Perfil antropométrico e dietético de jogadores de futebol profissional do Noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil

  • Ariélen Ferigollo Universidade Federal de Santa Maria
  • Tayná Corrêa Zancan Graduanda do Curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria –UFSM, Brasil.
  • Jéssica Cristina de Cezaro Nutricionista. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano na Universidade de Passo Fundo – UPF, Brasil.
  • Giovana Cristina Ceni Nutricionista. Docente do curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria –UFSM, Brasil.
Palavras-chave: Avaliação Nutricional, Antropometria, Consumo Alimentar, Esporte

Resumo

Objetivo: avaliar o perfil antropométrico e dietético de uma equipe de futebol profissional. A amostra foi composta por 27 atletas da série A do Campeonato Gaúcho, com faixa etária entre 18 e 34 anos. O perfil antropométrico foi determinado através do peso, altura e da medida das dobras cutâneas, as variáveis nutricionais foram obtidas por meio de uma anamnese e inquérito alimentar. As avaliações foram realizadas durante o período de pré-competição. Os achados da pesquisa evidenciaram uma adequada composição corporal dos atletas. Em relação aos hábitos alimentares, a avaliação da ingestão calórica mostrou que o percentual de consumo diário dos jogadores de futebol foi de 75,41 ± 19,40% das necessidades requeridas para contemplar a demanda energética, podendo influenciar negativamente no desempenho. Quanto à distribuição energética dos macronutrientes foi possível averiguar que a dieta dos jogadores se mostrou hipoglicídica, hiperprotéica e com um alto consumo de colesterol. Já em relação aos micronutrientes, houve um consumo consideravelmente abaixo do recomendado para os minerais cálcio e magnésio, além das vitaminas tocoferol e retinol. Conclui-se que a equipe de futebol apresentou uma dieta nutricionalmente inadequada para a prática da atividade, salientando a importância de uma intervenção nutricional, através de um profissional nutricionista, no planejamento alimentar dos atletas, com o intuito de adequar os hábitos alimentares e potencializar o desempenho esportivo.

 

ABSTRACT 

Anthropometric and dietetic profile of professional football players from Rio Grande do Sul, northwest, Brasil

Football, as others high level sports, requires an adequate nutritional support that meet the required necessities, for both physical performance as to maintaining the various physiological functions. The aim of this study was to evaluate the anthropometric and dietetic profile of a professional football team. The sample was composed of 27 athletes participates of serie A of the Gaúcho Championship. The age range was between 18 and 34 years. The anthropometric profile was determinate by the weight, height and measurement of skin folds, the nutritional variables were obtained through a medical history and dietary survey. All evaluations were performed during the pre-competition period. The research findings showed an adequate body composition of the athletes. As for eating habits, evaluation of caloric intake showed that the percentage of daily football players consumption was 75.41 ± 19.40% of the needs required to contemplate the energy demand, may negatively influence performance. The energy distribution of macronutrients was possible to verify that the diet of the players proved to be hypoglycemic, high protein and high intake of cholesterol. In relation to micronutrients consumption, it was considerably lower than recommended for the minerals calcium and magnesium, as well as vitamins tocopherol and retinol. Therefore, it is concluded that the football team presented a nutritionally inadequate diet for the practice of activity, claiming the importance of a nutritional intervention, through a professional nutritionist, in meal planning of athletes, in order to adequate the eating habits and enhance sports performance.

Referências

-Bernaud, F. S. R.; Rodrigues, T. C. Fibra alimentar: ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Vol. 57. 2013. p.397-405.

-Bizzin, M.; Junge, A.; Bahr, R.; Dvorak, J. Injuries and musculoskeletal complaints in referees: a complete survey in the top divisions of the Swiss Football League. Clinical Journal Sport Medicine. Vol. 19. Num. 2. 2009. p.95-100.

-Capistrano Junior, V. L. M.; Souza, E. P.; Medeiros, L. F.; Brandão, D. C. Avaliação nutricional de atletas profissionais de futebol do Eusébio-Ceará. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 6. Num. 37. 2012. p.535-542. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/449/446>

-Faulkner, J.A. Physiology of swimming and diving. In: Falls, H. Exercise physiology. Baltimore: Academic Press. 1968. p.415-446.

-Federation Internacionale Football Association [internet]. Laws of the game. 2015/2016. Disponível em: <http://resources.fifa.com/mm/document/footballdevelopment/refereeing/02/36/01/11/lawsofthegameweben_neutral.pdf>.

-Fonseca, S. I. Análise da ingestão de macronutrientes em jogadores do profissional B da Sociedade Esportiva Palmeiras. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 4. Num. 13. 2012. p.175-181. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/155/140>

-Guerra, I. P. L. R.; Barros, N. T.; Tirapegui, J. Necessidades dietéticas de jogadores de futebol: uma revisão. Nutrire: Revista Brasileira de Nutrição e Alimentação. Vol. 28. 2004. p.79-90.

-Halliwell, B. Reactive Species and Antioxidants. Redox Biology Is a Fundamental Theme of Aerobic Life. Plant Physiology. Vol. 141. Num. 2. 2006. p.312-322.

-Harris, J. A.; Benedict, F.G. A biometric study of basal metabolism in man. Boston: Washington Carnegie Institution of Washington. 1919.

-Hellwig, J. P.; Otten, J. J.; Meyers, L. D. Dietary Reference Intakes: The Essential Guide to Nutrient Requirements: National Academies Press. 2006.

-Hernandez, A. J.; Nahas, R. M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. 2009. p.2-12.

-Hidalgo, Y. T. E. R.; Martin, B. F. M.; Penaloza, M. R.; Berna, A. G.; Lara P. E.; Berral, R. F. J. Nutritional intake and nutritional status in elite mexican teenagers soccer players of different ages. Nutricion hospitalaria. Vol. 32. Num.4. 2015. p.1735-1743.

- Kreider, R. B.; Wilborn, C. D.; Taylor, L.; Campbell, B.; Almada, A. L.; Collins, R. ISSN exercise & sport nutrition review: research & recommendations. Journal of the International Society of Sports Nutrition. Vol. 7. 2010. p.7.

-Lima-Silva, A. E.; Pires, F. D. O.; Oliveira, F. R.; Kiss, M. A. P. D. M. Lipid Metabolism and energetic expenditure during exercise. Brazilian Journal of Kinanthropometry and Human Performance. Vol. 10. Num. 3. 2008. p.5.

-Lukaski, H. C. Vitamin and mineral status: effects on physical performance. Nutrition. Vol.20. Num. 7. 2004. p.632-644.

- Petroski, E.L. Antropometria: técnicas e padronizações. Blumenau: Nova Letra. 2007.

-Petry, É. R.; Alvarenga, M. L.; Cruzat, V. F.; Toledo, J. O. T. Suplementações nutricionais e estresse oxidativo: implicações na atividade física e no esporte. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 35. 2013. p.1071-1092.

-Philippi, S.; Aquino, R.; Leal, G.; Palma, D.; Oliveira, F.; Escrivão, M. Necessidades e recomendações nutricionais. Palma D, Oliveira FLC, Escrivão MAMS Guia de nutrição clínica na Infância e na adolescência Barueri, SP: Manole. 2009. p.55-67.

-Poortmans, J. R.; Carpentier, A.; Pereira-Lancha, L. O.; Lancha, Jr. A. Protein turnover, amino acid requirements and recommendations for athletes and active populations. Brazilian Journal of Medical and Biological Research. Vol. 45. 2012. p.875-890.

- Prado, W. L.; Botero, J. P.; Guerra, R. L. F.; Rodrigues, C. L.; Cuvello, L. C.; Dâmaso, A. R. Perfil antropométrico e ingestão de macronutrientes em atletas profissionais brasileiros de futebol, de acordo com suas posições. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 12. 2006. p.61-65.

-Reilly, T. D. D. Fitness assessment. In: Reilly, T.; Williams, A.M. editors. Science and football. 2ª ed. London. Routledge. 2003.

-Rodriguez, N. R.; DiMarco, N. M.; Langley, S. Position of the American Dietetic Association, Dietitians of Canada, and the American College of Sports Medicine: Nutrition and athletic performance. Journal of the American Dietetic Association. Vol. 41. Num. 3. 2009. p.509-527.

-Rufino, L. L. Avaliação da ingestão de macronutrientes e perfil antropométrico em atletas profissionais brasileiros de futebol. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. 2013. p.51-56. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/368/360>

-Silva, A. S. R.; Papoti, M.; Pauli, J. R.; Gobatto, C. A. Elaboração de tabelas de percentis através de parâmetros antropométricos, de desempenho, bioquímicos, hematológicos, hormonais e psicológicos em futebolistas profissionais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol.148. 2012. p.148-152.

-Silva, D.; Silva, N. R. M.; Santos, J. A. R. Avaliação dos hábitos de ingestão nutricional de jogadores de Futsal do sexo masculino: estudo com atletas da 1ª, 2ª e 3ª divisão nacional portuguesa. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 4. Num.11. 2012. p.23-37. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/122/119>

-Simão, A. F.; Précoma, D. B.; Andrade, J. P.; Correa, F. H, Saraiva, J. F. K.; Oliveira, G. M. M. I Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia - Resumo Executivo. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 102. 2014. p.420-431.

-Tarnopolsky, M. Protein requirements for endurance athletes. Nutrition. Vol. 20. Num. 7. 2004. p.662-668.

-Tirapegui, J. Nutrição, metabolismo e suplementação na atividade física. 2ª edição. São Paulo. Atheneu. 2012.

-Tostes, D. R.; Paes, S.T.; Raposo, N. R. B.; Chicourel, E. L.; Fochat, R. C. Perfil antropométrico, padrão de refeições e consumo alimentar de atletas de uma equipe profissional de futebol. Lecturas Educación Física y Deportes. Vol. 17. 2012. p.1-15.

-Vitolo, M. R. Nutrição, da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro: Rubio. 2008.

-WHO, World Health Organization. Physical status: the use and interpretation of anthropometry. Geneva: World Health Organization. 1995

Publicado
2017-06-12
Como Citar
Ferigollo, A., Zancan, T. C., de Cezaro, J. C., & Ceni, G. C. (2017). Perfil antropométrico e dietético de jogadores de futebol profissional do Noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 11(64), 467-476. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/834
Seção
Artigos Científicos - Original