Conhecimento sobre nutrição de educadores físicos de um clube da cidade de Santo André

Juliana Izepi, Marina Marocci Dias, Renata Furlan Viebig, Daniele Ramos Caparros

Resumo


Praticantes de atividade física sofrem influência de educadores físicos, por conta do contato direto. A busca por uma alimentação saudável aumenta cada vez mais, juntamente com o interesse e procura por suplementos nutricionais com fins esportivos e estéticos.  A “prescrição” destes produtos, muitas vezes, é feita por educadores físicos, e se feita de maneira equivocada, não alcança as expectativas esperadas pelo atleta e praticante de atividade física. Ressalta-se que os nutricionistas seriam os profissionais habilitados para a prescrição de suplementos nutricionais. O presente estudo teve como objetivo avaliar o conhecimento sobre nutrição de profissionais de educação física atuantes em um clube de Santo André-SP. Trata-se de uma pesquisa de caráter transversal em que participaram graduandos e graduados em Educação Física, todos voluntários e com consentimento livre e esclarecido. O questionário aplicado foi composto por 15 questões que deveriam ser julgadas como “verdadeira” ou “falsa”. Dos 21 entrevistados, 52,4% eram do gênero masculino, com idade média de 30 anos e 71,4% eram graduados ou pós-graduandos. Os principais erros de respostas ao questionário foram relacionados a suplementos nutricionais empregados rotineiramente e função energética de macronutrientes, em especial carboidratos. Mais da metade (57%) dos entrevistados acreditavam, erroneamente, que o abacaxi era capaz de oxidar gordura corporal. O número médio de acertos em relação ao tempo de atuação foi maior em profissionais com menos de 1 ano de atuação. Assim, os resultados apontaram que os participantes possuíam um conhecimento geral insuficiente sobre nutrição para realizar prescrições dietéticas e de suplementos nutricionais com segurança.

 

ABSTRACT 

Knowledge about nutrition of physical educators in a sport club at the city of Santo André

Practitioners of physical activity are influenced by physical educators, because of the direct contact. The search for healthy food has grown increasingly along with the interest and demand for nutritional supplements with sporting and beauty purposes. The prescription of these products is often done by physical educators, and when done wrongly, does not reach the expected goals by the athlete and physical activity practitioner. It is noteworthy that nutritionists would be the qualified professionals for prescribing nutritional supplements. This study aimed to evaluate the nutrition knowledge of the physical education professionals working in a sport club located in Santo André City. This is a transversal research involving graduating students and professionals graduated in Physical Education, all voluntary and informed consent. The questionnaire used was composed by 15 questions that should be judged as "true" or "false." Of the 21 respondents, 52.4% were male, with an average age of 30 years old and 71.4% were graduates or postgraduates. The main error responses to the questionnaire were related to nutritional supplements used routinely and energetic function of macronutrients, especially carbohydrates. More than half (57%) of respondents believed, erroneously, that the pineapple was able to oxidize body fat. The average number of correct answers in relation to the professional practice time was higher in professionals with less than 1 year of acting. Therefore, the results indicated that the participants had insufficient general knowledge about nutrition to make prescriptions of dietary requirements and nutritional supplements in a safe way.

Palavras-chave


Conhecimento nutricional; Profissional de educação física; Suplementação; Nutrição esportiva

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, C.; Radke, T. L.; Liberali R.; Navarro, F. Avaliação do conhecimento sobre nutrição esportiva, uso e indicação de suplementos alimentares por educadores físicos nas academias de Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 15. 2009. p.232-240. Disponível em:

-Chagas, B. L. F.; Nascimento, M. V. S.; Barbosa, M. R.; Gomes, L. P. S. Utilização indiscriminada de suplementos alimentares: causas e consequências. Ciências Biológicas e de Saúde Unit. Vol. 3. Num. 2. 2016. p.27-34.

-Fayh, A. P. T.; Silva, C. V.; Jesus, F. R. D.; Costa, G. K. Consumo de suplementos nutricionais por frequentadores de academias da cidade de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 35. Num. 1. 2013. p.27-37.

-Freitas, L. K. P.; Andrade, M. L. L.; Maia, M. M. O.; Júnior, A. T. C.; Medeiros, H. J.; Knackfuss, M. I. Consumo de macronutrientes por usuários de academias de ginástica. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Num. 37. 2013. p.43-50. Disponível em:

-Moreira, F. P.; Rodrigues, K. L. Conhecimento nutricional e suplementação alimentar por praticantes de exercícios físicos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 20. Num. 5. 2014. p.370-373.

-Portal, R. D.; Silva, G. C.; Reis, F. V. F.; Filho, J. A. P. Avaliação dos conhecimentos nutricionais de educadores físicos em academias de Belém-PA. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 18. 2009. p.492-500. Disponível em:

-Silva, H.; Silveira, M. C.; Araújo, N. T. M.; Moraes, S. S.; Amaro, S.; Araújo, M. A.; Alvarenga, M. L. Avaliação do conhecimento em nutrição esportiva de profissionais de educação física em um clube esportivo de São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva Vol. 10. Num. 56. 2016. p.241-247. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui