Há relação entre a composição corporal e a força de preensão palmar em atletas de Karatê de alto nível?

Driele Aparecida Ramos Cavalcanti, Bianca Amaral Kucharsky, Luciana Rossi

Resumo


Introdução: No Karatê os movimentos há predominância dos movimentos realizados por membros superiores a composição corporal, e principalmente o desenvolvimento muscular tem associação com geração de força e está com movimentos mais rápidos e explosivos, fatores determinantes em lutas competitivas. Objetivo: Analisar a relação entre composição corporal e força de preensão palmar em atletas de Karatê de alto rendimento. Métodos: Participaram desta pesquisa 21 atletas do sexo masculino de Karatê da modalidade de luta (kumitê), provenientes do Projeto São Paulo Olímpico da Federação Paulista de Karatê (FPK). Resultados: Os atletas apresentaram em média 24,5 (7,6) anos; 77,6 (9,6) kg; 25,3 (2,3) kg/m²; e percentual de gordura de 17,7 (3,5). A soma de força de preensão palmar (SFP) foi de 80,5 (12,2) kgf. Conclusão: Os resultados evidenciaram correlação (r=0,65) entre as variáveis propostas pelo estudo, evidenciando a importância do estudo de sua relação e aplicação no acompanhamento nutricional, físico e do rendimento com finalidade de proporcionar melhora no desempenho esportivo.


Palavras-chave


Artes marciais; Dinamômetro de força muscular; Composição corporal; Desempenho atlético

Texto completo:

PDF

Referências


-ACSM American College of Sports Medicine - ACSM. Manual para avaliação da aptidão física relacionada à saúde. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2006.

-Andreato, L.V.; Moraes, S.M.F.; Gomes, T.L.M.; Esteves, J.V.D.C.; Andreato, T.V.; Franchini, E. Estimated aerobic power, muscular strength and flexibility in elite Brazilian Jiu-Jitsu athletes. Science & Sports. Vol. 26. Núm. 6. p.329-337. 2011.

-Beneke, R.; Beyer, T.; Jachner, C.; Erasmus J.; Hütler, M. Energetics of karate kumite. European Journal of Applied Physiology. Vol. 92. Núm. 4-5. p.518-523. 2004. Disponível em: .

-Caporrino, F.A.; Faloppa, F.; Santos, J.B.G.; Réssio, C; Soares F.H.C.S; Nakachuma, L.R.; Segre, N.G. Estudo populacional da força de preensão palmar com dinamômetro Jam. Revista Brasileira de Ortopedia. Vol. 33. Núm. 33. p.150-154. 1998.

-Caputo, E.L.; Silva, M.C.; Rombaldi, A.J. Comparação entre diferentes protocolos de medida de força de preensão manual. Rev. Educ. Fís/uem. Vol. 25. Núm. 3. p.481-487. 2014.

-Deminice, R.; Rosa, F.T. Pregas cutâneas vs impedância bioelétrica na avaliação da composição corporal de atletas: uma revisão crítica. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum. Vol. 3 Núm. 11. p.334-340. 2008.

-De Lorenzo, A.; Bertini, I.; Iacopino, L.; Pagliato, E.; Testolin, C.; Testolin, G. Body composition measurement in highly traines male athletes: A comparison of three methods. J Sports Med Phys Fitness. Vol. 40. p.178-183. 2000.

-Francescato, M.P.; Talon, T.; Prampero, P.E. Energy cost and energy sources in karate. Eur J Appl Physiol. Vol. 71. p.355-361. 1995.

-Imamura H.; Yoshimura, Y.; Uchida, K.; Tanaka, A.; Nishimura, S.; Nakazawa, A.T. Heart Rate, Blood Lactate Responses and Ratings of Perceived Exertion to 1000 Punches and 1000 Kicks in Collegiate Karate Practitioners. Applied Human Science: Journal of Physiological Antropology. Vol. 1. Núm. 16. p. 9-13. 1996.

-Jackson, A.S.; Pollock, M.L. Generalized equation for predicting body density of men. Br J Nutr. Vol. 40. p.497-504. 1978.

-Lima, M.C.; Kubota, L.M.; Monteiro, C.B.M.; Baldan, C.S.; Pompeu, J.E. Força de preensão manual em atletas de judô. Rev Bras Med Esporte. Vol. 20. Núm. 3. p. 210-213. 2014

-Lohman, T.G.; Roche A.F.; Martoreli R. Anthropometric standardization reference manual. Illinois: Human Kinetics Books, 1992.

-Motulsky, H. Intuitive biostatistics. 1st ed. New York:Oxford University Press. 1995.

-Organização Mundial de Saúde- OMS. Obesidade: prevenindo e controlando a epidemia global. São Paulo. Roca. 2004.

-Reis, V.A.B.; Azevedo, C.O.E.; Rossi, L. Perfil antropométrico e taxa de sudorese no futebol juvenil. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum. Vol. 11. p. 134-141. 2009.

-Rossi, L. Antropometria. In: Rossi, L. Nutrição em academias: do Fitness ao Wellness. São Paulo. Roca. 2015.

-Rossi, L.; Tirapegui, J. Avaliação antropométrica de atletas de Karatê. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 3. Núm. 15. p.39-46. 2007.

-Rossi, L.; Caruso, L.; Galante, A.P. Avaliação nutricional: novas perspectivas. São Paulo. Roca. 2015.

-Rossi, L.; Tirapegui, J.; Castro, I.A. Restrição moderada de energia e dieta hiperprotéica promovem redução ponderal em atletas de elite do Karatê. R. bras. Ci e Mov. Vol. 12. Núm. 2. p. 69-73. 2004.

-Silva, B.V.C.; Júnior, M.M.; Lopes, C.R.; Mota, G.R. Brazilian jiu-jitsu: aspectos do desempenho. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 6. Núm. 31. p. 57-64. 2012.

-Schwartz, J.; Takito, M.Y.; Bullet, F.; Vecchio, F. Health-related physical fitness in martial arts and combat sports practitioners. Sport Sciences For Health. Vol. 11. Núm. 2. p.171-180. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui