Prevalência de transtorno dismórfico muscular em homens adultos residentes na fronteira oeste do Rio Grande do Sul

  • Jassana Moreira Floriano Universidade Federal do Pampa
  • Karina Sanches Machado d'Almeida Universidade Federal do Pampa
Palavras-chave: Vigorexia, Dismorfia muscular, Imagem corporal, Estado nutricional

Resumo

Introdução: A dismorfia muscular é um transtorno psicológico caracterizado por preocupação obsessiva pelo físico e por distorção da imagem corporal. É um tipo muito específico de transtorno dismórfico corporal, que acomete principalmente homens. Objetivo: Este estudo teve como objetivo avaliar a prevalência de dismorfia muscular em homens adultos praticantes de musculação residentes na fronteira oeste do Rio Grande do Sul. Materiais e Métodos: Foram analisados os dados antropométricos através de peso, altura, circunferências e dobras cutâneas, consumo alimentar através do recordatório 24 horas e a satisfação com a aparência muscular utilizando a escala MASS e autoteste da imagem corporal. Participaram do estudo 56 indivíduos do sexo masculino, com idade maior ou igual a 18 anos, que frequentassem a academia, por no mínimo seis meses, três vezes na semana ou mais, para fazer exercícios de musculação. Resultados: A maioria apresentou eutrofia de acordo com o IMC. Na aplicação dos testes de avaliação da imagem corporal, foi identificado que 64,3% dos participantes apresentavam satisfação corporal “a maioria das vezes†e 10 participantes (17,5%) alcançaram a pontuação indicativa de Dismorfia Muscular. De acordo com o autoteste de imagem corporal, 47 indivíduos (83,9%) preferiam ter um corpo maior e mais musculoso. Conclusão: Considerando a influência deste transtorno sobre o estado nutricional, torna-se importante ampliar o conhecimento sobre o assunto, a fim de que o quadro seja identificado e que as diretrizes terapêuticas atualmente disponíveis sejam aplicadas.

 

ABSTRACT 

Prevalence of body dysmorphic disorder in adult men living on the western border of Rio Grande do Sul

Introduction: Muscle dysmorphia is a psychological disorder characterized by obsessive concern for the physical and body image distortion. It is a very specific type of body dysmorphic disorder, which primarily affects men. Objective: This study aimed to evaluate the prevalence of muscle dysmorphia in adult male bodybuilders. Materials and Methods: We analyzed anthropometric measures using weight, height, circumferences and skinfold thickness, food consumptione by 24-hour recall and satisfaction with muscle appearance using the MASS scale and the body image test. Results: The study included 56 male subjects, age greater than or equal to 18 years who were attending the gym for at least six months, three times a week or more, to do strength training Most subjects had normal weight according to the BMI. In the evaluation of the body image tests, it was identified that 64.3% of participants had body satisfaction "most often" and 10 participants (17.5%) achieved a score indicative of muscle dysmorphia. According to the body image test, 47 individuals (83.9%) preferred to have a larger body and more muscular. Conclusion: Considering the possible effects of this disease on nutritional status, it is important to raise awareness of this disorder, so that it can be identified, and that the currently available therapeutic guidelines can be implemented.

 

Biografia do Autor

Karina Sanches Machado d'Almeida, Universidade Federal do Pampa
Professora Mestre do curso de Nutrição, Universidade Federal do Pampa, Campus Itaqui. 
Publicado
2016-08-02
Como Citar
Floriano, J. M., & d’Almeida, K. S. M. (2016). Prevalência de transtorno dismórfico muscular em homens adultos residentes na fronteira oeste do Rio Grande do Sul. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 10(58), 448-457. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/671
Seção
Artigos Científicos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##