Déficit hídrico pós-treino em judocas submetidos a diferentes intensidades de treinamento com e sem hidratação

Eduardo da Silva Pereira, Edson Silva Soares, Adriano César Carneiro Loureiro, Nilson Vieira Pinto

Resumo


O equilíbrio hidroeletrolítico é uma condição importante na manutenção da homeostasia durante o exercício físico, entretanto nos treinos de judô não é comum ocorrerem pausas regulares durante os treinos para que ocorra a reidratação. Assim, propusemos verificar o déficit hídrico (DH) pós-treino em judocas submetidos a três intensidades de treinamento com e sem hidratação durante os treinos e ainda analisamos a eficácia de uma reidratação específica. Participaram do estudo 14 atletas com média de 22,8 (+4,58) anos. Inicialmente, realizamos uma avaliação física e um teste de capacidade específico da modalidade para agruparmos os atletas conforme as capacidades físicas e técnicas. Em seguida, ocorreu a aplicação dos protocolos de treinamento. Os atletas apresentaram um IMC de 24,9 (+2,64) kg/m², um percentual de gordura de 14,5% (+6,92) e uma FCmáx de 198,2 (+3,29) BPM. Os valores médios de DH pós-treino, sem reidratação, foram: 1,1 L/h; 1,2 L/h e 1,6 L/h, nas intensidades leve, moderada e alta, respectivamente. Já os valores médios de DH com a reidratação proposta foram: 0,4 L/h; 0,3 L/h e 0,4 L/h, também nas respectivas intensidades. Houve diferença significativa na comparação do DH nas duas situações (p<0,05). Em conclusão, o protocolo de reidratação utilizado comprovou sua eficácia, uma vez que os atletas tiveram uma perda hídrica pós-treino inferior a 1%.

 

ABSTRACT

Water deficit after training in judo athletes submitted to different training intensities with and without hydration

The electrolytic balance is an important condition in the maintenance of homeostasis during exercise; however in practice of judo is not commonly occurs regular breaks during practice to occur rehydration. Therefore, in this study, we proposed to check the water deficit (DH) after training in judo underwent three training intensities with and without hydration during training and further analyze the effectiveness of a specific rehydration. The study included 14 athletes with a mean of 22.8 (+4.58) years. Initially, it was conducted a physical examination and a test of specific capacity of modality for athletes to group together according to the physical and technical capabilities. Then the application of training protocols was done. The athletes had a BMI of 2.9 (+2.64) kg/m² a fat percentage of 14.5% (+6.92) and a HRmax of 198.2 (+3.29) BPM. The mean values of DH post workout without rehydration, were 1,1L/h; 1.2 L/h and 1.6 L/h, the intensities, moderate and high, respectively. The values of DH medium with rehydration were proposed: 0.4 L/h; 0.3 L/h and 0.4 L/h and also the respective intensities. Significant difference when comparing the DH in both situations (p<0.05). In conclusion, the protocol used proven effective rehydration, since the athletes had a water loss after less than 1% practice.

 


Palavras-chave


Exercício Físico; Desidratação; Hidratação

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE. American College of Sports Medicine Position Stand: exercise and fluid replacement. Medicine and Science in Sports and Exercise, Hagerstown, v. 39, n. 2, p. 377-390, 2007.

BRITO, C. J. Hidratação com e sem carboidrato durante o treinamento no judô. 2005. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2005.

BRITO, C. J.; MARINS, J. C. B. Caracterização das práticas sobre hidratação em atletas da modalidade de judô no estado de Minas Gerais. R. bras. Ci. e Mov., v. 13, n. 2, p. 59-74, 2005.

BRITO, C. J.; FABRINI, S. P.; MARINS, J. C. B. Mensuração de reposição hídrica durante o treinamento de judô. R. Min. Educ. Fís., Viçosa, v. 15, n. 2, p. 144-152; 2007.

CARVALHO, M. C. G. A. Estudo da composição corporal de judocas do sexo masculino participantes da Seletiva Nacional de janeiro de 1995 para os Jogos Panamericanos. Grupo de Estudos e Pesquisas de Judô LADESP / EEFE / USP. Disponível em: . Acesso em: 09 maio 2011.

CUELHO, A. M. et al. Avaliação da taxa de sudorese em judocas de elite. Lecturas: Educación Física y Deportes. Buenos Aires, Ano 13, n° 130, março de 2009. Disponível em: . Acesso em: 23 abril 2011.

DETANICO, D.; ARINS, F. B.; dos SANTOS, S. G. Assimetrias de circunferências musculares e de percentual de gordura entre os lados dominante e não-dominante de judocas. Lecturas: Educación Física y Deportes. Buenos Aires, Ano 11, n° 105, fevereiro de 2007. . Acesso em: 15 junho 2011.

FLECK, S. J.; FIGUEIRA JÚNIOR, A. J. Desidratação e desempenho atlético. Rev. Assoc. Prof. Educ. Fís. v. 12. p. 50-7, 1997.

GUERRA, I.; GOMES, M. R.; e TIRAPEGUI, J. Hidratação no Esporte in TIRAPEGUI, J. Nutrição, Metabolismo e Suplementação na Atividade Física, São Paulo: Atheneu, 2006.

JESUS, G. A. A.; BARROS, A. P. R.; ALVES, A. P.; NAVARRO, A. C.; LIBERALI, R. Grau de desidratação antes e após aula de judô. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo, v. 3, n. 13, p. 78-85, jan/fev, 2009.

MACHADO-MOREIRA, C.A.; VIMIEIRO-GOMES, A.C.; SILAMI-GARCIA e RODRIGUES, L.O.C. Hidratação durante o exercício: a sede é suficiente? Rev Bras Med Esporte. v. 12, n. 6 – nov./dez., 2006.

MARINS, J. Estudio comparativo de diferentes procedimentos de hidratación durante um ejercicio de larga duración. Tese (Doutorado): Departamento de Fisiologia y Farmacologia. Universidad de Murcia; 2000.

MAUGHAN, R. J. Restoration of water and aletrolyte balance after exercise. International. Journal of Sports Medicine, v. 19. p. 136-138, 1998.

McARDLE, W.; KATCH, F.; KATCH, V. Fisiologia do Exercício: Energia, Nutrição e Desempenho Humano. 6ª Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2008.

POWERS, S. K.; HOWLEY, E. T. Fisiologia do Exercício – Teoria Aplicada ao Condicionamento e ao Desempenho. São Paulo: Manole, 2000.

ROSA, R. R. Teste de controle no judô: proposta da avaliação da resistência especial do judoca. 2006. 67 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006.

STERKOWICZ, S. Teste Specjalnej Sprawnoci Rochowej W Judo. In: Antropomoryk, s.1, no, 12-13,pp. 29-44, 1995

WILMORE, J. H.; COSTILL, D. L. Fisiologia do esporte e do exercício. 1ª Ed. Brasileira. Barueri: Manole, 2001.

WOLINSKY, I.; HICKSON, J. F. Nutrição no exercício e no esporte. 2ª Ed., Rio de Janeiro: ROCA, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui