Confiabilidade intra-avaliador e inter-avaliadores para as medidas de dobra cutânea em homens universitários

  • Aluizio Picanço de Oliveira Filho Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Alex Lima de Brito Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Albert da Silva Viana Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Jose Rodrigo de Sousa de Lima Deniur Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Ana Paula de Azevedo Albuquerque Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Demilto Yamaguchida Pureza Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil
  • Wollner Materko Laboratório de Biodinâmica do Movimento Humano, Escola de Educação Fí­sica, Universidade Federal do Amapá (UNIFAP), Macapá-AP, Brasil. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Palavras-chave: Inter-avaliador, Dobras cutâneas, Intra-avaliador, Confiabilidade

Resumo

A proposta do presente estudo foi comparar a confiabilidade inter e intra-avaliadores das medidas das três dobras cutânea peitoral (DCP), abdômen (DCA) e coxa (DCC) em homens universitários. Tratou-se de uma amostra de 17 homens (18 a 41 anos) e praticante de atividade fí­sica. Todos os voluntários passaram por uma avaliação antropométrica e tomada das medidas das três dobras cutâneas por um único avaliador para estudar a confiabilidade intra-avaliador através da Anova por medidas repetitivas e o post hoc Bonferroni e por outro avaliador para estudar a confiabilidade inter-avaliadores pelo valor da média das três medidas para cada dobra cutânea pela análise de variância Anova one-way e o teste Post Hoc Tukey. Utilizou-se = 0,05. Os resultados dos valores por das dobras cutâneas obtida para um mesmo avaliador em três tentativas em DCP (12,0±1,7 mm, 12,0±1,6 mm e 11,9±1,6 mm), DCA (21,7±2,5 mm; 20,4±2,5 mm e 20,3±2,4 mm) e DCC (15,0 ± 1,6 mm, 15,4 ± 1,7 mme 14,7±1,5 mm), não demostrando diferença significativa em todas as dobras cutâneas. Ao comparar os resultados pelas diferença média entre os avaliadores de 1,2 mm, 1,4 mm e 0,4 mm, respectivamente, para DCP, DCA e DCC, não demonstrando diferenças significativas. Ao comparar os resultados das medidas das dobras cutâneas na avaliação intra-avaliador e inter-avaliadores pode observar alta correlação (r = 0,91-0,99, p < 0,01) para todas as dobras cutâneas. Conclui-se que os resultados do presente estudo mostraram uma confiabilidade intra-avaliador e inter-avaliadores nas medidas de dobras cutâneas em homens universitários.

Referências

-Azevedo, P.A.; Lopes, M.A.M.; Lima, S.M.T.; Cruz, K.J.C.; Rodrigues, G.P.; Carvalho, C.M.R.G. Percepção da imagem corporal e estado nutricional em acadêmicas de nutrição de uma universidade pública. Demetra: Alimentação, Nutrição & Saúde, Vol. 12. Num. 1. 2017. p. 193-206.

-Bland, J.M.; Altman, D.G. Statistic notes: Calculating correlation coefficients with repeated observations: correlation within subjects. BMJ (Clinical research ed.), London. Vol. 310. 1995. p. 446.

-Bottaro, M.F.; Heyward, V.H.; Bezerra, R.F.; Wagner, D.R. Skinfold method vs dual-energy x-ray absorptiometry to assess body composition in normal and obese women. Journal Exercise Physiology Online. Vol. 5. Num. 2. 2002. p. 11-18.

-Brooks, G.A.; Fahey, T.D.; White, T.P.; Baldwin, K.M. Exercise Physiology Human bioenergetics and its applications, London: Mayfield, 2000.

-Carlyon, R.G.; Bryant, R.W.; Gore, C.J.; Walker, R.E. Apparatus for precision calibration of skinfold calipers. American Journal of Human Biology: The Official Journal of the Human Biology Association. Vol. 10. Num. 6. 1998. p. 689-697.

-Carvalho, A.S.; Alves, T.C.; Abdalla, P.P.; Venturini, A.C.R.; Leites, P.D.L.; Machado, D.R.L. Composição corporal funcional: breve revisão. Caderno de Educação Física e Esporte. Vol. 16. Num. 1. 2016. p. 1-12.

-Cordeiro, E.M.; Miritiba, L.M.; da Silva, A.E.; da Conceição, M.M.; de Oliveira, J.C.; Ennes, M.G.; de Figueiredo, T.C. Comparação entre diferentes adipômetros na medida da espessura de dobras cutâneas em crianças e adolescentes do gênero masculino. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 10. Num. 62. 2016. p. 767-772. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1030>

-Ferreira, J.C.; Patino, C.M. O que realmente significa o valor-p?. Jornal Brasileiro de Pneumologia, Vol. 41. Num. 5. 2015. p. 485-485.

-Glaner, M.F. Composição corporal em diferentes períodos do ciclo menstrual e validade das técnicas antropométrica e de impedância bioelétrica. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 15. Num. 1. 2017. p. 5-16.

-Guedes, D.P. Procedimentos clínicos utilizados para análise da composição corporal. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 15. Num. 1. 2013. p. 113-129.

-Guedes, D.P.; Sampedro, R.M.F. Considerações sobre a avaliação da gordura corporal através da determinação dos valores de densidade corporal e da espessura de dobras cutâneas. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. Vol. 6. Num. 3. 2004. p. 160-171.

-Hart, P.D.; Wilkie, M.E.; Edwards, A.; Cunningham, J. Dual energy X-ray absorptiometry versus skinfold measurements in the assessment of total body fat in renal transplant recipients. European Journal of Clinical Nutrition. Vol. 47. Num. 5. 1993. p. 347-352.

-Haskell, W.L.; Lee, I.M.; Pate, R.R.; Powell, K.E.; Blair, S.N.; Franklin, B.A.; Macera, C.A.; Heath, G.W.; Thompson, P.D.; Bauman, A. Physical activity and public health: updated recommendation for adults from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association. Circulation. Vol. 116. Num. 9. 2007. p. 1423-1434.

-Heyward, V. ASEP methods recommendation: body composition assessment. Journal Exercise Physiology Online. Vol. 4. Num. 4. 2001. p. 1-12.

-Jackson, A.S.; Pollock, M.L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition. Vol. 40. Num. 3. 1978. p. 497-504.

-Leite, S.P.; Souza Gomes, L.P.; Santos Lemos, C.F.; Lessa, K.M.R.; Lucena Pedral, R.; Brandão, P.P. Métodos de obtenção de dados antropométricos confiáveis. Caderno de Graduação-Ciências Biológicas e da Saúde-UNIT. Vol. 3. Num. 1. 2015. p. 87-100.

-Machado, A.F. Dobras cutâneas: localização e procedimentos. Motricidade. Vol. 4. Num. 2, 2008. p. 41-45.

-Marfell-jones, M.J.; Stewart, A.D.; de Ridder, J.H. International standards for anthropometric assessment. 2012.

-Margoti, T. Comparação de resultado entre as equações de composição corporal de Jackson & Pollock de três e sete dobras cutâneas. Fitness & Performance Journal. Vol. 8. Num. 3. 2009. p. 191-198.

-Materko, W. Comparação do resultado da gordura corporal relativa utilizando as equações de Jackson & Pollock entre três e sete dobras cutâneas em mulheres frequentadoras de academia de ginástica. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 11. Num. 71. 2017. p. 1006-1012. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/1335>

-Materko, W. Santos, E.L. Comportamento da força muscular e o ciclo circalunar. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 9. Num. 52. 2015. p. 159-165. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/747>

-Materko, W, Santos, E.L. Predição e validação da gordura corporal relativa baseada em características antropométricas de adultos frequentadores de academia de ginástica. Arquivos em Movimento. Vol. 6. Núm. 1. 2010. p. 91-106.

-Mello, M.F.; Rocha, R.E.R. Concordância na predição da composição corporal de universitários entre diferentes métodos de avaliação. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 328-336. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/837>

-Mirwald, R.L.; Baxter-Jones, A.D.; Bailey, D.A.; Beunen, G.P. An assessment of maturity from anthropometric measurements. Medicine & Science in Sports & Exercise. Vol. 34. Num. 4. 2002. p. 689-694.

-Neves, E.B.; Ripka, W.L.; Ulbricht, L.; Stadnik, A.M.W. Comparison of the fat percentage obtained by bioimpedance, ultrasound and skinfolds in young adults. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 19. Num. 5. 2013. p. 323-327.

-Oliveira, D.M.K.; Pineda, M. Variabilidade intra-avaliador avaliador e inter-avaliadores de medidas antropométricas. Acta Scientiarum. Health Sciences. Vol. 29. Num. 1. 2007. p. 1-5.

-Perini, T.A.; Oliveira, G.L.D.; Ornellas, J.D.S.; Oliveira, F.P.D. Cálculo do erro técnico de medição em antropometria. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 11. Num. 1. 2005. p. 81-85.

-Rezende, F.; Rosado, L.; Franceschinni, S.; Rosado, G.; Ribeiro, R.; Bouzas M.J.C. Revisão crítica dos métodos disponíveis para avaliar a composição corporal em grandes estudos populacionais e clínicos. Archivos Latinoamericanos de Nutricion. Vol. 57. Num. 4. 2007. p. 327-334.

-Rodrigues, M.N.; Silva S.C.D.; Monteiro, W.D.; Farinatti, P.D.T.V. Estimativa da gordura corporal através de equipamentos de bioimpedância, dobras cutâneas e pesagem hidrostática. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 7, Num. 4, 2001. p. 125-131.

-Sichieri, R.; Fonseca, V.M.; Lopes, C.S. Como medir a confiabilidade de dobras cutâneas. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol. 2. Num. 1-2. 1999. p. 82-89.

-Silva, D.A.S.; Pelegrini, A.; Pires-Neto, C.S.; Vieira, M.F.S.; Petroski, E.L. O antropometrista na busca de dados mais confiáveis. Revista Brasileira de Cineantropometria Desempenho Humano. Vol. 13. Num. 1. 2011. p. 82-85.

-Vimieiro-Gomes, A.C.; Rodrigues, L.O.C. Avaliação do estado de hidratação dos atletas, estresse térmico do ambiente e custo calórico do exercício durante sessões de treinamento em voleibol de alto nível. Revista Paulista de Educação Física. Vol. 15. Num. 2. 2017. p. 201-211.

Publicado
2019-01-13
Como Citar
de Oliveira Filho, A. P., de Brito, A. L., Viana, A. da S., Deniur, J. R. de S. de L., Albuquerque, A. P. de A., Pureza, D. Y., & Materko, W. (2019). Confiabilidade intra-avaliador e inter-avaliadores para as medidas de dobra cutânea em homens universitários. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 12(76), 1079-1085. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1210
Seção
Artigos Científicos - Original