Hidratação e taxa de sudorese em atletas de futsal masculino

Micheli Mayara Trentin, Fernanda Grison Confortin, Clodoaldo Antonio de Sá

Resumo


O estudo avaliou o estado de hidratação e taxa de sudorese dos atletas de futsal profissionais. Foram avaliados 16 atletas, do sexo masculino (idade: 22,87 ± 5,19 anos; massa corporal: 75,5 ± 15,33; e estatura: 1,74 ± 0,07). A avaliação do estado nutricional e hidratação foram realizadas através do método de bioimpedância elétrica, os hábitos de hidratação dos atletas foram avaliados através de um questionário semiestruturado. A taxa de sudorese foi calculada utilizando-se a equação de Fleck e Figueira Junior (1997) durante um treino técnico e tático de alta intensidade e um de baixa intensidade. A análise dos dados evidenciou que todos os atletas apresentaram-se hidratados (água corporal = 65,43 ± 1,31%). A taxa de sudorese e a perda de peso diferiram significativamente (p < 0,05) entre os protocolos de treinamento de alta e baixa intensidade (Taxa de sudorese: 12,98 ± 6,32ml/mim e 8,74 ± 4,03ml/mim; Perda de peso: 0,31 ± 0,21 kg e 0,25 ± 0,21 kg, respectivamente). Os hábitos de hidratação revelaram que 75% dos atletas acreditam que a ingestão de líquidos antes, durante e após o treino e a competição interferem no desempenho da atividade física e 100% deles preocupam-se com o tipo da hidratação, porém apresentam hábitos inadequados de hidratação, antes, durante e após o treinamento ou competições. O treinamento de alta intensidade produziu uma maior perda de peso e maior taxa de sudorese que o treinamento de baixa intensidade. Por outro lado, a ingesta de líquidos e percentual de perda de peso não variaram em função da intensidade de treinamento. Conclui-se que, embora os hábitos de hidratação não sejam adequados, o protocolo utilizado no presente estudo foi eficiente para evitar a desidratação.

 

Abstract 

Hydration and sweat rate in futsal male athletes

The study analyzed the condition of hydration and fee of sweating of futsal professional athletes. Were evaluated 16 athletes, male (age: 22.87 ± 5.19 years; body mass: 75.5 ± 15.33; and stature: 1.74 ± 0.07). The evaluation of nutritional conditions and hydration were realized through the method of bioimpedance, the hydration habits of the athletes were evaluated through of a questionnaire semistructured. The sweating fee was calculated using the equation of Fleck and Figueira Junior (1997) during a technical and tactical training of high intensity and low intensity. The analysis of data showed that all the athletes are shown hydrates (body water = 65.43 ± 1.31%). The fee of sweating and the weight loss differed significantly (p < 0.05) between the training documents of high and low intensity (sweating fee: 12.98 ± 6.32 ml/min and 8.74 ± 4.03 ml/min; weight loss: 0.31 ± 0.21 kg and 0.25 ± 0.21 kg, respective). The habits of hydration revealed that 75% of athletes believe that the ingestion of liquids before, during and after the training and the competition interfere in the performance and 100% them worry with the kind of hydration, although showing inadequate hydration habits before, during and after the training or competition. The high intensity training produces a greater weight loss and the greater sweating fee that low intensity training. On the other hand, the ingestion of liquids and percentage of weight loss not vary as a function of the intensity of the training. Conclude that, although the hydration habits are not adequate, the protocol utilized in the present study was efficient to avoid the dehydration.

Palavras-chave


Reidratação; Performance; Estado nutricional; Perda de peso

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui