Efeito de orientações nutricionais no perfil dietético e na composição corporal de jogadores profissional no período entre temporadas

  • Paula Simonini Gomes Soares Laboratório de Nutrição e Treinamento Esportivo (LAN), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte-MG, Brasil.
  • Rafael de Oliveira Ildefonso Laboratório de Nutrição e Treinamento Esportivo (LAN), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte-MG, Brasil.
  • Marcos Daniel M. Drummond Laboratório de Nutrição e Treinamento Esportivo (LAN), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte-MG, Brasil.
Palavras-chave: Futebol, Composição corporal, Estado nutricional, Avaliação nutricional

Resumo

Introdução: No período entre temporadas (férias), as demandas energéticas de atletas de futebol podem ser reduzidas, o que sem adequação na ingestão alimentar pode gerar alterações negativas na composição corporal. Neste período, orientações nutricionais podem ser eficazes para manter o perfil dietético e a composição corporal dos atletas. Objetivo: Investigar o efeito da orientação nutricional no perfil dietético e composição corporal de atletas de futebol no período entre temporadas. Materiais e Métodos: A amostra consistiu em 19 atletas profissionais de futebol (23,8±5,1 anos). As orientações foram fornecidas aos participantes antes do início das férias. Os atletas foram submetidos a avaliações nutricionais e antropométricas 48h antes e 48h após as férias. Para comparar os valores médios da ingestão dos macronutrientes (perfil dietético) e dos parâmetros da composição corporal (massa corporal total, massa magra, massa gorda e percentual de gordura), antes e depois das férias, foi utilizado o teste t pareado (p<0,05). Resultados: Não houve diferença estatisticamente significativa no perfil dietético. Entretanto, houve aumento estatisticamente significativo da massa corporal total (p=0,01), da massa gorda (p<0,001), do percentual de gordura (p<0,001) e redução da massa magra (p<0,01). Discussão: Orientações nutricionais podem ser eficazes para manutenção da adequação de ingestão dos macronutrientes, mas possivelmente não promovem ajustes na quantidade de ingestão de energia. Assim, podem ser necessárias prescrições de planos alimentares individuais. Conclusão: Orientações nutricionais podem promover a manutenção do perfil nutricional, mas podem ser ineficazes para a manutenção da composição corporal de atletas profissionais de futebol, no período entre temporadas.

Referências

-American College of Sports Medicine; American Dietetic Association; Dietitians of Canada. Joint Position Stand: Nutrition & Athletic Performance. Medicine & Science in Sports & Exercise. Vol. 32. Num. 12. p. 2130-2145. 2012.

-Carling, C.; Orhant, E. Variation in body composition in professional soccer players: interseasonal and intraseasonal changes and the effects of exposure time and player position. Journal of Strength and Conditioning Research. Vol. 24. Num.5. p.1332-1339. 2010.

-Carvalho, M.C.; Mezzomo, R.T.; Filho, L.L. Perfil nutricional de atletas de Futebol de categorias de base na pré-temporada e meio da temporada de um clube de Futebol Brasileiro da série A. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 73. p.659-667. 2018.

-Cohen, J. Statistical Power Analysis for The Behavioral Sciences. Hillsdale, NJ. Lawrence Earlbaum Associates. 2ª edição. 1988.

-Devlin, B.L.; Leveritt, M.D.; Kingsley, M.; Belski, R. Dietary intake, body composition and nutrition knowledge of Australian football and soccer players: Implications for sports nutrition professionals in practice. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism. Vol.27. Num.2. p.130-138. 2017.

-Dantas, E.H.M. A prática da preparação física. São Paulo. Roca. 6ª edição. 2014.

-Fonseca, P.H.S.; Marins, J.C.B.; Silva, A.T. Validação de equações antropométricas que estimam a densidade corporal em atletas profissionais de futebol. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol.13. Num. 3. p.153-156. 2007.

-Guerra, I.; Soares, E.; Burini, R. Nutritional aspects of competitive soccer. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol.7. Num.6. p.200-206. 2001.

-Guerra, I. Perfil dietético e uso de suplementos nutricionais entre jogadores profissionais de futebol dos Estados do Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Dissertação de Mestrado. Universidade de São Paulo. São Paulo. 2000.

-Guerra, I. Importância da alimentação e da hidratação do atleta. Revista Mineira de Educação Física. Vol. 12. Num. 2. p.159-173. 2004.

-Hirschbruch, M.D. Nutrição Esportiva. Manole. 3ª edição. p-31. 2014.

-Holanda, L.B.; Barros Filho, A.A. Métodos aplicados em inquéritos alimentares. Revista Paulista de Pediatria. Vol. 24. Num. 1. p. 62-70. 2006.

-Hoshikawa, Y.; Kanno, A.; Ikoma, T.; Muramatsu, M.; Iida, T.; Uchiyama, A.; Nakajima, Y. Off-season and pre-season changes in total and regional body composition in Japanese professional soccer league players. Science and Football V: The Proceedings of the Fifth World Congress on Sports Science and Football. Ed. Routledge. 2005.

-Isacamp-Nutri. Manual Fotográfico do Inquérito de Nutrição no Município de Campinas. 2014.

-Jackson, A.S.; Pollock M.L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition. Vol. 40. Num.3. p. 497-504. 1978.

-Joo, C.H. The effects of short term detraining and retraining on physical fitness in elite soccer players. Public Library of Science. Vol.13. Num.5. 2018.

-Lima, C.B.N.; Martins, M.E.F.; Leberali, R.; Navarro, F. Estado Nutricional e Composição Corporal de Jogadores de Futebol Profissional. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 18. p. 562-569. 2009.

-Little, T.; Williams, A. G. Suitability of soccer training drills for endurance training. Journal of Strength and Conditioning Research. Vol. 20. Num. 2. p. 316-319. 2006.

-Maughan, R.J.; Burke L.M. Nutrição Esportiva. Porto Alegre. Artmed. 1ª edição. 2004.

-Mujika, I.; Padilla, S. Detraining: Loss of training-induced physiological and performance adaptations. Part I: Short term insufficient training stimulus. Sports Medicine. Vol. 30. Num. 2. p. 79-87. 2000.

-Muller, C.M.; Alves, C. P.; Rostirolla, L.; Navarro, A. C.; Navarro, F. Avaliação do estado nutricional de jogadores de futebol. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num. 1. p. 30-39. 2007.

-Nikolaidis, P.T. Elevated body mass index and body fat percentage are associated with decreased physical fitness in soccer players aged 12-14 years. Asian Journal of Sports Medicine. Vol.3. Num.3. p. 168-174. 2012.

-Ostojic, S. Seasonal alterations in body composition and sprint performance of elite soccer players. Journal of Exercise Physiology Online. Vol.6. Num.3. p.11-14. 2003.

-Pinheiro, A.B.V.; e colaboradores. Tabela para avaliação de consumo alimentar em medidas caseiras. São Paulo. Atheneu. 4ª edição. 2002.

-Pinto, M.R.; Azevedo, V.B.E.; Navarro, F. Alterações da composição corporal de jogadores profissionais de futebol do Rio Preto Esporte Clube. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num.4. p.17-24. 2007.

-Prado, W.L.; Botero, J.P.; Guerra, R.L.F.; Rodrigues, C.L.; Cuvello, L.C.; Dâmaso, A.R. Anthropometric profile and macronutrient intake in professional Brazilian soccer players according to their field positioning. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 12. Num. 2. p. 61-65. 2006.

-Reilly, T.; Williams, A. Science and Soccer London. ENG: Routledge. 2003.

-Reilly, T.; Bangsbo, J.; Franks, A. Anthropometric and physiological predispositions for elite soccer. Journal of sports sciences. Vol. 18. Num. 9. p. 669-683. 2000.

-Requena, B.; García, I.; Suárez-Arrones, L.; Villarreal, E.S.; Orellana, J.N.; Santalla, A. Off-season effects on functional performance, body composition and blood parameters in top-level professional soccer players. The Journal of strength and conditioning research. Vol.31. p. 939-946. 2017.

-Rufino, L.L.N.S. Avaliação da ingestão de macronutrientes e perfil antropométrico em atletas profissionais brasileiros de futebol. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 7. Num. 37. p.51-56. 2013.

-Slater, B.; Philippi, S.T.; Marchioni, D.M.; Fisberg, R.M. Validação de questionários de frequência alimentar - QFA: considerações metodológicas. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol.6. Num.3. p.200-208. 2003.

-SBME. Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos à saúde. Diretriz da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 3. 2009.

-Stølen, T.; e colaboradores. Physiology of soccer. Sports medicine. Vol. 35. Num. 6. p. 501-536. 2005.

-Yoo, S. Dynamic Energy Balance and Obesity Prevention. Journal of Obesity & Metabolic Syndrome. Vol. 27.p. 203-212. 2018.

Publicado
2021-05-19
Como Citar
Soares, P. S. G., Ildefonso, R. de O., & Drummond, M. D. M. (2021). Efeito de orientações nutricionais no perfil dietético e na composição corporal de jogadores profissional no período entre temporadas. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 13(83), 1117-1127. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1539
Seção
Artigos Científicos - Original