos populacionais e clínicos. Archivos Latinoamericanos de Nutricion. Vol. 57. Num. 4. 2007. p. 327-334.

-Rodrigues, M.N.; Silva S.C.D.; Monteiro, W.D.; Farinatti, P.D.T.V. Estimativa da gordura corporal através de equipamentos de bioimpedância, dobras cutâneas e pesagem hidrostática. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 7, Num. 4, 2001. p. 125-131.

-Sichieri, R.; Fonseca, V.M.; Lopes, C.S. Como medir a confiabilidade de dobras cutâneas. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol. 2. Num. 1-2. 1999. p. 82-89.

-Silva, D.A.S.; Pelegrini, A.; Pires-Neto, C.S.; Vieira, M.F.S.; Petroski, E.L. O antropometrista na busca de dados mais confiáveis. Revista Brasileira de Cineantropometria Desempenho Humano. Vol. 13. Num. 1. 2011. p. 82-85.

-Vimieiro-Gomes, A.C.; Rodrigues, L.O.C. Avaliação do estado de hidratação dos atletas, estresse térmico do ambiente e custo calórico do exercício durante sessões de treinamento em voleibol de alto nível. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 15. Num. 2. 2017. p. 201-211.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui