Uso de suplementos por praticantes de musculação em academias

Ariel de Deus Medeiros, Luciane Sanchotene Etchepare Daronco, Laércio André Gassen Balsan

Resumo


Introdução: Atualmente a musculação é uma prática esportiva muito realizada por promover benefícios estéticos, à saúde e à qualidade de vida. Com o objetivo de aumentar tais benefícios o uso da suplementação está cada vez mais presente nas academias. Objetivo: Identificar qual é o suplemento mais consumido pelos praticantes de musculação e o perfil do consumidor. Método: Essa é uma survey transversal, com abordagem quantitativa, que foi realizada em dois clubes de uma cidade do interior do Estado do Rio Grande do Sul. Para tanto, utilizou-se um questionário de avaliação suplementar, composto por 13 perguntas. Na análise dos dados, foi utilizada a estatística descritiva e teste t. Resultados: Constatou-se que os adultos jovens são os que mais ingerem suplementos, principalmente do tipo whey protein com o objetivo de obter hipertrofia muscular. Conclusão: O desejo pelo aumento da massa muscular é o principal determinante do uso e do tipo de suplementação utilizada.


Palavras-chave


Musculação; Suplementos; Academia

Texto completo:

PDF

Referências


-Ahrendt, D.M. Ergogenic Aids: Counseling the Athlete. American Family Physician. Vol. 63. Num.5. 2001. p. 913-22.

-Akabas, S.R.; Dolins, J.R. Micronutrient Requirements of Physically Active Women: What Can we Learn from Iron? American Journal of Clinical Nutrition. Vol. 81. Num. 5. 2005. p. 1246S-51S.

-Almeida, C.; Radke, T.L.; Liberali, R.; Navarro, F. Avaliação do conhecimento sobre nutrição esportiva, uso e indicação de suplementos alimentares por educadores físicos nas academias de Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 15. 2009. p. 232-240. Disponível em:

-Alves, C.; Lima, R.V. Uso de Suplementos Alimentares por Adolescentes. Jornal de Pediatria. Vol. 85. Num. 4. 2009. p. 287-294.

-Araújo, M.F.; Navarro, F. Consumo de suplementos nutricionais por alunos de uma academia de ginástica, Linhares, Espírito Santo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 2. Num. 8. 2008. p. 46-54. Disponível em:

-Calfee, R.; Fadale, P. Popular Ergogenic Drugs and Supplements in Young Athletes. Pediatrics. Vol. 117. Num. 3. 2006. p. 577-589.

-Carvalho, T. Guidelines of the Brazilian Society of Sports Medicine: Dietary Changes, Fluid Replacement, Food Supplements and Drugs: Demonstration of Ergogenic Action and Potential Health Risks. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 9. Num. 2. 2003. p. 57-68.

-Casey, A.; Greenhaff, P.L. Does Creatine Supplementation Play a Role in Skeletal Muscle Metabolism and Performance? American Journal of Clinical Nutrition. Vol. 72. Num. 2. 2000. p. 607S-17S.

-Chromiak, J.A.; Antonio, J. Use of Amino Acids as Growth Hormone Releasing Agents by Athletes. Nutrition. Vol. 18. Num. 7/8. 2002. p. 657-661.

-Cotugna, N.; Vickery, C.E.; Mcbee, S. Sports Nutrition for Young Athletes. The Journal of School Nursing. Vol. 21. Num. 6. 2005. p. 323-328.

-Cruzat, V.F.; Rogero, M.M.; Borges, M.C.; Tirapegui, J. Aspectos Atuais sobre Estresse Oxidativo, Exercícios Físicos e Suplementação. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 13. Num. 5. 2007. p. 336-342.

-Desjardins, M. Supplement use in the Adolescent Athlete. Current Sports Medicine Reports. Vol. 1. Num. 6. 2002. p. 369-373.

-Fayh, A.P.T.; Silva, C.V.; Jesus, F.R.D.; Costa, G.K. Consumo de Suplementos Nutricionais por Frequentadores de Academias da Cidade de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 35. Num. 1. 2013. p. 27-37.

-Fett, C. Ciência da Suplementação Alimentar. Rio de Janeiro. Sprint. 2002.

-Fleck, S.J.; Kraemer, W.J. Fundamentos do Treinamento de Força Muscular. Porto Alegre: Artmed, 2006. p.472.

-Fujita, A.G.; Silva, Ú.S.L.G.; Navarro, A.C. Consumo de suplementos alimentares entre educadores físicos da cidade de São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 4. Num. 20. 2010. p. 130-138. Disponível em:

-Hallak, A.; Fabrini, S.; Peluzio, M.C. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais em academias da zona sul de Belo Horizonte, MG, Brasil. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 1. Num. 2. 2007. p. 55-60. Disponível em:

-Haraguchi, F.K.; De Abreu, W. C.; Paula, H. Proteínas do Soro do Leite: Composição, Propriedades Nutricionais, Aplicações no Esporte e Benefícios para a Saúde Humana. Revista de Nutrição. Vol. 19. Num. 4. 2006. p. 479-488.

-Kanter, M. Free Radicals and Exercise: Effects of Nutritional Antioxidant Supplementation. Exercise and Sport Sciences Reviews. Vol. 23. Num. 1. 1995. p. 375 397.

-Kelley, G.A.; Kelley, K. S.; Tran, Z.V. Resistance Training and Bone Mineral Density in Women: a Meta-analysis of Controlled Trials. American Journal of Physical Medicine & Rehabilitation. Vol. 1. Num. 80. 2001. p. 65-77.

-Leighton, J.R. Musculação Aptidão Física, Desenvolvimento Corporal e Condicionamento Físico. Rio de Janeiro. Sprint. 1986.

-Lorenzen, J. K.; Molgaard, C.; Michaelsen, K.F.; Astrup, A. Calcium Supplementation for 1 y does not Reduce Body Weight or Fat Mass in Young Girls. American Journal of Clinical Nutrition. Vol. 83. Num. 1. 2006. p. 18-23.

-Magkos, F.; Kavouras, A.S. Caffeine and Ephedrine Physiological, Metabolic and Performance-enhancing Effects. Sports Medicine. Vol. 34. Num. 13. 2004. p. 871-889.

-Marinho, A.; Guglielmo, L.G.A. Atividade Física na Academia: Objetivos dos Alunos e suas Implicações. Anais: Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte. Goiânia. Anais. 1997.

-Maughan, R.J.; King, D.S.; Lea, T. Dietary Supplements. Journal of Sports Sciences. Vol. 22. Num. 1. 2004. p. 95-113.

-Maughan, R.J. Role of Micronutrients in Sport and Physical Activity. British Medical Bulletin. Vol. 55. Num. 3. 1999. p. 683-690.

-Miarka, B.; Luiz, C.C.J.; Interdonato, G.C. Característica da Suplementação Alimentar por Amostra Representativa de Acadêmicos da Área de Educação Física. Movimento & Percepção. Espírito Santo do Pinhal. Vol. 8. Num. 11. 2010. p. 278-288.

-Molgaard, C.; Thomsen, B.L; Michaelsen, K.F. Effect of Habitual Dietary Calcium Intake on Calcium Supplementation in 12-14-y-old girls. American Journal of Clinical Nutrition. Vol. 80. Num. 5. 2004. p. 1422-1427.

-Murer, E. Epidemiologia da Musculação. Saúde Coletiva & Atividade Física: Conceitos e Aplicações Dirigidos à Graduação em Educação Física. Campinas. 2007.

-Nieman, D.C. Exercício e Saúde. São Paulo. Manole. 1999.

-Nissen, S.L; Sharp, R.L. Effect of Dietary Supplements on Lean Mass and Strength Gains with Resistance Exercise: a Meta-Analysis. Journal of Applied Physiology. Vol. 94. Num. 2. 2003. p. 651-659.

-Nissen, S.; Sharp, R.; Ray, M.; Rathmacher, J.A.; Rice, D.; Fuller, J.C.; Connelly, A.S.; Abumrad, N. Effect of Leucine Metabolite Beta-hydroxy-beta-methylbutyrate on Muscle Metabolism During Resistance-exercise Training. Journal of Applied Physiology. Vol. 81. Num. 5. 1996. p. 2095-2104.

-Novaes, J.S. Ginástica em Academia no Rio de Janeiro: uma Pesquisa Histórico-descritiva. Rio de Janeiro: Sprint, 1991. p. 100.

-Paffenbarger, J.R.S.; Hyde, R.T.; Wing, A.L.; Physical Activity, All-cause Mortality, and Longevity of College Allumni. The New England Journal of Medicine. Vol. 314. Num. 10. 1986. p. 605-613.

-Pedroso, R. O Termo Academia de Ginástica: Origem e História. Diadema, 2009. Disponível em: . Acesso em: 18 de junho de 2016.

-Pereira, R.F.; Lajolo, F.M.; Hirschbruch, M.D. Consumo de Suplementos por Alunos de Academias de Ginástica em São Paulo. Revista de Nutrição. Vol. 16. Num. 3. 2003. p. 265-272.

-Prazeres, M.V. A Prática da Musculação e seus Benefícios para a Qualidade de Vida. Monografia. UDESC. Florianópolis. 2007.

-Ransone, J.; Neighbors, K.; Lefavi, R.; Chromiak, J. The Effect of Betahydroxy Beta-methylbutyrate on Muscular Strength and Body Composition in Collegiate Football Players. The Journal of Strength Conditioning Research. Vol. 17. Num. 1. 2003. p. 34-39.

-Reis, M.G.A.; Manzoni, M.; Loureiro, H.M.S. Avaliação do Uso de Suplementos Nutricionais por Frequentadores de Academias de Ginástica em Curitiba. Nutrição Brasil. Vol. 5. Num. 5. 2006. p. 257-262.

-Rocha, L.P.; Pereira, M.V. Consumo de Suplementos Nutricionais por Praticantes de Exercícios Físicos em Academias. Revista de Nutrição. Vol. 11. Num. 1. 1998. p. 76-82.

-Rogero, M.M.; Tirapegui, J. Aspectos Atuais sobre Aminoácidos de Cadeia Ramificada e Exercício Físico. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. Vol. 44. Num. 4. 2008. p. 563-575.

-Ronsen, O.; Sundgot, B.J.; Maehum, S. Supplement use in Nutritional Habits in Norwegian Elite Athletes. Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports. Copenhagen. Vol. 9. Num. 1. 2009. p. 28-356.

-Shephard, R.J. Physical Activity, Fitness, and Health: the Current Consensus. Quest. Vol. 47. Num. 3. 1995. p. 288-303.

-Silva, R. O Treinamento de Força na Manutenção da Saúde. EFDeportes. Buenos Aires. Vol. 10. Num. 70. 2004. p. 1-1.

-Slater, G; Jenkins, D.; Logan, P.; Lee, H.; Vukovich, M.; Rathmacher, J.A.; Hahn, A.G. β-Hydroxy-β-Methylbutyrate (HMB) Supplementation does not Affect Changes in Strength or Body Composition During Resistance Training in Trained Men. International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism. Vol. 11. Num. 3. 2001. p. 384-96.

-Teixeira, C.V.L.S. Musculação: Desenvolvimento Corporal Global. Phorte. 2009.

-Trog, S.D.; Teixeira, E. Uso de Suplementação Alimentar com Proteínas e Aminoácidos por Praticantes de Musculação do Município de Irati-PR. Cinergis. Vol. 10. Num. 1. 2009. p. 43-53.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui