Consumo alimentar e uso de ergogênicos nutricionais por tenistas amadores de Pelotas-RS

  • Renata de Lima Contreira Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.
  • Filipe Andrade de Corrêa Centro Universitário Internacional (UNINTER), Paraná, Brasil.
  • Carla Alberici Pastore Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.
  • Alessandra Doumid Borges Pretto Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.
Palavras-chave: Dieta, Desempenho esportivo, Estado nutricional, Suplemento alimentar, Tênis

Resumo

Introdução e objetivo: O consumo de alimentos saudáveis e uma dieta equilibrada em nutrientes e energia é capaz de suprir as necessidades fisiológicas e atender as demandas nutricionais para o alcance de bons resultados na prática do tênis. Este trabalho objetivou verificar o consumo alimentar e uso de ergogênicos nutricionais por tenistas amadores de Pelotas-RS. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo transversal e descritivo com 73 tenistas de um clube social de Pelotas-RS. Foi aplicado um questionário sobre perfil socioeconômico, hábitos alimentares e uso de recursos ergogênicos. Também foram aferidas as medidas de peso e circunferência da cintura. As análises estatísticas foram realizadas no Stata 14.0®, com nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados: As necessidades energéticas estavam bem abaixo do recomendado (p= 0,0001). Com relação aos macronutrientes, os tenistas apresentaram consumo excessivo de proteínas e lipídeos e insuficiente em carboidratos. Quanto aos micronutrientes, encontrou-se uma ingestão abaixo do recomendado para fibras, potássio, cálcio, magnésio, manganês e vitaminas A, B1, B9, C, D e E, enquanto o consumo de sódio apresentou-se elevado. Da amostra, 21,9% utilizavam ergogênico nutricional, dos quais 43,8% consumiam por conta própria. Discussão: Estudos mostram que os tenistas apresentam balanço energético negativo além disso apresentam ingestão desequilibrada na maioria dos nutrientes. Conclusão: O consumo alimentar da amostra estava inadequado, com diversos nutrientes abaixo da recomendação. O uso de ergogênicos nutricionais foi baixo, constatando-se que sua utilização não se deu por orientação profissional.

Biografia do Autor

Renata de Lima Contreira, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.

Graduanda em Nutrição pela Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.

Filipe Andrade de Corrêa, Centro Universitário Internacional (UNINTER), Paraná, Brasil.

Especialista em Gestão Hospitalar pelo Centro Universitário Internacional - Uninter, Paraná, Brasil.

Carla Alberici Pastore, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.

Doutora em Saúde e Comportamento, Médica pela Universidade Federal de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.

Alessandra Doumid Borges Pretto, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Pelotas-RS, Brasil.

Doutora em Saúde e Comportamento, Professora Adjunta da Faculdade de Nutrição, da Universidade Federal de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

-ABEP. Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa. Critério de Classificação Econômica Brasil, 2018. Disponível em: http://www.abep.org/criterio-brasil.

-Andrade, A.; Casagrande, P.O.; Bevilacqua, G.G.; Pereira, F.S.; Alves, J.F.; Goya, A.L.; Coimbra, D.R. Perfil sociodemográfico, socioeconômico e esportivo de tenistas infanto juvenis brasileiros de elite. Revista Movimento. Vol. 24. Num.1. 2018. p. 65-76.

-Biesek, S.; Alves, L.A.; Guerra, I. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. 3ª edição. Manole. 2015. p. 460.

-Caprio, J.; Machado J.P.; Franco, G.; Manochio, M. Perfil alimentar e antropométrico de um time de atletas de handebol da categoria júnior. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 70. 2018. p. 238-245.

-Cardoso, A.M.S. Nutrição e tênis. Tese de Doutorado. Universidade do Porto. 2006.

-Cozzolino, S. M. F. Biodisponibilidade de nutrientes. 5ª edição. Manole. 2016. p.575-598.

-Cócaro, E. S.; Priore, S.E.; Costa, R.F.; Fisberg, M. Consumo alimentar e perfil antropométrico de adolescentes tenistas. Nutrire: Rev. Soc. Bras. Alim. Nutr. Vol. 37. Num. 3. 2012. p. 293-308.

-DRIS. Dietary reference intakes. Institute of Medicine. National Academy of Sciences. Food and Nutrition Board. Comprehensive DRI tables for vitamins, minerals and macronutrients; organized by age and gender. Includes the 2010 updated recommendations for calcium and vitamin D. National Washington. Academy of Sciences. 2010.

-Fernández, J.F.; Villanueva, A.M.; Pluim, B.; Garcia, B.F. Aspectos físicos y fisiológicos del tenis de competición. Archivos de Medicina del Desporte. Vol. 23. Num. 116. 2006. p. 451-454.

-Gigante, D. P.; Moura, E. C.; Sardinha, L. M. V. Prevalência de excesso de peso e obesidade e fatores associados, Brasil, 2006. Revista de Saúde Pública. Vol. 43. Num. 2. 2009. p. 83-89. 2009.

-Gomes, R. V.; Aoki, M. S. A suplementação de carboidrato maximiza o desempenho de tenistas? Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Num. 1. 2010. p. 67-70.

-Gomes, R. V.; Ribeiro, S.; Veibig, R. F.; Aoki, M.S. Consumo alimentar e perfil antropométrico de tenistas amadores e profissionais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 6. 2009. p.436-440.

-Harris, J. A.; Benedict, F.G. Biometric studies of basal metabolism in man. Carnegie Institute of Washington Publ. 1919. p. 279.

-Hirschbruch, M.D. Nutrição Esportiva: Uma visão prática. 3ª edição. Manole 2014. p.520.

-IBGE. Censo Estatística Cidade de Pelotas. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Vol. 23. 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/pelotas/panorama. Acessado em: 10/10/2018.

-López-Samanés, A.; Moreno-Pérez, V.; Kovacs, M.S.; Pallares, J.G.; Mora-Rodriguez, R.; Ortega, J.F. Use of nutritional supplements and ergogenic aids in professional tennis players. Nutrición Hospitalaria. Vol. 34. Num.6. 2017.p.1463-68.

-McArdle, W. D.; Katch, F. I.; Katch, V. L. Nutrição para o esporte e o exercício. 4ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan. 2016. p. 600.

-Ramires, B.R.; Oliveira, E.P.; Castanho, G.K.F.; Manda, R.M.; Trevisan, M.C. Perfil nutricional de tenistas amadores. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 6. Num 33. 2012. p. 186-192.

-Rezende, F.A.C.; Rosado, L.E.F.; Ribeiro, R.C.L.; Vidigal, F.C.; Vasques, A.C.; Bonard, I.S.; Carvalho, C.R. Ãndice de massa corporal e circunferência abdominal: associação com fatores de risco cardiovascular. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 87. Num. 6. 2006. p. 728-34.

-Sá, C.A.; Bennemann, G.D.; Silva, C.C.; Ferreira, A.J.B. Consumo alimentar, ingestão hídrica e uso de suplementos proteicos por atletas de jiu-jitsu. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 53. 2016. p. 411-418.

-Silva, V.S.; Petroski, E.L.; Souza, I.; Silva, D.A.S. Prevalência e fatores associados ao excesso de peso em adultos do Brasil: um estudo de base populacional em todo território nacional. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 34. Num. 3. 2012.p. 713-726.

-Silva, A.A.; Marins, J.C.B. Consumo e nível de conhecimento sobre recursos ergogênicos nutricionais em atletas. Bioscience Journal. Vol. 29. Num. 4. 2013.p.1038-1048.

-Silva, M.C.; Marins, E.F.; Spieker, C.V. Prática do tênis em idosos: estudo descritivo na cidade de Pelotas-RS, Brasil. Revista do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento. Vol. 19. Num.1. 2014.p.235-248.

-Smailli, I. M. Avaliação nutricional em tenistas profissionais de uma academia de São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num.70. 2018. p. 127-134.

-SBMEE. Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 3. 2003. p.1- 12.

-Teixeira, G.D.T. Perfil nutricional e uso de recursos ergogênicos em trabalhadores de academias da cidade de Pelotas-RS. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas. 2013.

-Welicz, B.; Gonçalves, B.; Santana, E.; Luzano, J.; Dias, T.; Araujo, F.T.; Alvarenga, M. Avaliação nutricional de atletas de Basquetebol. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 10. Num. 60. 2016. p. 645-653.

-WHO. Word Health Organization. Physical status: the use and interpretation of antrophometry. Report of a WHO Expert Committee. p.460. Geneva, 1995.

-WHO. Word Health Organization. The world health report - conquering suffering, enriching humanity Geneva. 1997.

Publicado
2021-05-19
Como Citar
Contreira, R. de L., Corrêa, F. A. de, Pastore, C. A., & Pretto, A. D. B. (2021). Consumo alimentar e uso de ergogênicos nutricionais por tenistas amadores de Pelotas-RS. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 13(83), 1166-1176. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1556
Seção
Artigos Científicos - Original