Perfil antropométrico, uso de recursos ergogênicos e perda hídrica de jogadores de Futebol americano

Évylin Afonso, Márcia Keller Alves

Resumo


Introdução: O futebol americano consiste em um jogo de conquista de território, tático e estratégico, que se dá em uma série de jogadas de curta duração. O bom desempenho dos atletas durante uma competição dependerá da estabilidade entre alimentação e treino, reposição hídrica e de nutrientes, determinados pela intensidade e duração de um evento, além da influência da temperatura ambiente e de suas vestimentas. Objetivo: Avaliar o perfil antropométrico, o uso de recursos ergogênicos e a perda hídrica de jogadores de Futebol Americano. Materiais e Métodos: Tratou-se de um estudo descritivo realizado com o time de futebol americano de Bento Gonçalves, RS. Foram avaliados o perfil antropométrico (peso, estatura, índice de massa corporal, circunferência da cintura e dobras cutâneas), o uso de recursos ergogênicos e perda hídrica após três dias de treinos. Os dados foram tabulados em planilha do software Excel e analisados descritivamente. Resultados: Participaram do estudo 36 jogadores. As variáveis antropométricas classificaram a maioria dos indivíduos como sobrepeso e o percentual de gordura classificou como bom, assim como a média da circunferência da cintura que se encontrou dentro da normalidade. 100% dos atletas utilizam maltodextrina e 30,55% fazem uso de suplementação, principalmente de suplementos proteicos. Em relação à perda hídrica, foi encontrada hidratação suficiente. Conclusão: O perfil antropométrico encontrado pode afetar diretamente o rendimento das corridas e o desempenho nos treinos e jogos. Deste modo, sugere-se a importância da nutrição como componente fundamental de rendimento destes atletas e a indispensável realização de avaliações periódicas com profissionais qualificados.

 

ABSTRACT 

Anthropometric profile, use of ergogenic resources and water loss of american football players

Introduction: American football consists of a strategic-tatic territory conquest, which takes place in a series of short plays. The good performance of the athletes during a competition will depend on the stability between feeding and training, water and nutrient replacement, determined by the intensity and duration of an event, besides the influence of the ambient temperature and their clothes. Aim: To evaluate the anthropometric profile, the use of ergogenic resources and the water loss of American football players. Materials and Methods: This was a descriptive study conducted with the American football team of Bento Gonçalves, RS. The anthropometric profile (weight, height, body mass index, waist circumference and skinfolds), the use of ergogenic resources and water loss after three days of training were evaluated. Data were tabulated in Excel spreadsheet and analyzed descriptively. Results: 36 players participated in the study. The anthropometric variables classified the majority of the individuals as overweight and the percentage of fat classified as good, as well as the average waist circumference that was found within the normal range. 100% of athletes use maltodextrin and 30.55% use supplementation, mainly protein supplements. In relation to water loss, sufficient hydration was found. Conclusion: The anthropometric profile found can directly affect race performance and performance in training and games. Thus, the importance of nutrition as a fundamental component of the athletes' performance is indicated, as well, as the need for regular evaluations with qualified professionals.


Palavras-chave


Futebol americano; Antropometria; Recursos Ergogênicos; Hidratação

Texto completo:

PDF

Referências


-Bass, T. Football Skills & Drills. Champaign. Human Kinetics. 2004.

-CFN, Conselho Federal de Nutricionistas. Resolução N° 334/2004. 2004. Disponível em: < http://www.cfn.org.br>. Acesso em: 05/09/16.

-Coritiba Crocodiles. 2016. Disponível em: http://www.coritibacrocodiles.com.br. Acesso em: 04/09/2016.

-Fernandes, W.N.; Machado, J.S. Uso de Suplementos Alimentares por Frequentadores de uma Academia do Município de Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 10. Num. 55. 2016. p. 59-67. Disponível em:

-Ferranti, L.T.; Ballard, C.R.; Baratto, I.; Novello, D. Avaliação Nutricional e Consumo Alimentar de Atletas de Rugby. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, Vol. 13. Num. 1. 2015. p. 473-485

-Jackson, A.S.; Pollock, M.L.; Ward, A. Generalized equations for predicting body density of women. Med Sci Sports Exerc. 1980.

-Leão, L.; Rossi, L. Avaliação Hídrica de Atletas de Rugby. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 5. Num. 27. 2011.

-Lopes, A.L.; Sant’ana, R.T.; Baroni, B.M.; Cunha, G.S.; Radaelli, R.; Oliveira, A.R.; Castro, F.S. Perfil antropométrico e fisiológico de atletas brasileiros de “rugby”. Revista Brasileira de Educ. Fís. Esporte. Vol. 25. Num. 3. 2011. p. 387-395.

-Mendes, E.L.; Junior, R.A.; Andaki, A.C.R.; Junior, M.M.; Simim, M.A.M.; Mota, G.R. Ergogênicos nutricionais e desempenho no rugby: revisão sistemática. Arquivos de Ciências do Esporte. Vol. 2. Num. 1. 2015.

-Naves, A.C.V.S.; Isizuka, K.M.; Ruas, M.O.; Ramada, R.A.; Nacif, M. Avaliação Nutricional de Jogadores de Rugby. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 10. Num. 60. 2016. p. 612-618. Disponível em:

-Oliveira, S.F.; Riboldi, B.P.; Alves, M.K. Conhecimento sobre Nutrição Esportiva, uso e indicação de suplementos alimentares por educadores físicos de Caxias do Sul-RS. RBNE-Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, Vol. 11. Num. 62. 2017. p. 141-149. Disponível em:

-Perrella, M. M.; Noriyuk, P. S.; Rossi, L. Avaliação da perda hídrica durante treino intenso de rugby. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 11. Num. 4. 2005. p. 229-232.

-Pinto, S.I.F.; Berdacki, V.A.; Biesek, S. Avaliação da perda hídrica e do grau de conhecimento em hidratação de atletas de futebol americano. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 45. 2014. p. 171-179. Disponível em:

-Rondinelli, P. Futebol Americano. Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 05/09/2016.

-Schneider, P.; Benedetti, G.; Meyer, F. Força muscular de atletas de voleibol de 9 a 18 anos através da dinamometria computadorizada. Rev Bras Med Esporte. Vol. 10. Num. 2004. p. 85-91.

-Schneider, L.; Bennemann, G. D.; Ballard, C. R.; Trindade, M. C. C. Avaliação de conhecimentos em nutrição e de hábitos alimentares por profissionais educadores físicos no município de Guarapuava-Paraná. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, v. 8. Núm. 43. 2014. p. 65-73. Disponível em:

-Vieira, A.C.S.; Biesek, S. Avaliação do consumo de recursos ergogênicos nutricionais por praticantes de artes marciais em uma academia da cidade de Curitiba-PR. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 9. Num. 53. 2016. p. 454-462. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui