Elaboração e aceitabilidade por atletas e desportistas de iogurte de quefir adicionado de caseína

Juliana de Lara Castagoli, Caryna Eurich Mazur, Kélin Schwarz, Mariana Abe Vicente Cavagnari, Rafaely de Fátima Fernandes Almeida Vieira, Gabriela Datsch Bennemann

Resumo


Os grãos de quefir contêm microrganismos probióticos, responsáveis por benefícios à saúde humana. A caseína é uma proteína, caracterizada por absorção lenta pelo organismo, resultando em um mecanismo prolongado de liberação de aminoácidos. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi desenvolver formulações de iogurte de quefir enriquecido com caseína e testar aceitabilidade entre desportistas e atletas. Foram elaboradas três formulações a partir do iogurte de quefir: iogurte controle (F1), iogurte adicionado de 6% (F2) e 12% (F3) de caseína micelar e realizada análise sensorial. Os resultados foram analisados descritivamente. Participaram do teste de aceitabilidade 52 indivíduos. O produto elaborado, para ambas as três formulações obteve elevada aceitabilidade para a maior parte dos atributos avaliados (variando entre 75 a 85,26% de aceitação), exceto para textura, na formulação F3, que apresentou 72,86% de aceitabilidade. Desta forma, a adição de caseína no iogurte de quefir pode resultar em um produto com propriedades funcionais com potencial para comercialização.


Palavras-chave


Alimento funcional; Probiótico; Proteína; Análise sensorial; Lactose

Texto completo:

PDF

Referências


-Anthony, J.C.; Anthony, T.G.; Kimball, S.R.; Jefferson, L.S. Signaling pathways involved in translational control of protein synthesis in skeletal muscle by leucine. The Journal of Nutrition. Vol. 131. 2001. p. 856­860.

-ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução no 54. Dispõe sobre o Regulamento Técnico sobre Informação Nutricional Complementar. Diário Oficial da União 2012 nov. Disponível em:

-Araújo, J.A. Caseína e marcadores inflamatórios: revisão de literatura. Nutrição em Pauta 2013.

-Barbosa, C.M.S.; Morais, H.A.; Lopes, D.C.F.L.; Mansur, H.S.; Oliveira, M.C.; Silvestre, M.P.C. Microencapsulamento de hidrolisados de caseína em lipoesferas para mascarar o sabor amargo: avaliação físico-química e sensorial. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. São Paulo. Vol. 38. Num. 3. 2002. p. 361-370.

-Batista, M.A.; Gama, L.L.A.; Almeida, L.P.; Ornellas, C.B.D.; Santos, L.C.; Cruz, L.L.; et al. Desenvolvimento, caracterização e análise sensorial de formulações alimentares com proteínas do soro de leite ou albumina para crianças. Brazilian Journal of Food Technology. Campinas. Vol. 18. Num. 1. 2015. p. 31-41.

-Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Resolução n. 05 de 13 de novembro de 2000. Padrão de identidade e qualidade de leites fermentados. Diário Oficial, Brasília; 2007. Disponível em:

-Burd, N.A.; Yang, Y.; Moore, D.R.; Tang, J.E.; Tarnopolsky, M.A.; Phillips, S.M. Greater stimulation of myofibrillar protein synthesis with ingestion of whey protein isolate v. micellar casein at rest and after resistance exercise in elderly men. British Journal of Nutrition. Cambridge. Vol. 108. Num. 6. 2012. p. 958-962.

-Campbell, B.; Kreider, R.B.; Ziegenfuss, T.; Bounty, P.L.; Roberts, M.; Burke, D.; et al. International society of sports nutrition position stand: Protein and exercise. Journal of the International Society of Sports Nutrition. Vol. 4. Num. 8. 2007. p. 1-7.

-Carneiro, R.P. Desenvolvimento de uma cultura iniciadora para produção de kefir. Dissertação de Mestrado. UFMG. Minas Gerais. 2010.

-Carvalho, N.C. Efeito do método de produção de kefir na vida de prateleira e na infecção experimental com Salmonella Typhimurium em camundongos. Dissertação de Mestrado. UFMG. Belo Horizonte. 2011.

-Colussi, R.; Baldin, F.; Biduski, B.; Noello, C.; Hartmann, V.; Gutkoski, L.C. Aceitabilidade e estabilidade físico-química de barras de cerais elaboradas à base de aveia e linhaça dourada. Brazilian Journal of Food Technology. Campinas. Vol. 16. Num. 4. 2013. p. 292-300.

-Diniz, R.O.; Perazzo, F.F.; Carvalho, J.C.T.; Schneenedorf, J.M. Atividade antiinflamatória de quefir, um probiótico da medicina popular. Revista Brasileira de Farmacognosia. Vol. 13. 2003. p. 19-21.

-Dutcosky, S.D. Análise Sensorial de Alimentos. Curitiba. Champagnat. 2011.

-Gouveia, L.R.F.; Pereira, C.J.D. Produtos lácteos fermentados à base de soro de leite de ovino. Relatório de Mestrado. Instituto Politécnico de Coimbra Escola Superior Agrária. Coimbra. 2016.

-Guzel-Seydim, Z.B.; Kok-Tas, T.; Greene, A.K.; Seydim, A.C. Review: functional properties of kefir. Critical Reviews in Food Science and Nutrition. Vol. 51. Num. 3. 2011. p. 261-268.

-Hasler, C.M.; Bloch, A.S.; Thomson, C.A.; Enrione, E.; Manning, C. Position of the American Dietetic Association: Functional Foods. Journal of American Dietetic Association. Vol. 104. Num. 5. 2004. p. 814-826.

-Jäger, R.; Shields, K.A.; Lowery, R.P.; Souza, E.O.; Partl, J.M.; Hollmer, C.; et al. Probiotic Bacilluscoagulans GBI-30, 6086 reduces exercise-induced muscle damage and increases recovery. PeerJ. Vol. 4. Num. 7. 2016. p. 1-14.

-Leite, A.M.O.; Miguel, M.A.L.; Peixoto, R.S.; Rosado, A.S.; Silva, J.T.; Paschoalin, V.M.F. Microbiological, technological and therapeutic properties of kefir: a natural probiotic beverage. Brazilian Journal of Microbiology. Vol. 44. Num. 2. 2013. p. 341-349.

-Lopes, D.C.F.; Geraldi, L.M.; Afonso, W.D.O.; Ornellas, C.B.D.; Silva, M.R.; Campos, F.M.; et al. Development of a milk drink added of conjugated linoleic acid: use of a sensory evaluation. American Journal of Food Technology. Vol. 4. Num. 5. 2009. p. 210-217.

-Martins, A.R.; Burkert, C.A.V. Revisão: Galactooligossacarídeos (GOS) e seus efeitos prebióticos e bifidogênicos. Brazilian Journal of Food Technology. Campinas. Vol. 12. Num. 3. 2009. p. 230-240.

-Meilgaard, M.; Civille, G.V.; Carr, B.T. Sensory evaluation techniques. New York. CRC. 1999. p. 281.

-Moreira, R.W.M.; Madrona, G.S.; Branco, I.G.; Bergamasco, R.; Pereira, N.C. Avaliação sensorial e reológica de uma bebida achocolatada elaborada a partir de extrato hidrossolúvel de soja e soro de queijo. Acta Scientiarum Technology. Maringá. Vol. 32. Num. 4. 2010. p. 435-438.

-O´Brien, K.V.; Stewart, L.K.; Forney, L.A.; Aryana, K.J.; Prinyawiwatkul, W.; Boeneke, C.A. The effects of postexercise consumption of a kefir beverage on performance and recovery during intensive endurance training. Journal of Dairy Science. Vol. 98. Num. 11. 2015. p. 7446-7449.

-Otles, S.; Cadingi, O. Quefir: a probiotic dairy-composition, nutritional and therapeutic aspects. Pakistan Journal of Nutrition. Vol. 2. 2003. p. 54-59.

-Roman, J.A.; Sgarbieri, V.C. Obtenção e caracterização química e nutricional de diferentes concentrados de caseína. Revista de Nutrição. Campinas. Vol. 18. Num. 1. 2005. p. 75-83.

-Rodrigues, K.L.; Caputo, L.R.G.; Carvalho, J.C.T.; Evangelista, J.; Schneedorf, J.M. Antimicrobial and healing activity of kefir and kefiran extract. International Journal of Antimicrobial Agents. Vol. 25. Num. 5. 2005. p. 404-408.

-Santos, C.T.; Costa, A.R.; Fontan, G.C.R.; Fontan, R.C.I.; Bonomo, R.C.F. Influência da concentração de soro na aceitação sensorial de bebida láctea fermentada com polpa de manga. Alimentos e Nutrição. Araraquara. Vol. 19. Num. 1. 2008. p. 55-60.

-Sarkar, S. Potential of kefir as a dietetic beverage – a review. British Journal of Nutrition. Cambridge. Vol. 109. 2007. p. 280-290.

-Sarkar, S. Biotechnological innovations in kefir production: a review. British Food Journal. Cambridge. Vol. 110. 2008. p. 283-295.

-Sgarbieri, V.C. Propriedades fisiológicas-funcionais das proteínas do soro de leite. Revista de Nutrição. Campinas. Vol. 17. Num. 4. 2004. p. 397­409.

-Siqueira, A.M.O.; Machado, E.C.L.; Stamford, T.L.M. Bebidas lácteas com soro de queijo e frutas. Ciência Rural. Santa Maria. Vol. 43. Num. 9. 2013. p. 1693-1700.

-Tagliari, M. Influência de diferentes hidrocoloides no comportamento reológico de bebidas lácteas não fermentadas. Dissertação de Mestrado. Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia. São Caetano do Sul. 2011.

-Teixeira, E.; Meinert, E.; Barbeta, P.A. Análise sensorial dos alimentos. Florianópolis. UFSC; 1987, p.182.

-Tipton, K.D.; Elliott, T.A.; Cree, M.G.; Wolf, S.E.; Sanford, A.P.; Wolfe, R.R. Ingestion of casein and whey proteins result in muscle anabolism after resistance exercise. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol. 36. Num. 12. 2004. p. 2073-2081.

-Thamer, K.G.; Penna, A.L.B. Caracterização de bebidas lácteas funcionais fermentadas por probióticos e acrescidas de prebiótico. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Vol. 26. Num. 3. 2006. p. 589-595.

-Wilson, J.; Wilson, G. Contemporary issues in protein requirements and consumption for resistance trained athletes. Journal of the International Society of Sports Nutrition. Vol. 3. Num. 1. 2006. p. 727.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui