Comportamento de risco para transtornos alimentares em atletas adolescentes de Natação de Joinville-SC

  • Gisele Stabile Schmoeller Associação Educacional Luterana Bom Jesus (IELUSC), Joinville-SC, Brasil.
  • Sônia dos Santos Toriani Associação Educacional Luterana Bom Jesus (IELUSC), Joinville-SC, Brasil.
  • Juliano Turmina Associação Educacional Luterana Bom Jesus (IELUSC), Joinville-SC, Brasil.
  • Arlene Leite Nunes Univille, Joinville-SC, Brasil.
Palavras-chave: Natação, Esportes aquáticos, Transtornos alimentares, Imagem corporal, Adolescência

Resumo

Os transtornos alimentares, principalmente anorexia nervosa e bulimia nervosa são comportamentos predominantes entre atletas de alto rendimento. A visão social do corpo perfeito, é disseminado pelas mídias sociais, podendo fortalecer o desenvolvimento desse distúrbio psicológico. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo verificar a presença de comportamentos de risco para transtornos alimentares em atletas de natação de uma equipe de alto rendimento de Joinville-SC. Trata-se de um estudo quantitativo do tipo exploratório. Utilizou-se três questionários que verificam a presença de bulimia nervosa (BITE-19), imagem corporal (BSQ) e atitudes alimentares (EAT-26), além da coleta de dados antropométricos. A coleta de dados foi realizada por meio de formulário individual com 12 participantes e tabulados em planilhas eletrônicas Microsoft Office Excel® 2010, utilizando estatística descritiva. Verificou-se que 66,7% (n=8) dos participantes eram do sexo masculino, com classificação de eutrofia em 91,7% dos atletas. Com relação a distorção corporal 41,7% obtiveram alguma distorção, sendo 33,3% (n=1) distorção intensa. Entre os atletas 16,7% apresentaram risco para o desenvolvimento de TA. Em contrapartida, nenhum dos atletas apresentou comportamentos de risco para bulimia, porém três atletas apresentaram comportamentos alimentares não usuais. Portanto, verificou-se que o sexo masculino foi o que mais apresentou alterações comportamentais e risco para possível desenvolvimento de transtornos alimentares, fazendo-se de extrema importância acompanhamento nutricional e psicológico na população de atletas de alto rendimento.

Biografia do Autor

Gisele Stabile Schmoeller, Associação Educacional Luterana Bom Jesus (IELUSC), Joinville-SC, Brasil.
Graduanda em Bacharel de Nutrição pela Faculdade IELUSC.
Sônia dos Santos Toriani, Associação Educacional Luterana Bom Jesus (IELUSC), Joinville-SC, Brasil.

Nutricionista, Mestre em Saúde e Meio Ambiente, Especialista em Nutrição Esportiva.

Referências

-Barbalho, E. R. Avaliação da adequação do consumo de carboidrato em atletas de natação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 49. 2015. p. 60-65.

-Brasil. Ministério da Saúde. Resolução n° 466, de 12 de dezembro de 2012. Considera o respeito pela dignidade humana e pela especial proteção devida aos participantes das pesquisas científicas envolvendo seres humanos. Conselho Nacional em Saúde. Reunião Ordinária. Brasília-DF. 12 de dezembro de 2012.

-Claudino, A. M.; Borges, M. B. F. Critérios Diagnósticos para os Transtornos Alimentares: conceitos em evolução. Revista Brasileira de Psiquiatria São Paulo. Vol. 24. Num. 3. 2002. p. 7-12.

-Cordás, T. A. Transtornos Alimentares: classificação e diagnóstico. Revista de Psiquiatria Clínica. São Paulo. Vol. 31. Num. 4. 2004. p. 154-157.

-Costa, B. Efeitos do jejum intermitente no desempenho físico. TCC de Especialização em Fisiologia do Esporte. Universidade Federal do Paraná. Curitiba. 2018.

-Crescêncio, J. C. Prevalência de Transtornos Alimentares (Bulimia e Anorexia) em Adolescentes do Ensino Médio de uma Escola Privada do Sul do Brasil. TCC Graduação Curso de Nutrição. Faculdade IELUSC. Joinville. 2017.

-Daros, K.; Confortin, F. G. Transtornos alimentares e imagem corporal de mulheres atletas de uma equipe de handebol. UNIEDU. Chapecó. Vol. 1. Num. 1. 2015. p. 1-14.

-DSM-5. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais: DSM-V. 5ª edição. Porto Alegre. Artmed. 2014.

-El Assal, S.; Fernandes, D. C. Imagem corporal e comportamentos de risco para transtornos alimentares em praticantes de exercícios e atletas: evidências científicas. Estudos. Goiânia. Vol. 41. Num. Especial. 2014. p. 31-41.

-Espíndola, C. R.; Blay, S. L. Bulimia e Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica: revisão sistemática e metassíntese. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. São Paulo. Vol. 28. Num. 3. 2006. p. 265-275.

-Fortes, L. S.; Ferreira, M. E. C. Comportamentos de risco para transtornos alimentares em atletas: associação com diversas características. Avaliação Psicológica. Juiz de Fora. Vol. 13. Num. 1. 2014. p. 11-18.

-Gavleta, A. P. Distúrbios alimentares em praticantes de exercício físico. TCC de Educação Física. Universidade Federal do Paraná. Curitiba. 2002.

-Guimarães, K.M.F.; Guerra, F.M.R.M.; Krinski, G.G.; Campiotto, L.G.; Junior, J.M. Transtornos Alimentares: revisão sistemática de artigos científicos. Revista Uningá Review. Maringá. Vol. 16. Num. 1. 2013. p. 22-26.

-Kazapi, I. M.; Ramos, L. A. Z. Hábitos e consumo alimentar de atletas nadadores. Revista de Nutrição. Campinas. Vol. 11. Num. 2. 1998. p. 117-124.

-Krug, D. F.; Magri, P. E. F. Natação: aprendendo para ensinar. São Paulo. All Print Editora. 2012.

-Lopes, F. J.; Souza, E. B. Consequências dos Transtornos Alimentares em Atletas de Alto Rendimento: uma revisão de literatura. Cadernos UniFOA. Edição Especial do Curso de Nutrição. Artigo Original. Rio de Janeiro. 2013.

-Nunes, M. A.; Olinto, M. T. A.; Barros, F. C.; Camey, S. Influência da percepção do peso e do índice de massa corporal nos comportamentos alimentares anormais. Revista Brasileira de Psiquiatria. Vol. 23. Num. 1. 2001. p. 21-27.

-Oliveira, A.; Neto, A. P.; Domingues, D. V. Avaliação da composição corporal de atletas de natação categoria infantil e juvenil feminina. Revista Corpoconsciência. Santo André. Vol. 10. Num. 2. 2006. p. 20-19.

-Oliveira, L. L.; Hutz, C. S. Transtornos alimentares: o papel dos aspectos culturais no mundo contemporâneo. Psicologia em Estudo. Vol. 15. Num. 3. 2010. p. 575 - 582.

-Pimenta, F.; Leal, I.; Maroco, J.; Rosa, B. Validação do Body Shape Questionarie (BSQ) numa amostra de mulheres de meia-idade. Atas do 9° Congresso Nacional de Psicologia da Saúde. Lisboa: Placebo editora. 2012.

-Pivetta, L. A.; Gonçalves-Silva, R. M. V. Comportamento alimentar e fatores associados em adolescentes de Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Caderno de Saúde Pública. Rio de Janeiro. Vol. 26. Num. 2. 2010. p. 337-346.

-Piaia, C. C.; Rocha, F. Y.; Vale, G. D. B. F. G. Nutrição no exercício físico e controle do peso corporal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num. 4. 2007. p. 40-48.

-Prestes, J.; Leite, R. D.; Leite, G. S.; Donatto, F. F.; Urtado, C. B.; Neto, J. B.; Dourado, A. C. Características antropométricas de jovens nadadores brasileiros do sexo masculino e feminino em diferentes categorias competitivas. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. Vol. 8. Num. 4. 2006. p. 25-31.

-Ribeiro, K. S.; Rosa, L. G.; Borges, L. R. L.; Paixão, M. P. C. P. Perfil alimentar de atletas adolescentes nadadores. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 3. Num. 16. 2009. p. 331-339.

-Rombaldi, A. J.; Silveira, M. A.; Borges, L. R. Avaliação nutricional e consumo alimentar de adolescentes praticantes de natação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 427-436.

-Schmidt, E.; Mata, G. F. Anorexia Nervosa: uma revisão. Fractal: Revista de Psicologia. Vol. 20. Num. 2. 2008. p 387-400.

-Souza, D. T. B. S.; Lúcio, J. M.; Araújo, A. S.; Batista, D. A. Ansiedade e alimentação: uma análise inter-relacional. II Congresso Brasileiro de Ciências da Saúde. 2017.

-Silveira, M.A.; Borges, L. C.; Rombaldi, A. J. Avaliação nutricional e consumo alimentar de adolescentes praticantes de natação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 427-436.

-Teixeira, E. M.; Barcelos, A. L. V. Jejum intermitente: uma revisão de literatura. Anais do 10° Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão - SIEPE. Universidade Federal do Pampa. Santana do Livramento. 2018.

-WHO. World Health Organization. BMI-For-Age Boys and Girls. 2007. Disponível em: <https://www.who.int/growthref/cht_bmifa_boys_z_5_19years.pdf?ua=1> Acesso em 28/05/2019.

-Ximenes, R. C. C.; Colares, V.; Bertulino, T.; Couto, G. B. L.; Sougey, E. B. Versão Brasileira do “BITE†Para Uso em Adolescentes. Arquivos Brasileiros de Psicologia. Rio de Janeiro. Vol. 36. Num. 1. 2011. p.1-11.

Publicado
2021-05-19
Como Citar
Schmoeller, G. S., Toriani, S. dos S., Turmina, J., & Nunes, A. L. (2021). Comportamento de risco para transtornos alimentares em atletas adolescentes de Natação de Joinville-SC. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 13(83), 1185-1193. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1564
Seção
Artigos Científicos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##