Avaliação da insatisfação com a imagem corporal de praticantes de musculação em uma academia de São José-SC

Natália Aparecida Petry, Moacir Pereira Junior

Resumo


Objetivo: Avaliar a insatisfação corporal de homens e mulheres praticantes de musculação em uma academia na cidade de São José - SC. Método: O presente estudo é do tipo descritivo de caráter quantitativo de corte transversal. A amostra foi selecionada de forma não-probabilística, por conveniência, composta por 138 praticantes de musculação, sendo eles 73 homens e 65 mulheres, com idade entre 18 e 60 anos. O instrumento utilizado foi composto por uma ficha de caracterização da pesquisa, na qual foram incluídas questões como: sexo, idade, estatura e massa corporal referidas e tempo de prática de musculação dos participantes; e a escala de silhuetas desenvolvida por Kakeshita e eolaboradores (2009), para a avaliação da insatisfação com a imagem corporal (IC). Resultados: Quanto à insatisfação com a IC houve diferença significativa entre homens e mulheres (p=0,017). Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as mulheres participantes, em sua maioria, estão com peso adequado e os homens participantes, em sua maioria, estão com sobrepeso. De acordo com as características da amostra quanto à classificação do Índice de Massa Corporal (IMC) e os valores de correlação percebe-se que, quanto maior o IMC e o peso corporal, maior é a insatisfação negativa. Conclusões: Com base nos resultados deste estudo, a maioria dos praticantes de musculação possuem insatisfação negativa, sendo que quanto maior o IMC e o peso corporal maior é essa insatisfação. As mulheres apresentaram maior percentual de insatisfação negativa quando comparada aos homens, mesmo apresentando peso adequado em sua maioria. Além disso, os homens se apresentam mais satisfeitos com a IC quando comparado às mulheres.

 

ABSTRACT 

Evaluation of dissatisfaction with body image of bodybuilders in an academy of São José-SC

Objective: To evaluate the body dissatisfaction of men and women practicing bodybuilding at a gym in the city of São José - SC. Method: The present study is of the descriptive type of quantitative character of transversal cohort. The sample was selected in a non-probabilistic manner, for convenience, composed of 138 bodybuilders, being 73 men and 65 women, aged between 18 and 60 years. The instrument used was the research characterization form, which included questions such as: sex, age, height and body mass referred to and time of bodybuilding practice of the participants; and the scale of silhouettes for the evaluation of dissatisfaction with body image (CI). Results: Concerning dissatisfaction with HF, there was a significant difference between men and women (p = 0.017). According to the World Health Organization (WHO), the majority of women are of adequate weight and the majority of men are overweight. According to the characteristics of the sample regarding the classification of BMI and the correlation values it is noticed that the higher the BMI and the body weight, the greater the negative dissatisfaction. Conclusions: Based on the results of this study, most bodybuilders have negative dissatisfaction, and the higher the BMI and body weight, the greater the dissatisfaction. The women had a higher percentage of negative dissatisfaction when compared to men, even though they presented adequate weight in the majority. In addition, men are more satisfied with HF than women.


Palavras-chave


Imagem corporal; Insatisfação; Musculação

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, L.L.B.; Baptista, T.J.R. Análise da imagem corporal de praticantes de atividades físicas em um centro de práticas corporais. Pensar a Prática. Vol. 19. Num. 3. 2016. p. 601-611.

-Alvarenga, M.D.S.; Philippi, S.T.; Lourenço, B.H.; Sato, P.D.M.; Scagliusi, F.B. Insatisfação com a imagem corporal em universitárias brasileiras. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol. 59. Num. 1. 2010. p. 44-51.

-Alves, F.R.; Souza, E.A.; Paiva, C.S.; Teixeira, F.A.A. Insatisfação com a imagem corporal e fatores associados em universitários. Cinergis. Vol. 18. Num. 3. 2017. p. 204-209.

-Azevedo, A.P.; Silva, P.P.; Caminha, I.O.; Freitas, C.M. Dismorfia muscular: A busca pelo corpo hiper musculoso. Motricidade. Vol. 8. Num. 1. 2012. p. 53-66.

-Bevilacque, L.A.; Daronco, L.S.E.; Balsan, L.N.G. Fatores associados à insatisfação com a imagem corporal e autoestima em mulheres ativas. Salusvita. Vol. 31. Num 1. 2012. p. 55-69.

-Cosio, R.B.Z.; Romeiro, A.T.; Rossi, L. Avaliação da percepção da imagem corporal em uma academia do município de São Paulo. Revista Digital. Vol. 13. Num. 123. 2008.

-Curi, G.I.; Bueno Júnior, C.R. Prevalência de distorção da imagem corporal em mulheres eutróficas com sobrepeso e obesas frequentadoras de academia de ginástica. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 5. Num. 25. 2012. p. 17-23. Disponível em:

-Felden, E.P.G.; Claumann, G.S.; Sacomori, C.; Daronco, L.S.E.; Cardoso, F.L.; Pelegrini, A. Fatores sociodemográficos e imagem corporal em adolescentes do ensino médio. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 20. Num. 11. 2015. p. 3329-3337.

-Ferrari, E.P.; Gordia, A.P.; Martins, C.R.; Silva, D.A.; Quadros, T.M.; Petroski, E.L. Insatisfação com a imagem corporal e relação com o nível de atividade física e estado nutricional em universitários. Motricidade. Vol. 8. Num. 3. 2012. p. 52-58.

-Fermino, R.C.; Pezzini, M.R.; Reis, R.S. Motivos para prática de atividade física e imagem corporal em frequentadores de academia. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Num. 1. 2010. p. 18-23.

-Frank, R.; Claumann, G.S.; Pinto, A.D.A.; Cordeiro, P.C.; Felden, E.P.G.; Pelegrini, A. Fatores associados à insatisfação com a Imagem Corporal em acadêmicos de Educação Física. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol. 65. Num. 2. 2016. p. 161-167.

-Gonçalves, C.O.; Campana, A.N.; Tavares, M.C. Influência da atividade física na imagem corporal: Uma revisão bibliográfica. Motricidade. Vol. 8. Num. 2. 2012. p. 70-82.

-Grossl, T.; Lima, L.R.; Karasiak, F.C. Relação entre a gordura corporal e indicadores antropométricos em adultos frequentadores de academia. Motricidade. Vol. 6. Num. 2. 2010. p. 35-45.

-Jiménez-Flores, P.; Jiménez-Cruz, A.; Bacardí-Gascón, M. Insatisfacción con la imagen corporal en niños y adolescentes: revisión sistemática. Nutrición Hospitalaria. Vol. 34. Num. 2. 2017. p. 479-489.

-Kakeshita, I.S.; Silva, A.I.P.; Zanatta, D.P.; Almeida, S.S. Construção e fidedignidade teste-reteste de escalas de silhuetas brasileiras para adultos e crianças. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Vol. 25. Num. 2. 2009. p. 263-270.

-Klimick, A.C.; Coelho, C.E.; Alli-feldmann, L.R. Nível de satisfação corporal de praticantes de musculação em academias de Porto Alegre, RS. Revista de Iniciação Científica da ULBRA. Vol. 1. Num. 15. 2017. p. 54-62.

-Leifman, H.; Rehnman, C.; Sjöblom, E.; Holgersson, S. Anabolic androgenic steroids-use and correlates among gym users-an assessment study using questionnaires and observations at gyms in the Stockholm region. International journal of environmental research and public health. Vol. 8. Num. 7. 2011. p. 2656-2674.

-Lira, A.G.; Ganen, A.D.P.; Lodi, A.S.; Alvarenga, M.D.S. Uso de redes sociais, influência da mídia e insatisfação com a imagem corporal de adolescentes brasileiras. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol. 66. Num. 3. 2017. p. 164-171.

-Liz, C.M.; Andrade, A. Análise qualitativa dos motivos de adesão e desistência da musculação em academias. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 38. Num. 3. 2016. p. 267-274.

-Medeiros, T.H.; Caputo, E.L.; Domingues, M.R. Insatisfação corporal em frequentadoras de academia. Jornal Brasileiro de Psiquiatria. Vol. 66. Num. 1. 2017. p. 38-44.

-Moreira, M.L.; Correa, A.A.M.; Domingues, S.F. Satisfação da imagem corporal em jovens praticantes de ginástica em grupo. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 12. Num. 71. 2018. p. 400-405. Disponível em:

-Pereira Junior, M.; Campos Junior, W.; Silveira, F.V. Percepção e distorção da autoimagem corporal em praticantes de exercício físico: a importância do exercício físico na imagem corporal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Num. 42. 2013. p. 345-352. Disponível em:

-Santos, E.M.C.; Tassitano, R.M.; Nascimento, W.M.F.; Moraes, V.P.M.; Cabral, P.C. Satisfação com o peso corporal e fatores associados em estudantes do ensino médio. Revista Paulista de Pediatria. Vol. 29. Num. 2. 2011. p. 214-223.

-Silva, A.J.B.; Brunetto, B.C.; Reichert, F.F. Imagem corporal de praticantes de treinamento com pesos em academias de londrina, PR. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Vol. 15. Num. 3. 2010. p. 170-175.

-Silva, G.L. Influência da mídia sobre o comportamento alimentar e imagem corporal em universitários. Monogafia de Graduação. Vitória de Santo Antão. Universidade Federal de Pernambuco. Centro Acadêmico de Vitória. 2018.

-Silva, J.S.; Baratto, I. Análise da percepção, satisfação corporal e conhecimento nutricional entre mulheres praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 46. 2014. p. 238-246. Disponível em:

-Skopinski, F.; Resende, L.; Schneider, R.H. Imagem corporal, humor e qualidade de vida. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Vol. 18. Num. 1. 2015. p. 95-105.

-Strother, E.; Lemberg, R.; Stanford, S.C.; Turberville, D. Eating disorders in men: underdiagnosed, undertreated, and misunderstood. Eating disorders. Vol. 20. Num. 5. 2012. p. 346-355.

-World Health Organization. Physical status: the use and interpretation of anthropometry. WHO technical report series, Geneva. 1995; p.854.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui