Consumo de suplementos alimentares por praticantes de musculação em uma academia de Fortaleza-CE

Abraham Lincoln de Paula Rodrigues, Roberto de Freitas Chaves

Resumo


O uso de suplementos alimentares está cada vez mais comum, seja no alto rendimento ou entre os praticantes de atividades físicas com os mais variados objetivos. O estudo objetivou verificar a incidência do uso de suplementos alimentares em indivíduos que praticam musculação em uma academia de Fortaleza-CE. A amostra foi constituída de 31 indivíduos de ambos os gêneros. De acordo com os resultados verificou-se que 61% (n=19) dos participantes não faz uso de suplementos alimentares, enquanto 39% (n=12) dos entrevistados declarou fazer uso de algum tipo de suplemento alimentar. Constatou-se que os suplementos alimentares mais consumidos foram os proteicos 37% (n=10), em seguida apareceram as vitaminas e minerais 19% (n=5). Dentre os indivíduos que declararam utilizar algum tipo de suplemento alimentar, não se encontrou diferença no que concerne ao gênero no uso entre homens 50% (n=6) e mulheres 50% (n=6). Portanto, conclui-se que a maioria dos entrevistados não consome suplementos alimentares, e dentre aqueles que declararam utilizar, percebeu-se que os suplementos proteicos são os mais consumidos. O estudo identificou que não há diferenças quanto ao consumo de suplementos alimentares entre os sexos.

 

ABSTRACT 

Dietary supplements consumption by body builders in a gym in Fortaleza-CE

The use of dietary supplements is increasingly common, either in high yield or among practitioners of physical activities with very different goals. The study aimed to determine the incidence of the use of dietary supplements in people who practice bodybuilding at a gym in Fortaleza-CE. The sample consisted of 31 individuals of both genders. According to the results it was found that 61% (n=19) of participants does not make use of dietary supplements, while 39% (n=12) of respondents reported use of some type of dietary supplement. It was found that the most consumed food protein supplements were 37% (n=10) then appear as vitamins and minerals 19% (n=5). Among individuals who reported using some form of dietary supplement, no difference was found regarding the kind in use among men 50% (n=6) and women 50% (n=6). Therefore, it’s concluded that the majority of respondents do not consume dietary supplements, and among those who reported they used, it was observed that the protein supplements are the most consumed. The study identified that there are no differences in the consumption of dietary supplements between the sexes.


Palavras-chave


Consumo; Suplementos Alimentares; Musculação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui