Correlação entre motivos de prática de exercícios resistidos e uso de suplemento alimentar

Rodrigo de Siqueira, Maysa Venturoso Gongora Buckeridge Serra, Lilian Cristina Gomes do Nascimento, Maria Georgina Marques Tonello

Resumo


A busca pelo corpo ideal muitas vezes remete a um duplo discurso: ao mesmo tempo em que se baseia em atividades físicas, principalmente em academias de ginástica, que traz uma saúde melhor e uma estética mais agradável, também é justificativa para o uso de suplementos alimentares e hormonais, que quando não supervisionados por um profissional podem trazer sérios riscos à saúde. O objetivo deste estudo é verificar a associação dos dados sociodemográficos de praticantes de musculação com a prática em musculação. Participaram do estudo 284 alunos do sexo masculino de nove academias de musculação. Os participantes responderam um questionário com questões sobre seus dados sociodemográficos e questões relacionadas com a prática em musculação. Os dados foram tabulados em planilha no programa Microsoft Excel 2011 e para verificar a associação entre os dados foi utilizada o coeficiente de correlação Spearman para variáveis contínua e dicotômica e o coeficiente de correlação de Phi para variáveis dicotômicas. Os resultados mostraram associação positiva entre a variável Avaliação da Saúde com as variáveis Uso de Suplementos Alimentares e Satisfação com o Peso. Hoje em dia o acesso à suplementos alimentares e sugestões de uso se tornaram de fácil acesso, sendo que seu uso pode ser maléfico quando o praticante de musculação não os utiliza com o acompanhamento de um profissional capacitado a orientá-lo. Por isso se torna essencial o acompanhamento profissional, tanto na musculação quando na suplementação alimentar.

 

ABSTRACT 

Correlation between reasons for resistance exercise practice and use of nutrition supplement

The search for a ideal body often refers to a double speech: while it is based on physical activities, especially in fitness centers, which brings better health and a more pleasant aesthetic, is also a justification for use of dietary supplements and hormonal, which when not supervised by a professional can bring serious health risks. The aim of this study was to verify the association of sociodemographic data of resistance training practitioner. A total of 284 male students from nine fitness centers participated in this study. Participants answered a questionnaire with questions about their sociodemographic data and questions related to the practice in resistance training. The data were tabulated in a spreadsheet Microsoft Excel 2011 program and to verify association between the data was used Spearman correlation coefficient for continuous and dichotomous variables and correlation coefficient of Phi for dichotomous variables. The results showed a positive association between the variable Health Evaluation with the variables Use of Dietary Supplements and Satisfaction with Weight. Nowadays the accesses to dietary supplements and suggestions for his use have become easily accessible, and their use can be harmful when the resistance training practitioner does not use them with accompaniment of trained professional to guide him. Therefore, it is essential professional accompaniment, both in resistance training and in dietary supplementation.


Palavras-chave


Academias de Ginásticas; Estatística e Dados Numéricos; Questionários

Texto completo:

PDF

Referências


-Albino, C. S.; Campos, P. E.; Martins, R. L. Avaliação do uso de suplementos nutricionais em academias de Lages, SC. Lecturas: Educación Física y Deportes. Vol. 14. Núm. 134. 2009. Disponível em:

-Aquino, D. M.; Lionel, J. C.; Rihan, T. M.; Monteiro, I. C.; Fernandes, V.; Mourão, L. Representações de jovens sobre as motivações para a prática de atividade física nas academias de ginástica da cidade de Juiz de Fora. Coleção Pesquisa em Educação Física. Vol. 14. Núm. 4. p. 157-164. 2015.

-Araújo, A. C. M.; Soares, Y. N. G. Perfil de utilização de repositores proteicos nas academias de Belém, Pará. Revista de Nutrição. Vol. 12. Núm. 1. p. 5-19. 1999. Disponível em:

-Araujo, A. S.; Pimenta, F. H. R.; Baraúna, M. A.; Novo Júnior, J. M.; Silva, A. L. S.; Pinto, M. V. M.; Ramos, D. E. F.; Cotta, D. O.; Andrade, G. D.; de Paula, A. H. Fatores motivacionais que levam as pessoas a procurarem por academias para a prática de exercício físico. Lecturas: Educación Física y Deportes. Vol. 12. Núm. 115. 2007.

-Beppu, S. R. G.; Barros, A. C. S.; Junior, J. M. Motivos que levam as pessoas a escolher e permanecer na prática da musculação. VII encontro internacional de produção científica. Anais Eletrônicos. Rio de Janeiro. Cesumar. 2011.

-Braun, H.; Koehler, K.; Geyer, H.; Kleiner, J.; Mester, J.; Schanzer, W. Dietary supplement use among elite young German athletes. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism. Vol. 19. Núm. 1. p. 97-109. 2009. Disponível em:

-Callegari, G. A.; Liberali, R.; Navarro, F. Perfil antropométrico dos indivíduos iniciantes na prática da musculação. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 4. Núm. 24. p. 618-624. 2010. Disponível em:

-Cecchetto, F. R.; Farias, P. S.; Silva, P. R. P.; Corrêa, J. S. Onde os fracos não têm vez: discursos sobre anabolizantes, corpo e masculinidades em uma revista especializada. Revista de Saúde Coletiva. Vol. 22. Núm. 3. p. 873-893. 2012.

-Claumann, G. S.; Klen, J. A.; Pinto, A. A.; Frank, R.; Rosa, M. J.; Felden, E. P. G.; Pelegrini, A. Motivação para o aumento da massa muscular em praticantes de exercício resistido. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 24. Núm. 2. p. 103-111. 2016.

-Domingues, M.; Marins J. C. B. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em Belo Horizonte. Fitness and Performance Journal. Vol. 6. Núm. 4. p. 218-226. 2007.

-Fermino, R. C.; Pezzini, M. R.; Reis, R. S. Motivos para prática de atividade física e imagem corporal em frequentadores de academia. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Núm. 1. p. 18-23. 2010.

-Frizon, F. M.; Yonanime, M. Uso de esteroides andrógenos anabólicos por praticantes de atividade física das principais academias de Erechim e Passo Fundo/RS. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada. Vol. 26. Núm. 3. p. 227-232. 2005.

-Hirschbrunch, M. D.; Fisberg, M.; Mochizuki, L. Consumo de Suplementos por jovens frequentadores de academias de ginástica em São Paulo. Revista Brasileira de Medicina de Esporte. Vol. 14. Núm. 6. p. 539-543. 2008.

-Iriart, J. A. B.; Chaves, J. C.; Orleans, R. G. Culto ao corpo e uso de anabolizantes entre praticantes de musculação. Cadernos de Saúde Pública. Vol. 25. Núm. 4. p. 773-782. 2009.

-Kiely, M.; Flynn, A.; Harrington, K. E.; Robson, P. J.; O’Connor, N.; Hannon, E. M.; O’Brien, M. M.; Bell, S.; Strain, J. J. The efficacy and safety of nutritional supplement use in a representative sample of adults in the north/south Ireland food consumption survey. Public Health Nutrition. Vol. 4. Núm. 5A. p. 1089-1097. 2001. Disponível em:

-Kim, S. H.; Keen, C. L. Patterns of Vitamin/Mineral supplement usage by adolescents attending athletic high schools in Korea. International Journal of Sports Nutrition. Vol. 9. Núm. 4. p.391-405. 1999.

-Krumbach, C. J.; Ellis, D. R.; Driskell, J. A. A report of vitamin and mineral supplement use among university athletes in a division I institution. International Journal of Sports Nutrition. Vol. 9. Núm. 4. p. 416-425. 1999. Disponível em:

-Machado, E. P.; Fraga, A. B. Ratos de academia on-line: debates sobre musculação em um fórum virtual. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 25. Núm. 1. p. 141-150. 2017.

-Mattila, V. M.; Parkkari, J.; Laakso, L.; Pihlajamäki, H.; Rimpelä, A. Use of dietary supplements and anabolic-androgenic steroids among Finnish adolescents in 1991-2005. European Journal of Public Health. Vol. 20. Núm. 3. p. 306-311. 2010.

-Mello, G. T.; Liberali, R. Dismorfia muscular em praticantes de musculação: revisão sistemática. Revista Brasileira de Nutrição Eesportiva. Vol. 6. Núm. 36. p. 449-457. 2012. Disponível em:

-Nogueira, F. R. S.; Brito, A. F.; Vieira, T. I.; Oliveira, C. V. C.; Gouveia, R. L. B. Prevalência de uso de recursos ergogênicos em praticantes de musculação na cidade de João Pessoa, Paraíba. Revista Brasileira de Ciência do Esporte. Vol. 37. Núm. 1. p. 56-64. 2015.

-Nunomura, M. Motivos de adesão à atividade física em função das variáveis idade, sexo, grau de instrução e tempo de permanência. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 3. Núm. 3. p. 45-58. 1998.

-Oliver, A. J.; León, M. T.; Hernández, E. G. Statistical analysis of the consumption of nutritional and dietary supplements in gyms. Archivos Latinoamericanos de Nutricíon. Vol. 58. Núm. 3. p. 221-227. 2008.

-Pereira, R. F.; Lajolo, F. M.; Hirschbrunch, M. D. Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo. Revista de Nutrição. Vol. 16. Núm. 3. p. 265-275. 2003.

-Ramos, D. C. C.; Navarro, F. Perfil alimentar e antropométrico de praticantes de musculação da cidade de Brasília. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Núm. 32. p. 140-145. 2012. Disponível em:

-Rocha, L. P.; Pereira, M. V. L. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercícios físicos em academias. Revista de Nutrição. Vol. 11. Núm. 1. p. 76-82. 1998.

-Saba, F. Aderência: a prática do exercício em academias. São Paulo. Mande. 2001.

-Santos, A. F.; Mendonça, P. M. H.; Santos, L. A.; Silva, N. F.; Tavares, J. K. L. Anabolizantes: conceitos segundo praticantes de musculação em Aracaju. Psicologia em Estudo. Vol. 11. Núm. 2. p. 371-380. 2006.

-Santos, A. V.; Farias, F. O. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividades físicas em duas academias de Salvador-BA. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 11. Núm. 64. p. 454-461. 2017. Disponível em:

-SEBRAE. Crescimento de Academias. 2016. Disponível em: .

-Sobal, J.; Marquart, L. F. Vitamin/mineral supplement use among high school athletes. Adolescence. Vol. 29. Núm. 116. p. 835-843. 1994. Disponível em:

-Tahara, A. K.; Schwartz, G. M.; Silva, K. A. Aderência e manutenção da prática de exercícios em academias. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 11. Núm. 4. p. 7-12. 2003.

-Tahara, A. K.; Silva, K. A. A prática de exercícios físicos na promoção de um estilo de vida ativa. Lecturas: Educación Física y Deportes. Vol. 9. Núm. 61. 2003.

-Venâncio, D. P.; Nóbrega, A. C. L.; Tufik, S.; Mello, M. T. Avaliação descritiva sobre o uso de esteroides anabolizantes e seu efeito sobre as variáveis bioquímicas e neuroendócrinas em indivíduos que praticam exercício resistido. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Núm. 3. p. 191-195. 2010.

-Zanetti, M. C.; Lavoura, T. N.; Kocian, R. C.; Botura, H. M. L.; Machado, A. A. Aspectos motivacionais intervenientes na academia de ginástica. Coleção de Pesquisa em Educação Física. Vol. 6. Núm. 2. p. 53-58. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui