Associação entre estado nutricional e adesão a dietas da moda de frequentadores de academias de ginástica

  • Rafaela Pacheco da Rosa Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Taís Fátima Soder Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil.
  • Fábia Benetti Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul, Brasil.
Palavras-chave: Dietas da moda, Beleza, Mídia

Resumo

Introdução: A busca por um corpo magro e definido, seguindo padrões impostos pela sociedade, faz com que muitas pessoas sejam adeptas a dietas da moda, modelos dietéticos restritivos e não saudáveis. Objetivo: avaliar a associação do estado nutricional e adesão de dietas da moda de frequentadores de academias de Palmitinho-RS. Materiais e métodos: trata-se de um estudo transversal, quantitativo, descritivo e analítico. Aplicou-se um questionário, com perguntas objetivas em duas academias. Fizeram parte do estudo pessoas com idade entre 18 e 50 anos, de ambos os sexos, totalizando 60 participantes. Realizou-se a aferição do peso e estatura, para cálculo do Ãndice de Massa Corporal e da circunferência da cintura. Resultados e discussão: dos 60 participantes, 12 (20%) realizaram dietas da moda, sendo as mais citadas: jejum intermitente (83%) e dieta low carb e atkins (17%). Comparando os valores de IMC dos participantes que realizam dietas da moda, com os que não realizam, a obesidade foi maior para o grupo que seguiu dietas da moda. A associação entre os valores da CC demonstrou que a maioria (66,6%) dos adeptos às dietas da moda possuem risco para o desenvolvimento de doenças associadas à obesidade. Conclusão: são necessários mais estudos para avaliar repercussões orgânicas das dietas da moda em longo prazo.

Referências

-Araújo, L.M.P.; Fortes, R.C.; Fazzio, D.M.G. Análise do uso de dietas da moda por indivíduos com excesso de peso. Journal of the Health Sciences Institute. Vol.31. Num.4. 2013. p. 388-91.

-Brasil. Ministério da Saúde. Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição: material de apoio para profissionais de saúde / Ministério da Saúde. Universidade Federal de Minas Gerais. Brasília: Ministério da Saúde. 1ª edição. 164 p. 2016.

-Betoni, F.; Zanardo, V.P.S.; Ceni, C. Avaliação de utilização de dietas da moda por pacientes de um ambulatório de especialidades em nutrição e suas implicações no metabolismo. ConScientiae Saúde. Vol. 9. Num.3. 2010. p430-440.

-Caetano, K.A.; Flores, I.A.; Vilarinhos, P.A.P.; Fonseca, D.C.; Martins E.R.T.; Brandão, H.P.; Sousa A.F.R., Silva, L.R.T. Indicadores Antropométricos e Risco Cardiovascular em Universitários: Um Mapeamento da Produção. Revista Cereus. Vol. 10. Num. 1. 2018.

-Caetano, F.; Ikeda, R.K.S.; Silva, R.C. Perfil Nutricional de Praticantes de Atividade de Força. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 13. Num. 80. 2019. p.459-467.

-Castro, J. O problema alimentar brasileiro. Prefácio, Pedro Escudero. São Paulo. Companhia Editora Nacional. 1934.

-Costa, A.C.P.; Torre, M. C. M. D.; Alvarenga, M.S. Atitudes em relação ao exercício e insatisfação com a imagem corporal de frequentadores de academia. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. São Paulo. Vol. 29. Num. 3. 2015. p. 453-64.

-Costa, W. S. A Avaliação do Estado Nutricional e Hábitos Alimentares de Alunos Praticantes de Atividade Física de uma Academia do Município de São Bento do UNA-PE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 6. Num. 36. 2013. p.464-469.

-Farias, S.J.S.S.; Fortes, R. C.; Fazzio, D.M.G. Análise da composição nutricional de dietas da moda divulgadas por revistas não científicas. Revista Nutrire. Vol. 8. Num. 1. 2014.p. 196-202.

-Ferreira, L. S.; Honorato, D.; Stulbach, T.; Narciso, P. Avaliação do IMC como Indicativo de Gordura Corporal e Comparação de Indicadores Antropométricos para Determinação de Risco Cardiovascular em Frequentadores de Academia. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 7. Num. 42. 2013. p.324-332.

-Ferreira, J.A. Utilização de Diferentes Estratégias Nutricionais por Praticantes de Musculação em uma Academia na Região Norte do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 75. Suplementar 1. 2018. p.936-943.

-Guedes, O.S.; Daros, M.A. O cuidado como atribuição feminina: contribuições para um debate ético. Serviço Social em Revista. Vol. 12. Num.1. 2009. p. 122â€134.

-IBOPE. Instituto Brasileiro de Opiniões e estatísticas. 2015. Disponível em: < http://www.ibope.com.br/ptbr/noticias/Paginas/40-das-mulheres-estao-sempretentandoperder-peso.aspx. Acesso em: < dia 24/09/2019.

-Khawandanah, J.; Tewfik, I. Fad Diets: Lifestyle Promises and Health Challenges. Journal of Food Research. Vol. 5. Num. 6. 2016. p. 80-94.

-Kuchkuntla, A.R.; Limketkai, B.; Nanda, S.; Hurt, R.T.; Mundi, M.S. Fad Diets: Hype or Hope? Current Nutrition Reports. Vol. 7.2018. p.310-323.

-Lima, K.V.G.; Bion, F.M.; Lima C.R.; Nascimento, E.; Albuquerque C.G.; Chagas, M.H.C. Valor nutricional de dietas veiculadas em revistas não científicas. Revista Brasileira de Promoção da Saúde. Vol.23. Num.4. 2010. P. 349-357.

-Lima, K.A. Análise do processo de construção de conhecimento de dietoterápico de pacientes diabéticos atendidos no programa saúde da família do município de Araras. Dissertação de Mestrado. Faculdade Ciências Farmacêuticas de Araraquara. Universidade do Estado de São Paulo. 2004.

-Maleski, L.R.; Caparros, D.R; Viebig, R. F. Estado nutricional, uso de suplementos alimentares e insatisfação corporal de frequentadores de uma academia. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 10. Num. 59. 2016. p.535-545.

-Ministério da Saúde, Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico. Estimativas Sobre Frequência e Distribuição Sociodemográfica de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas nas Capitais dos 26 Estados Brasileiros e no Distrito Federal em 2018. Brasília-DF. 2019.

-Nogueira, L.R.; Mello, A.V.; Spinelli, M.G.N.; Morimoto, J. M. Dietas da moda consumidas por desportistas de um clube e academias em São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol.10. Num.59. 2016. p.554-561.

-Obert, J.; Pearlman M.; Obert L.; Chapin S. Popular Weight Loss Strategies: a Review of Four Weight Loss Techniques. Current Gastroenterology Reports. Vol.19. Num. 61. 2017.

-Omar, M.; Nouh, F.; Younis, M.; Younis, M.; Nabil, N.; Elamshity, B.; Ahmad, H.; Elhadad, I.; Elmagri, A. Fad Diet. Asian Food Science Journal. Vol. 8. Num.2. 2019. p.1-11.

-Rodrigues, S.B.; Bueno, M.B. Prática de dietas para perda de peso por estudantes de nutrição de uma instituição de ensino particular de Jundiaí. Revista do Instituto de Ciências da Saúde. Vol. 36. Num. 1. 2018. p. 49-52.

-Santos, L.A.S. Da dieta à reeducação alimentar: algumas notas sobre o comer contemporâneo a partir dos programas de emagrecimento na Internet. Physis: Revista de Saúde Coletiva. Vol. 20. Num. 2. 2010. p.459-474.

-Souto, S.; Ferro-Bucher, J.S.N. Práticas indiscriminadas de dietas de emagrecimento e o desenvolvimento de transtornos alimentares. Revista de Nutrição. Vol. 19. Num.6. 2006. p. 693-704.

-Pereira, G. A. L.; Mota, L.G.S.; Caperuto, É.C.; Chaud, D.M.A. Adesão de Dietas da Moda por Frequentadores de Academias de Musculação do Município de São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 13. Num. 77. 2019. p.131-136.

-Viggiano, C. E. Dietas da moda. Rev. Bras. Ciência e Saúde. Núm. 12. p. 55-56. 2007.

-Witt, J. S. G. Z.; Schneider, A. P. Nutrição Estética: valorização do corpo e da beleza através do cuidado nutricional. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 16. Núm. 9. p. 3909-3916. 2011.

-World Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. WHO Technical Report Series. Geneva. n. 894. 1998 (Technical Report Series. n. 894).

-Yannakoulia, M.; e colaboradores. Dietary modifications for weight loss and weight loss maintenance. Vol. 92. p. 153-162. 2019.

Publicado
2021-07-17
Como Citar
Rosa, R. P. da, Soder, T. F., & Benetti, F. (2021). Associação entre estado nutricional e adesão a dietas da moda de frequentadores de academias de ginástica. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 15(90), 49-60. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1809
Seção
Artigos Científicos - Original