Alteração da percepção corporal e prevalência de transtornos alimentares em desportistas

Ellen Luíse Vaghetti Hoerlle, Kamila Duarte Braga, Tamires Rizzi, Carla Alberici Pastore, Alessandra Doumid Borges Pretto

Resumo


Introdução e objetivo: A busca pelo corpo ideal está atrelada à insatisfação com o corpo atual e tem gerado consequências irreversíveis à saúde da população. A prevalência dos transtornos alimentares, é de cerca de 1% da população, sendo os desportistas bem predispostos a apresentar alteração da imagem corporal. Este estudo objetivou observar a alteração da imagem corporal e prevalência de transtornos alimentares em desportistas do município de Pelotas-RS. Materiais e métodos: Estudo transversal e descritivo com desportistas, que responderam questionários de forma corporal, de comportamento alimentar e de percepção de imagem corporal, além da aferição das medidas antropométricas. As análises estatísticas foram realizadas no Stata®, com nível de significância de 5% (p<0,05). O estudo foi aprovado no Comitê de Ética da Universidade Federal de Pelotas, sob parecer nº 84303618.7.0000.5316. Resultados: Dos 139 desportistas, a maioria (65,47%) é do sexo feminino, com idade entre 18 a 59 anos e eutrófico (57,55%).  Cerca de 20,14% possui distorção da percepção da imagem corporal e 30,22% alteração alimentar patológica. Discussão e Conclusão: Os desportistas da amostra apresentaram maior predisposição ao desenvolvimento de transtornos alimentares e distorção da imagem corporal, sendo mais prevalente nos indivíduos do sexo feminino. É imprescindível a presença do nutricionista nas academias, orientando sobre escolhas alimentares, e auxiliando no ganho e perda de massa de forma saudável.

 

ABSTRACT 

Alteration of body perception and prevalence of food disorders in sports of municipality of Pelotas-RS

Introduction and objective: The search for the ideal body is linked to dissatisfaction with the current body and has generated irreversible consequences for the health of the population. The prevalence of eating disorders is about 1% of the population, and sportsmen are very predisposed since they may have altered body image. This study aimed to observe the alteration of body image and prevalence of eating disorders in athletes in the city of Pelotas-RS. Materials and Methods: A Sectional descriptive study with athletes, who answered questionnaires in bodily form, feeding behavior and perception of body image, in addition to the measurement of anthropometric measures. Statistical analyzes were performed in Stata®, with a significance level of 5% (p<0.05). The study was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Pelotas, under opinion nº 84303618.7.0000.5316. Results: Of the 139 athletes, the majority (65.47%) is female, aged between 18 to 59 years and eutrophic (57.55%). Approximately 20.14% has distorted the perception of body image and 30.22% pathologic alterations. Discussion and Conclusion: The sportspeople of the sample showed a greater predisposition to the development of eating disorders and distortion of the body image, being more prevalent in the female subjects. It is essential the presence of the nutritionist in the academies, guiding about food choices, and assisting in gain and loss of mass in a healthy way.


Palavras-chave


Imagem corporal; Transtorno alimentar; Atividade física

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, L. L. B.; Baptista, T. J. R. Análise da Imagem Corporal de Praticantes de Atividades Físicas em um Centro de Práticas Corporais. Pensar a Prática. Vol. 19. Num. 3. 2016.

-Bighetti, F.A. Tradução e validação do Eating Attitudes Test (EAT-26) em adolescentes do sexo feminino na cidade de Ribeirão Preto. Dissertação de Mestrado em Enfermagem em Saúde Pública. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto. 2003.

-Castro, V. H. A. P.; Nom, C. Corpo e beleza: como anda a saúde na busca pela perfeição estética. Revista Eletrônica de Educação e Ciência. Vol. 4. Num. 1. p. 37-42. 2014.

-Chinarelli, J. T.; Gravena, A. A. F. Insatisfação corporal e comportamento alimentar em frequentadores de academia. Revista Saúde e Pesquisa. Vol. 5. Num. 2. p. 280-287. 2012.

-Cooper, P. J.; Taylor, M. J.; Cooper, Z.; Fairbum, C. G. The development and validation of the body shape questionnaire. International Journal Eating Disorders. Vol. 6. p. 485-494. 1987.

-Costa, A. C. P.; Torre, M. C. M. D.; Alvarenga, M. S. Atitudes em relação ao exercício e insatisfação com a imagem corporal de frequentadores de academia. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 29. Num. 3. p. 453-464. 2015.

-Daros, K.; Cassol, É. S. Z.; Confortin, F. G. Transtornos alimentares e imagem corporal de mulheres praticantes de atividade física em academias do município de Chapecó-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Num. 36. p. 10 2012. Disponível em:

-Fernandes, A. C. C. F.; Silva, A. L. S.; Medeiros, K. F.; Queiroz, N.; Melo, L. M. M. Avaliação da auto-imagem corporal e o comportamento alimentar de mulheres. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 11. Num. 63. p. 252-258. 2017. Disponível em:

-Fontela, P. C.; Winkelmann, E. R.; Viecili, P. R. N. Study of conicity index, body mass index and waist circumference as predictors of coronary artery disease. Revista Portuguesa de Cardiologia. Vol. 36. Num. 5. p. 357-364. 2017.

-Godoy-Matos, A. F.; Oliveira, J.; Guedes, E. P.; Carraro, L.; Lopes, A. C.; Mancini, M. C.; Mombach, K. Diretrizes brasileiras de obesidade 2009/2010. Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO). 2009.

-Pereira Junior, M.; Campos Junior, W.; Silveira, F. V. Percepção e distorção da autoimagem corporal em praticantes de exercício físico: a importância do exercício físico na imagem corporal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Num. 43. p. 345-352. 2013. Disponível em:

-Santos, A. P. R.; Silva, F. J.; Romanholo, R. A. Distúrbios de imagem corporal e sua associação ao nível de atividade física em praticantes de musculação na cidade de Cacoal-RO. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 5. Num. 25. 2012. Disponível em:

-Silva, J. S.; Baratto, I. Análise da percepção, satisfação corporal e conhecimento nutricional entre mulheres praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 46. p. 6. 2014. Disponível em:

-Slater, A.; Tiggemann, M. Gender differences in adolescent sport participation, teasing, self-objectification and body image concerns. Journal of Adolescence. Vol. 34. Num. 3. 2011. p. 455-463.

-Staudt, F. S.; De Mattos, K. M. Circunferência da cintura e risco cardiovascular: um estudo em acadêmicos da área da saúde. Disciplinarum Scientia – série: Ciências da Saúde. Vol. 12. Num. 1. p. 93-102. 2011.

-Stunkard, A. J.; Sorensen, T.I.; Hanis, C.; Teasdale T.W.; Chakraborty, R.; Shull, W.J.; Schulsinger, F. An adoption study of human obesity. New England Journal of Medicine. Vol. 314. Num. 4. p. 193-198. 1986.

-Swanson, S. A.; Crow, S. J.; Le Grange, D.; Swendsen, J.; Merikangas, K. R. Prevalence and correlates of eating disorders in adolescentes. Arch Gen Psychiatry. Vol. 68. Num. 7. p. 714-723. 2011.

-World Health Organization. Physical status: the use and interpretation of antrophometry. Report of a WHO Expert Committee. p.460. Geneva. 1995.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui