Perfil antropométrico de bailarinos clássicos profissionais de uma escola de dança

Susana Martins de Sousa, Larissa Barbosa da Silva, Laura Luiza Martins Filmari

Resumo


O ballet clássico é uma dança base para todas as outras, onde o principal instrumento utilizado pelo bailarino é o seu próprio corpo. Há constante busca por uma imagem corporal bem específica, que supervaloriza a estética. Este estudo avaliou a composição corporal e o estado nutricional de bailarinos clássicos profissionais. Participaram 30 indivíduos entre 12 e 32 anos, de ambos os sexos, de uma escola pública de dança, da cidade de Goiânia (GO). Foram aferidos peso, altura, circunferências e dobras cutâneas. A mediana do IMC para o sexo feminino foi maior que a do sexo masculino. Verificou-se predomínio de eutrofia entre adolescentes e adultos para ambos os sexos, quando avaliado o estado nutricional pelo IMC. A maioria dos adolescentes foram classificados com percentual de gordura corporal (%GC) baixo em ambos sexos. Na população adulta, a maioria dos homens foram classificados com %GC muito baixo. Logo, os bailarinos devem ser orientados acerca de sua alimentação, para que alcance os objetivos estéticos proposto pelo ballet clássico, porém sem prejuízos à saúde. Novos estudos devem ser realizados com foco no perfil antropométrico, para maiores comparações e comprovações científicas.

 

ABSTRACT 

Anthropometric profile of classical dancers professional of a school of dance

The Classic ballet is a dance that works as a base for all kind of dances, and the principal object used by the dancers is their own body. There is a constant search for a corporal specific image that overestimates the aesthetics. This study evaluated the body compositivos and the nutritional status of professional classic dancers. Volunteered 30 male and famale individuals between 12 and 32 years, all of them are from a public dance school from Goiania (GO). Was measured weight, height, circumferences and skinfolds. The median of BMI for the female was bigger Than the male. Was checked the predominance of eutrophy bettween male and female teenages and adults, when the nutricional status was evaluated by the BMI. The majoriy of teenages was classified with a low body fat percentage (BFP %) between male and female. In the adults sample, the men majority was classiefd with a very low BFP %. Therefore, the dancers must be oriented about their eating, só that they can get the aesthetics purposes proposed by the classic ballet, but with no kind of healthy prejudice. Our studies should be performed focusing in the athropometric profile, for furriel comparations and cientifc evidence.


Palavras-chave


Bailarinos; IMC; Percentual de gordura; Alimentação

Texto completo:

PDF

Referências


-AngioI, M.; Mmetsios, G.; Kouredakis, Y. W., MA. Fitness in contemporary dance: a systematic review. Int J Sports Med. Vol. 131. Num. 7. 2009. p.475-484.

-Bianchini, L.; Brandão, A.; Liberali, R.; Navarro, F. Análise da Diferença nas Circunfêrencias de Membros Inferiores e Superiores de Atletas de Voleibol de Praia do Estado de Santa Catarina. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. São Paulo. Vol. 5. Num. 30. 2011. p. 548-553. Disponível em: <>

-Brasil. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466/12. Trata de pesquisas em seres humanos e atualiza a resolução 196. Diário Oficial da União. 12 dez. 2012.

-Callaway, C.W; Chumlea, W.C; Bouchard, C; Himes, J.H; Lohman, T.G; Martin, A.D; Mitchel, L.C.D; Mueller, W.H; Roche, A.F; Seefeldt, V.D. Circunferences. IN Lohman, T.G; Roche, A.F; Martorell, R. Antropometric Standardization Reference Manual. Illinois: Human Kinetics Books. 1988.

-Dourado, C.P; Santos, J.L; Soares, B.M; Baratto, I; Santos, E.F; Bonnemann, G.D. Perfil Nutricional de Adolescentes Praticantes de Balé Clássico do Município de Guarapuava/Paraná. São Paulo. Vol. 6. Num. 35. 2012. p. 398-406.

-Gordon, C.C; Chumlea, W.C; Roche, A.F. Stature, recumbent length, and weight. IN Lohman, T.G; Roche, A.F; Martorell, R. Antropometric Standardization Reference Manual. Illinois: Human Kinetics Books. 1988.

-Guedes, D.P. Manual Prático para avaliação em educação física. Barueri: Manole, 2006.

-Harrison, G.G.; Buskirk, E.R.; Carter, J.E.L.; Johnston, F.E.; Lohman, T.G.; Pollock, M.L.; e colaboradores. Skinfold thicknesses and measurements technique. In: Lohman, T.G; Roche, A.F; Martorell, R. Anthropometric standardizing reference manual. Champaign (Illinois): Human Kinetics Books. 1991.

-Hidayah, G. N.; Bariah, A. H. Eating attitude, body image, body composition and dieting behaviour among dancers. Asian Journal of Clinical Nutrition. Islamabad. Vol. 3. Num. 3. 2011. p. 92-102.

-Jackson, A.S.; Pollock, M.L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition. Cambridge. Vol. 40. Num. 1. 1978. p. 497-504.

-Kuawae, C.A.; Silva, M.S. Hábito Alimentar e Composição Corporal de bailarinos contemporâneos e do Balé Clássico. Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. 2007.

-Ministério da Saúde. Protocolos do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional – SISVAN na assistência à saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

-Moura, U.I.S; Mendes, L.R; Silva, I.P.O; Ângelo, R.C.O; Schwingel, P.A. Consumo Alimentar, Perfil Antropométrico e Imagem Corporal de Bailarinas Clássicas do Vale do São Francisco. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 5. 2015. p. 237-246. Disponível em: <>

-Paulino, B.C; P.; Navarro, A.C. Avaliação do Consumo Calórico e Distribuição de Macronutrientes na Alimentação Habitual de Bailarinos da Cia de Dança Sesiminas em Relação às suas Necessidades Nutricionais. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 8. Num. 47. 2014. p. 336-342. Disponível em: <>

-Ribeiro, L.G; Veiga, G.V. Imagem Corporal e Comportamentos de Risco para Transtornos Alimentares em Bailarinos Profissionais. Rev Bras Med Esporte. São Paulo. Vol 16. Num 2. 2010. p.99-102.

-Rojas, E.M; Urrutia, A.R.G. Estado Nutricional de bailarinas de ballet clássico, área metropolitana de Costa Rica. Ver costrric salud pública. Vol. 18. Num. 33. 2008. p. 1-7.

-Santos, J.A.; Amorim, T. Desafios nutricionais de bailarinos profissionais. Revista Portuguesa de Ciências do Desporto. Porto. Vol. 14. Num. 1. 2014. p. 112-126.

-Siri, W.E. Body composition fron fluid spaces and density: analysis of methods. IN Brozek, J; Henschel, A Techniques for Measuing Body Composition Whashigton, DC: National Academy. Human Biology. Vol. 60. 1988. p. 223-224.

-Slaughter, M. H.; Lohman, T. G.; Boileau, R. A.; Horswill, C. A.; Stillman, R. J.; Vanloan, M. D.; e colaboradores. Skinfold equations for estimation of body fatness in children and youth. Human Biology. Vol. 60. 1988. p.709-723.

-Tirapegui, J.; Ribeiro, S.M.L.R. Avaliação nutricional: teoria e prática. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2009. p. 326.

-World Health Organization (WHO). Child Growth Standard. Geneva. WHO 2007. p. 217.

-World Health Organization (WHO). Obesity: preventing and managing the global epidemic. WHO Technical Report Series, Geneva. 1997. n. 894.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui