Perfil antropométrico, consumo alimentar, uso de recursos ergogênicos e perda hídrica de jogadores de Rugby

Camila Bueno Ferreira Duarte, Greicy Santini Streit, Márcia Keller Alves

Resumo


Introdução: O Rugby tem como objetivo fazer a maior pontuação, durante duas partidas de 40 minutos. Por ser um esporte de alta intensidade de esforço físico gera desgaste nutricional, o qual pode levar a problemas de saúde, desidratação e queda de rendimento. Objetivo: O objetivo do estudo foi avaliar o perfil antropométrico, o consumo alimentar e o uso de recursos ergogênicos pelos atletas, além da perda hídrica de jogadores de Rugby. Materiais e Métodos: Estudo transversal descritivo realizado com o time de Rugby da cidade de Caxias do Sul. Foram avaliados perfil antropométrico, consumo alimentar, uso de recursos ergogênicos e perda hídrica após um jogo de treino. Os dados foram analisados descritivamente. Resultados: A amostra foi constituída de 30 jogadores adultos, com idade média de 27 anos. A avaliação antropométrica mostrou que os atletas se encontram com sobrepeso, o percentual de gordura corporal está elevado somente no sexo masculino, enquanto que as mulheres apresentam a circunferência média da cintura considerada de risco para complicações metabólicas. O consumo alimentar, em termos de valor energético e distribuição dos macronutrientes e micronutrientes, ficou aquém do recomendado, exceto para proteína, gordura e sódio. Todos os atletas fazem uso de recursos ergogênicos. A perda hídrica nesta população foi insignificante. Conclusão: Ainda que o time tenha à sua disposição atendimento médico, verifica-se a importância a realização de avaliações periódicas e acompanhamento nutricional com profissional qualificado e especializado em nutrição esportiva, de modo a alcançar os padrões alimentares recomendados e, consequentemente, o desempenho físico e esportivo.

 

ABSTRACT 

Anthropometric profile, food consumption and use of ergogenics and dehydration of Rugby players

Introduction: The Rugby team aims to make the highest score during two matches of 40 minutes. Being a high intensity sport of physical exertion generates nutritional wasting, which can lead to health problems, dehydration and decreased performance. Aim: The aim of this study was to evaluate the anthropometric profile, food intake and the use of ergogenic resources by the athletes, as well as water loss of Rugby players. Materials and Methods: Descriptive cross-sectional study carried out with Rugby players from Caxias do Sul. The anthropometric profile (weight, height, body mass index, waist circumference and skinfolds), food intake, ergogenic resources and water loss after a training game were evaluated. The data were analyzed descriptively. Results: The sample consisted of 30 adult players with a mean age of 27 years. The anthropometric evaluation showed that the athletes are overweight, but the percentage of body fat is only high in males, while the women have the average waist circumference considered as a risk for metabolic complications. The food intake of the players, in terms of energy value and distribution of macronutrients and micronutrients, fell short of the recommended, except for protein, fat and sodium. All athletes use ergogenic resources. The water loss in this population was insignificant. Conclusions: Although the team has medical support, it is extremely important to carry out periodic evaluations and nutritional monitoring with a qualified professional, specialized in sports nutrition, to reach the recommended food standards and, consequently, the physical performance and sports.


Palavras-chave


Futebol americano; Antropometria; Suplementação Alimentar; Hidratação

Texto completo:

PDF

Referências


-American College of Sports Medicine. Joint Position Statement: Nutrition and Athletic Performance. Medicine & Science in Sports & Exercise. Vol. 48. Núm. 3. p. 543-568. 2016.

-Bernardot D. Advanced Sport nutrition. 2006. Disponível em:

-Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 196 de 1996 e 466 de 2012. Dispõe sobre a aprovação das diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Acesso em: 10/11/2016. Disponíveis em: e

-Brasil. Ministério da Saúde. Portaria no 32, de 13 de janeiro de 1998. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprova o regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade de suplementos vitamínicos e ou de minerais. Diário Oficial da União. 15/01/1998.

-Domingues, S.F.; Marins, J.C.B. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em Belo Horizonte-MG. Fitness e Performance Journal. Vol. 6. Núm. 4. p. 218-226. 2007.

-Ferracine, K. C. C.; Viero, M. M.; Ravazzani, E. D. A. Avaliação de práticas alimentares, perfil nutricional e uso de suplementos nutricionais em atletas de rúgbi. TCC de Bacharelado. Universidades Integradas do Brasil-UNIBRASIL. Curitiba. 2011.

-Ferranti, L.T.; Ballard, C.R.; Baratto, I.; Novelo, D. Avaliação Nutricional e consumo alimentar de atletas de Rugby. Rev da UVRV. Vol. 13. Núm. 1. p. 473-485. 2015.

-Gabbett, T.J.; Jenkins, D.G.; Abernbethy, B. Physical demands of professional rugby league training and competition using microtechnology. J Sci and Med Sport. Vol.1 5. p. 80-86. 2012.

-Lopes, A.L.; Pinheiro, E.S.; Cunha, G.S.; Sapata, K.; Martins, J.B.; Carteri, R.B.; Ribeiro, G.S.; Cardoso, MS. Análise da composição corporal e da capacidade aeróbia em jogadores de Rugby. EFDeportes.com. Ano 16. Núm. 158. 2011a.

-Lopes, A.L.; Sant’Ana, R.T.; Baroni, B.M.; Cunha, G.S.; Radaelli, R.; Oliveira, Á.R.; Castro, F.S. Perfil antropométrico e fisiológico de atletas brasileiros de "rugby". Rev. Bras. Educ. Fís. Esporte. Vol. 25. Núm. 3. p. 387-395. 2011b.

-Mendes, E.L.; Junior, R.A.; Andaki, A.C.R.; Junior, M.M.; Simim, M.A.M.; Mota, G.R. Ergogênicos nutricionais e desempenho no Rugby: revisão sistemática. Arq Cien Esp. Vol. 14. Núm. 1. p. 19-27. 2013.

-Portal do Rugby. História do Rugby. 2016. Disponível em:

-Santos, F. G.; Rossi, L.; Avaliação antropométrica de atletas de rugby. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 5. Núm. 27. p. 224-229. 2011. Disponível em:

-Schneider, C.; Machado, C.; Laska, S.M.; Liberali, R. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercício físico em academias de musculação de Balneário Camboriú-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 2. Núm. 11. p. 307-322. 2008. Disponível em:

-Scott, A.C.; Roe, N.; Coasts, A.J.; Piepoli, M.F. Aerobic exercise physiology in a professional rugby union team. Int J Cardiol. Vol. 87. Núm. 2-3. p. 173-177. 2003.

-Silva, F.I.C.; Santos, A.M.L.; Adriano, L.S.; Lopes, R.S.; Vitalino, R.; As, N.A.R. A importância da hidratação hidroeletrolítica no esporte. R. Bras. Cien e Mov. Vol. 19. Núm. 3. p. 120-128. 2011.

-Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comparação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev Bras Med Esporte. Vol. 15. p. 3-12. 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui