Análise da força muscular e escolhas dietéticas de mulheres fisicamente ativas durante o ciclo menstrual

  • Karen Anne Costa Pedregal Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
  • Ketsia Bezerra Medeiros Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
  • João Augusto Castro da Silva Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
Palavras-chave: Exercício, Dieta, Menstruação

Resumo

Milhares de mulheres sofrem mensalmente com a síndrome pré-menstrual, que consiste em sintomas físicos e emocionais que podem interferir nas atividades cotidianas e na prática desportiva, pois muitas relatam dores e indisposição neste período. O presente estudo objetivou avaliar se o período menstrual interfere na força muscular e nas escolhas dietéticas de mulheres fisicamente ativas. A força muscular de dez mulheres praticantes de musculação foi analisada através do teste de 1RM para membros superiores e inferiores, e um recordatório alimentar de 24h foi preenchido em duas fases do ciclo menstrual. Todas as mulheres eram saudáveis e não faziam uso de contraceptivos orais ou injetáveis. Houve aumento significativo da força muscular de membros superiores e inferiores na fase secretora em relação à fase menstrual (p<0,05) e foi observado um consumo significativamente maior do grupo de açúcares e doces na fase menstrual (p<0,05). As oscilações hormonais do período podem ter influenciado tais alterações, as quais não podem ser menosprezadas, pois afetam a disposição física e emocional para a prática desportiva, interferindo também sobre a dieta habitual, com aumento da ingestão de carboidratos simples. Mulheres fisicamente ativas, treinadores e nutricionistas devem estar atentos a essas modificações, para estabelecer estratégias a fim de se evitar sobrecarga de treinamento ou rigidez na dieta, o que pode comprometer o desempenho físico, o sucesso do plano alimentar e até mesmo a saúde dessas mulheres.

 

ABSTRACT 

An analysis of muscular strength and dietary choices for women physically active during the menstrual cycle

Thousands of women suffer from the monthly premenstrual syndrome, consisting of physical and emotional symptoms that can interfere with daily activities and the practice of sports, for many women report pain and malaise during this period. The present study aimed to evaluate whether the menstrual period interferes with muscle strength and the dietary choices of physically active women. The muscle strength of ten women, fitness workout practitioners, was analyzed using the 1RM test for upper and lower limbs, and a 24-hour dietary recall was completed in two phases of the menstrual cycle. All the women were healthy and did not make use of oral or injectable contraceptives. There was a significant increase in muscle strength of upper and lower limbs in the secretory phase comparing to the menstrual phase (p<0,05) and a significantly higher consumption of sweets was observed in the menstrual phase (p<0,05). The hormonal oscillations of the period may have influenced these changes, which cannot be neglected, for they affect physical and emotional mood for practicing sports, also interfering with their usual diet with increased intake of simple carbohydrates. Physically active women, coaches and nutritionists must be alert to these changes in order to develop strategies that will avoid overload training or strictness in the diet, which can compromise physical performance, a successful nutritive plan and even damage these women’s health.

Biografia do Autor

Karen Anne Costa Pedregal, Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
Nutricionista, aluna do curso de pós-graduação em Nutrição Clínica do Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN).
Ketsia Bezerra Medeiros, Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
Professora do Curso de Nutrição do Centro Universitáro do Rio Grande do Norte
João Augusto Castro da Silva, Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)
Educador físico, aluno do curso de Nutrição do Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN)

Referências

-Alberti-fidanza, A.; Fruttini, D.; Servili, M. Gustatory and food habit changes during the menstrual cycle. International Journal for Vitamin and Nutrition Research. Vol. 68. Num. 2. p.149-153. 1998

-Andrade, T. M.; Lauria, A. A.; Marocolo Junior, M. Influência do ciclo menstrual na motivação para a prática de atividades físicas em mulheres de diferentes idades. Journal of the Health Sciences Institute. Vol. 30. Num. 4. p.387-90. 2012.

-Brasil, Ministério da Saúde: Guia Alimentar para População Brasileira. Edição especial. Brasília. 2005.

-Bruinsma, K.; Taren, D. L. Chocolate: Food or Drug? Journal of the American Dietetic Association. Vol. 99. Num. 10. p.1249-1256. 1999

-Celestino, K. S. D.; Santos, I. F.; Santos, A. L. B.; Loureiro, A. C. Comparação da força muscular de mulheres durante as fases do ciclo menstrual. Caderno de Cultura e Ciência, Universidade Regional do Cariri-URCA. Ano VII. Vol. 11. Num. 1. p.43-50. 2012.

-Cross, G. B.; Marley, J.; Miles, H.; Wilson, K. Changes in nutrient intake during the menstrual cycle of overweight women with premenstrual syndorme. British Journal of Nutrition. Vol. 85. Num. 4. p. 457-482. 2001.

-David, A. M.; Di Bella, Z. J.; Berenstein, E.; Lopes, A. C.; Vaisberg, M. Incidência da Síndrome Pré-menstrual na Prática de Esportes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 15. Num. 5. p.330-333. 2009.

-Dye, L.; Blundell, J. E. Menstrual cycle and appetite control: implications for weight regulation. Human Reproduction. Vol. 12. Num. 6. p.1142-1151. 1997.

-Guyton, A. C.; Hall, J. E. Tratado de Fisiologia Médica. 12ª edição. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2011. 1216p.

-Nogueira, C. W. M.; Silva, J. L. P. Prevalência dos Sintomas da Síndrome Pré-Menstrual. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Vol. 22. Num. 6. p.347-351. 2000.

-Oliveira, D. R.; Bicalho, A. H.; Davis, L. G.; Davis, P. S.; Brito, D. A. A.; Santos, L. C. Síndrome pré-menstrual e aspectos relacionados à antropometria e ao comportamento alimentar. O Mundo da Saúde. Vol. 37. Num. 3. p.280-287. 2013.

-Sampaio, H. A. C. Aspectos nutricionais relacionados ao ciclo menstrual. Revista de Nutrição. Vol. 15. Num. 3. p.309-317. 2002.

-Silva, S. M. C. S.; Mura, J. D. P.; Tratado de Alimentação, Nutrição e Dietoterapia. 2ª edição. São Paulo. Roca. 2011. 1309p.

-Simão, R.; Maior, A. S.; Nunes, A. P. L.; Monteiro, L.; Chaves, C. P. G. Variações na Força Muscular de Membros Superior e Inferior nas Diferentes Fases do Ciclo Menstrual. Revista Brasileira de Ciência e Movimento. Vol. 15. Num. 3. p.47-52. 2007.

-Widmaier, E. P.; Raff, H.; Strang, K. T. Fisiologia Humana: os mecanismos das funções corporais. 12ª edição. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2013. 802p.

Publicado
2017-06-18
Como Citar
Pedregal, K. A. C., Medeiros, K. B., & da Silva, J. A. C. (2017). Análise da força muscular e escolhas dietéticas de mulheres fisicamente ativas durante o ciclo menstrual. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 11(64), 507-515. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/847
Seção
Artigos Científicos - Original