Utilização do óleo de coco na redução de peso e circunferência abdominal em praticantes de atividade física de uma academia de um município do Rio Grande do Sul

Gabriela Valerius, Roseana Baggio Spinelli, Vivian Polachini Skzypek Zanardo, Marta Beatriz Santolin

Resumo


O excesso de gordura corporal está associado ao desequilíbrio entre gasto energético e consumo alimentar inadequado, sendo estes os principais fatores que podem levar a alterações e comorbidades metabólicas. O consumo do óleo de coco tem sido destaque na diminuição da circunferência abdominal e redução de peso, por ser composto de triglicerídeos de cadeia média, os quais, após o consumo, são prontamente oxidados fornecendo energia, sem ser depositado como gordura. O objetivo desta pesquisa foi verificar o consumo de óleo de coco na redução de peso, circunferência abdominal e Índice de Massa Corporal de praticantes de atividade física em uma academia de um município do Norte do Rio Grande do Sul. A coleta de dados aconteceu por meio de cinco etapas, durante dois meses com doze participantes de ambos os sexos. Observou-se que o Índice de Massa Corporal não obteve alteração ao final das avaliações. Comparando a primeira avaliação com a última o peso médio inicial foi de 76,91 (±14,22) kg e o peso médio final foi de 76,08 (±13,52) kg. Em relação à circunferência abdominal, na primeira avaliação observou-se que a média foi de 95,87 (±10,32) cm e na quinta avaliação foi de 94,35 (±10,36) cm. Como resultados do estudo, pode-se verificar que a ingestão diária de 12g apresentou efeito como auxiliar na redução de circunferência abdominal e diminuição de peso corporal. Sugere-se, portanto, para um efeito mais expressivo, a necessidade de aliar uma dieta adequada e a prática regular de exercícios físicos.

 

ABSTRACT 

Use of coconut oil in weight reduction and abdominal circumference in practitioners of physical activity of an academy of a city in the north of Rio Grande do Sul

The excess of corporal fat is associated with an imbalance between energy expenditure and inadequate food consumption, being these the main factors that may lead to alterations and metabolic comorbidities. The consumption of coconut oil has been the highlight in the decrease of abdominal circumference and in the reduction of weight, because it is composed of medium chain triglycerides, which, after consumption, are readily oxidized providing energy, without being deposited as fat. The objective of this research was to verify the use of coconut oil in weight reduction, abdominal circumference and Body Mass Index of practitioners of physical activity in an academy of a municipality in the North of Rio Grande do Sul. The data collection happened through five stages, during two months with twelve participants of both sexes. It was observed that the Body Mass Index did not change at the end of the evaluations. Comparing the first evaluation with the last, the initial average weight was 76.91 (±14.22) kg and the final average weight was 76.08 (±13.52) kg. Regarding abdominal circumference, in the first evaluation it was observed that the average was 95.87 (±10.32) cm and in the fifth evaluation it was 94.35 (±10.36) cm. As results of the study, it can be verified that the daily intake of 12g had an effect as assistant in the reduction of abdominal circumference and decrease in body weight. It is suggested, therefore, for a more expressive effect, the necessity of allying an adequate diet and the regular practice of physical exercises.


Palavras-chave


Óleo de coco; Perda de peso; Circunferência abdominal

Texto completo:

PDF

Referências


-Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica Diretrizes brasileiras de obesidade/ABESO - Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica – 4.ed. São Paulo. 2016.

-Assunção, M. L.; e colaboradores. Effects of Dietary Coconut Oil on the Biochemical and Anthropometric Profiles of Women Presenting Abdominal Obesity. Original Article. Alagoas. Vol. 44. 2009. p. 593-601.

-Bittar, M.; e colaboradores. Utilização do óleo de coco para emagrecimento e redução da abdominal. Revista Odontológica de Araçatuba. Araçatuba. Vol. 38. Num. 2. 2017. p. 26-31.

-Brasil. Ministério da saúde. Vigitel Brasil 2016 Saúde Suplementar vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico, Brasília- Distrito Federal, 2016.

-Cardoso, D.A.; e colaboradores. A coconut extra virgin oil-rich diet increases HDL cholesterol and decreases waist circumference and body mass in coronary artery disease patients. Nutrición Hospitalaria. Rio de Janeiro. Vol. 5. Num. 32. 2015. p. 2144-2152.

-Codoñer-Franch, P.; e colaboradores. Oxidant mechanisms in childhood obesity: the link between inflammation and oxidative stress. [s.l.: S.n.]. Vol. 158. Num. 6. 2011. p. 369-384.

-Diniz Júnior, J.; Vieira, L. C. R.; de Sousa, D. S.; Sirotheau, R. D. N.; Lima, F. M. P. Avaliação do conhecimento sobre emagrecimento e exercício físico de frequentadores de academias de ginástica de Santarém, Pará. Revista brasileira de nutrição esportiva. São Paulo. Vol. 4. Num. 23. 2010. p. 420-426. Disponível em:

-Ferreira, A.M.D.; Barbosa, P.E.B.; Ceddia, R.B. A influência da suplementação de triglicerídeos de cadeia média no desempenho em exercícios de ultra-resistência. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Niterói. Vol. 9. Num. 6. 2003. p. 413-419.

-Huxley, R.; e colaboradores. Body mass index, waist circumference and waist:hip ratio as predictors of cardiovascular risk - a review of the literature. European Journal of Clinical Nutrition. Sydney. Vol. 64. 2010. p. 16-22.

-Khaw, K; e colaboradores. Randomised trial of coconut oil, olive oil or butter on blood lipids and other cardiovascular risk factors in healthy men and women. Bmj Open. Cambridge. Vol. 8. 2018.

-Liau, K.M.; e colaboradores. An Open-Label Pilot Study to Assess the Efficacy and Safety of Virgin Coconut Oil in Reducing Visceral Adiposity. ISRN Pharmacology. Pulau Pinang. 2011. p. 1-7.

-Massaroli, L. C et al. Qualidade de vida e o IMC alto como fator de risco para doenças cardiovasculares: Revisão sistemática. Revista da Universidade Vale do Rio Verde. São Paulo. Vol. 16. Num. 1. 2018. p.1-2.

-Papamandjaris, A.A.; MacDougall, D.E.; Jones, P.J. Medium chain fatty acid metabolism and energy expenditure: obesity treatment implications. Life Sci Num. 62. 1998. p. 1203-1215.

-Ribeiro, L.G.T. A verdade científica sobre um superalimento funcional denominado óleo de coco. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research. São Paulo. 2017. p. 109-117.

-Rodrigues, A. Óleo de Coco – Milagre para Emagrecer ou Mais um Modismo? Evidências em Obesidade (ABESO). Num. 56. 2012.

-St-onge, M.P.; e colaboradores. Medium-Chain Triglycerides Increase Energy Expenditure and Decrease Adiposity in Overweight Men. Obesity Research. Quebec. Vol. 11. Num. 3. 2003. p.395-402.

-Suganami, T.; Ogawa, Y. Adipose tissue macrophages: their rolein adipose tissue remodeling. Journal of Leukocyte Biology. Tokyo. Vol. 88. 2010. p. 33-39.

-Tsuji, H.; e colaboradores. Dietary Medium-Chain Triacylglycerols Suppress Accumulation of Body Fat in a Double-Blind, Controlled Trial in Healthy Men and Women. Human Nutrition and Metabolism. Tokyo. 2001. p. 2853-2859.

-Wang, Y.; e colaboradores. Medium Chain Triglycerides enhances exercise endurance through the increased mitochondrial biogenesis and metabolism. Plos On. New York. 2018. p. 1-11.

-WHO, World Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. Genebra, 1997.

-WHO, World Health Organization. Physical Status: The use and interpretation of anthropometry. Genebra: World Health Organization. 1995.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui