O índice de massa corporal e o conhecimento nutricional de atletas universitários masculinos de Futebol e Futsal

  • Miguel Angelo Duarte Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Priscila Antunes Marques Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Rogério da Cunha Voser Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Giovani dos Santos Cunha Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Edson Soares Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Universitários, Futsal, Futebol, Nutrição, Antropometria

Resumo

O objetivo deste estudo de corte transversal, quantitativo e descritivo, foi verificar o índice de massa corporal e o conhecimento nutricional de atletas universitários masculinos de futebol e futsal. Participaram 46 atletas universitários com idade entre 18 e 32 anos, todos do sexo masculino, sendo que 16 são atletas do futebol e 30 do futsal, e atuam nas equipes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. A massa corporal total foi mensurada através de balança antropométrica (marca Filizola Mecânica, capacidade de 150 kg). O índice de massa corporal (IMC) foi calculado a partir da fórmula peso/altura², seguindo a classificação da Organização Mundial da Saúde – OMS. Já para mensurar o conhecimento nutricional, foi usada a escala de conhecimento nutricional, adaptada e traduzida por Scagliusi e colaboradores (2006), com referência na escala utilizada pelo National Health Interview Survey Cancer Epidemiology. Após a aplicação dos questionários e aferição da massa corporal e estatura, os dados foram tabulados no programa Microsoft Excel 2013, e foi realizada a estatística descritiva para se obter a média, o desvio padrão e alguns percentuais. Os resultados encontrados demonstraram que os atletas universitários de futsal e futebol apresentaram em geral um nível de conhecimento nutricional moderado e um IMC de classificação eutrófica. Uma intervenção nutricional e consequente maior nível de conhecimento nutricional por parte dos atletas, podem ser fatores determinantes para um melhor condicionamento físico e para a melhora do desempenho dos atletas universitários.

 

ABSTRACT 

Body Mass Index and the nutritional knowledg of male football and indoor football college athletes

The purpose of this quantitative, descriptive cross-sectional study, was to determine body mass index and nutritional knowledge of football and indoor football male college players. A total of 46 college athletes took part of the study, aged between 18 and 32 years old, all male, being 16 football athletes and 30 indoor football athletes. The subjects came from the Federal University of Rio Grande do Sul teams. Total body mass was measured by using an anthropometric scale (Filizola Mechanics, capacity 150 kg) and body mass index (BMI) was calculated from the formula weight/height2, according to the World Health Organization classification - WHO. As for measuring the nutritional knowledge, a nutritional knowledge grade was applied, adapted and translated by Scagliusi and colleagues (2006), with reference to the one used by the National Health Interview Survey Cancer Epidemiology. The available data, obtained from the grades and measurements, was then tabulated in a Microsoft Excel 2013 worksheet, and descriptive statistics were performed to generate the mean, standard deviation and some percentages. The results showed that the subjects, in general, presented a moderate level of nutritional knowledge and a BMI of eutrophic classification. A nutritional intervention, with consequent higher level of nutritional knowledge among athletes, could be a determining factor for better fitness and performance of college athletes.

Biografia do Autor

Miguel Angelo Duarte, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Bacharel em Nutrição (2014) UNISINOS. Acadêmico em Educação Física pela ESEFID/UFRGS. Atualmente desenvolve atividades de orientação nutricional, prescrição de dietas e suplementação com ênfase em nutrição esportiva. Bolsista do Núcleo de Avaliação da Unidade e Bolsista BIC-UFRGS Iniciação Científica. Possui qualificação internacional concedida pela Sociedade Internacional para Avanço da Cineantropometria (ISAK). Tem como áreas de interesse o esporte, avaliação, cineantropometria e nutrição.
Priscila Antunes Marques, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduanda em Licenciatura Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Possui graduação em Nutrição pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2012). Especialização em Fisiologia do Exercício e Nutrição Esportiva pela Faculdade Sogipa de Educação Física (2013). Possui experiência na área de nutrição esportiva e clínica. Foi bolsista de Avaliação Física pelo Laboratório de Pesquisa do Exercício - LAPEX/ESEF. Atualmente é membro do Programa de Educação Tutorial - PET Educação Física.

Rogério da Cunha Voser, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Ciências da Saúde na PUCRS, em 2006. Mestre em Ciências do Movimento Humano pela Escola de Educação Física da UFRGS, em 1998. Especialista em Ciências do Futebol e do Futebol de Salão pelas Faculdades Integradas Castelo Branco Centro Educacional de Realengo, em 1990. Licenciado em Educação Física pela ESEF-UFPEL, em 1988. Graduado em Fisioterapia pela ULBRA, em 1999. Foi atleta de várias equipes de Futsal do estado, atuou na Espanha, preparador físico do Inter/ULBRA e técnico da equipe juvenil da ULBRA. Tem experiência em escolas do município e particular. Consultor de vários cursos de Graduação e Especialização. É avaliador de Cursos Superiores e.MEC-INEP. Atualmente é Professor Associado nível 1 da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul nas Disciplinas de Futsal, Bases das Práticas Corporais: esporte, Supervisão de estágio do Bacharelado e de TCC1 e TCC2. Na mesma Instituição é coordenador do NAU (Núcleo de Avaliação da Unidade - ESEFID/UFRGS).É um dos lideres do Grupo de Estudos em Esporte (GEE) da UFRGS/CNPQ. É coordenador do Programa Institucional de Bolsa de iniciação à Docência/PIBID - Educação Física da UFRGS. É vice-coordenador da Equipe Colaboradora 18 (RS) do Programa Segundo Tempo do Ministério do Esporte. Desenvolve Projetos de Extensão Universitária na área do Futsal. Já trabalhou também na ULBRA, PUCRS, Facos e São Judas Tadeu/RS. Ministra cursos de Futsal e Iniciação aos Esportes por todo o Brasil (extensão e pós-graduação). Autor dos livros Iniciação ao futsal: abordagem recreativa; Análise das Intervenções Pedagógicas em Programas de Iniciação ao Futsal; A Criança e o Esporte: uma perspectiva lúdica; Futsal: princípios técnicos e táticos; Futsal e a Escola: uma perspectiva pedagógica; Futebol: História, Técnica e Treino de Goleiro; Ensino dos Esportes Coletivos: uma abordagem recreativa; PIBID na Educação Física: uma proposta metodológica e práticas para o ensino do esporte na escola e Futsal: ensino através dos jogos de inteligência e capacidade tática.

Giovani dos Santos Cunha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui Graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS-2004). Especialista em Fisiologia do Exercício (UFRGS-2007). Mestre em Ciências do Movimento Humano (UFRGS-2007), Doutor em Ciências do Movimento Humano (UFRGS-2011) e Pós-doutorando em Child Health & Exercise Medicine Program na McMaster University (2014). Atualmente é professor Adjunto I da Escola de Edução Física (ESEF) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuando como professor de Handebol, Futebol, Teoria e Metodologia do Treinamento Esportivo e Bases das Práticas Corporais-Esportes. Sua linha de investigação compreende Esporte e Saúde, Esporte e Performance, Metodologia do Ensino dos Esportes, focado em crianças e adolescentes. Paralelamente, participa de projetos de pesquisa sobre termorregulação, consumo máximo de oxigênio, força, arquitetura muscular, alometria. Tem experiência como professor de ensino superior ministrando as disciplinas de Fisiologia Aplicada ao Treinamento, Prescrição de Treinamento para Crianças e Adolescentes, Avaliação Física, Medidas e Avaliação. Atuou como professor de Educação Física Escolar no Instituto Federal Farroupilha (2012-2014). Revisor da Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, International Journal of Sports Physiology and Performance, International Journal Sports Medicine e Journal of Sports Science. Tem trabalhado na formação de treinadores e preparadores físicos de esportes coletivos, entre eles o futsal, futebol, voleibol com ênfase em suas categorias de base. Possui experiência na área de Avaliação Física, com ênfase na avaliação Cineantropométrica de atletas de alto rendimento de esportes individuais e coletivos como o Handebol, Voleibol, Futebol, Futsal, Rugby, Basquetebol, Squash, Tênis, Remo, Ginástica, Judô, Kung Fu, Mixed Marcial Arts, Maratona, Natação, Ciclismo e Trialto no Centro Nacional de Excelência Esportiva(CENESP UFRGS - 2001-2011). Possui qualificação internacional concedida pela Sociedade Internacional para Avanço da Cineantropometria (ISAK).

Edson Soares Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Graduado em Produção Sucroalcooleira pela Universidade do Oeste Paulista (2010). Graduando do curso de licenciatura em Educação Física, bolsista de iniciação científica do grupo de pesquisa Locomotion (Mecânica e Energética da Locomoção Terrestre) da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Têm experiencia com corrida. 

Referências

-Alaunyte, I.; Perry, J. L.; Aubrey, T. Nutritional knowledge and eating habits of professional rugby league players: does knowledge translate into practice? Journal of the International Society of Sports Nutrition. Vol. 18. Núm. 12. p.1-7. 2015.

-Araujo Junior, J. H.; Marques, R. F.; Costa, H. A.; Marques, K. R. M.; Almeida, R. B.; Oliveira Junior, M. N. S. Comparação do teste de rast em jogadores de futebol e futsal de nível universitário. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 6. Núm. 34. p.367-71. 2012. Disponível em: <http://www.rbpfex.com.br/index.php/rbpfex/article/view/428/420>

-Araújo, M. M. D.; Buchweitz, M. R. D. Perfil alimentar e avaliação do conhecimento nutricional de jogadoras de esportes coletivos. 2012.

-Castro, N. M. G.; Dáttilo, M.; Lopes, L. C. Avaliação do Conhecimento Nutricional de Mulheres Fisicamente Ativas e sua Associação com o Estado Nutricional. Revista Brasileira de Ciência e Esporte. Vol. 32. Núm. 1. p.161-72. 2010.

-Jessri, M.; RashidKhani, B.; Zinn, C. Evaluation of Iranian college athletes’ sport nutrition knowledge. Int J Sport Nutr Exerc Metab. Vol. 20. p.257-263. 2010.

-Marques, P. A.; Voser, R. C.; Tartaruga, L. A. P. Perfil antropométrico de atletas universitárias de futsal feminino conforme a função tática. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 10. Núm. 56. p.2016-221. 2016. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/628/543>

-Matos, J. A. B.; Aidar, F. J.; Mendes, R. R.; Lômeu, L. M.; Santos, C.A.; Pains, R. Capacidade de aceleração de jogadores de futsal e futebol. Fitness & Performance Journal. Vol. 4. Núm. 7. p.224-228. 2008.

-Médici, B. M.; Caparros, D. R.; Nacif, M. Perfil nutricional de jogadores profissionais de Futsal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Núm. 31. p.6. 2012. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/236/262>

-Nunes, R. F. H.; Almeida, F. A. M.; Santos, B. V.; Almeida, F. D. M.; Nogas, G.; Elsangedy, H. M.; Krinski, K.; Silva, S. G. Comparação de indicadores físicos e fisiológicos entre atletas profissionais de futsal e futebol. Motriz. Vol. 18. Núm. 1. p.104-112. 2012.

-Rêgo, J. T. P. D.; Silva, T. A. L. D.; Medeiros, R. M. V.; Barboza, R. R.; Medeiros, J. A. D.; Dantas, P. M. S.; Miranda, H. F. D. Conhecimento nutricional e estado antropométrico de atletas universitários. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 21. Núm. 6. p.447-450. 2015.

-SBME. Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev Bras Med Esporte. Vol. 15. Núm. 2. 2009.

-Scagliusi, F. B.; Polacow, V.O.; Cordas, T. A.; Coelho, D.; Alvarenga, M.; Phillippi, S. T. Tradução, adaptação e avaliação psicométrica da escala de conhecimento nutricional do National health interview survey cancer epidemiology. Revista de nutrição da PUC CAMP. Vol. 19. Núm. 4. p.425-436. 2006.

-Seabra, M. P.; Fiamoncini, R. L.; Maciel, R.; Navarro, F. Perfil antropométrico, bioquímico e nutricional de jogadores de futebol profissional de um time da cidade de Salvador-Bahia. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. Vol. 3. Núm. 9. p.7. 2011. Disponível em: <http://www.rbff.com.br/index.php/rbff/article/view/101/95>

-Thomas, J. R.; Nelson, J. K.; Silverman, S. Métodos de pesquisa em atividade física. 3ª edição. Porto Alegre. Artmed. 2002.

-WHO. Non communicable diseases country profiles. Geneva, Switzerland: WHO press; 2011. URL: http://www.who.int/nmh/publications/ncd_profiles_repo rt.pdf

-World Health Organization. Physical status: The use and interpretation of anthropometry. Geneva: WHO, 1995. (WHO technical Report Series, n. 854)

-Zawila, L. G.; Steib, C. S. M.; Hoogenboom, B. The female collegiate cross-country runner: nutritional knowledge and attitudes. Journal of athletic training. Vol. 38. Núm. 1. p. 67. 2003.

Publicado
2017-06-12
Como Citar
Duarte, M. A., Marques, P. A., Voser, R. da C., Cunha, G. dos S., & Silva, E. S. (2017). O índice de massa corporal e o conhecimento nutricional de atletas universitários masculinos de Futebol e Futsal. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 11(64), 501-506. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/845
Seção
Artigos Científicos - Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##