Uso de suplementos nutricionais por frequentadores de uma academia em Rio Pomba-MG

Gilvan Vieira Santana, Victor Neiva Lavorato, Filipe Rios Drummond, Leôncio Lopes Soares

Resumo


O objetivo do presente estudo foi verificar o uso de suplementos nutricionais de adultos praticantes de exercícios físicos de uma academia de Rio Pomba – MG. Para isso, foi aplicado um questionário a fim de evidenciar o suplemento mais usado, quem indicou, o uso correto e a finalidade do uso. Verificou-se que o suplemento mais consumido foi Whey Protein (46,5%), e a maior frequência foi de 4 a 6 vezes na semana (50%). A indicação do uso de suplementos foi feita em 40% das vezes pelo educador físico. A maior parte dos consumidores (43,5%) gasta de R$ 51,00 a R$ 75,00 por mês. Observou-se que 52,5% dos participantes frequentam academia há mais de 1 ano, com 60% tendo frequência semanal de 3 a 6 horas de prática. O principal objetivo do uso de suplementos foi ganho de massa corporal (58,1%). Conclui-se que o consumo de suplementos nutricionais por parte dos avaliados foi muito alto, sendo necessária a devida orientação quanto ao seu uso, a fim de que não ocorra consumo excessivo ou errôneo.

 

ABSTRACT 

Use of nutritional supplements by attendants of an gym in Rio Pomba-MG

The aim of the present study was to verify the use of nutritional supplements of adults practicing physical exercises at a Rio Pomba - MG gym. For this, a questionnaire was applied to evidence the most used nutritional supplement, who indicated, the correct use and the purpose of the use. It was found that the most consumed nutritional supplement was Whey Protein (46.5%), and the highest frequency was 4 to 6 times a week (50%). The indication of the use of supplements was made 40% of the time by the physical educator. Most consumers (43.5%) spend from R$ 51.00 to R$ 75.00 per month. It was observed that 52.5% of participants attended gym for more than 1 year, with 60% having weekly frequency of 3 to 6 hours of practice. The main objective of the use of supplements was body mass gain (58.1%). It is concluded that the consumption of nutritional supplements by the evaluated ones was high, being necessary the proper orientation in its use, in order that no excessive or erroneous consumption occurs.


Palavras-chave


Academia de musculação e ginástica; Suplementos nutricionais; Exercício Físico

Texto completo:

PDF

Referências


-Alves C.; Lima, R.V.B. Uso de suplementos por adolescentes. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro. Vol. 85. Num. 4. 2009. p. 287-294.

-Fayh, A.T.; Silva, C.V.; Jesus, F.R.D.; Costa, G.K. Consumo de suplementos nutricionais por frequentadores de academias da cidade de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Brasília. Vol. 35. Num. 1. 2013. p. 27-37.

-Gualano, B.; Ugrinowitsch, C.; Seguro, A.C.; Lancha-Junior, A.H. A suplementação de creatina prejudica a função renal? Revista Brasileira de Medicina do Esporte. São Paulo. Vol. 14. Num. 1. 2008. p. 68-73.

-Haraguchi, F.K; Abreu W.C.; Paula, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Revista de Nutrição. Campinas. Vol. 19. Num. 4. 2006. p. 479-484.

-Marchioro, E.M.; Benetti, F. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de musculação em academias do município de Tenente Portela-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 49. 2015. p. 40-52. Disponível em:

-Porter, D.V. Dietary supplement: recent chronology and legislation. Nutrition Reviews. Vol. 53. Num. 2.1995. p. 31-36.

-Schneider, C.; Machado, C.; Laska, S.M.; Liberali, R. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercício físico em academias de musculação de Balneário Camboriú-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 2. Num. 11. 2008. p. 307-322. Disponível em:

-Silva, A.A.; Marins, J.C.B. Consumo e nível de conhecimento sobre recursos ergogênicos nutricionais em atletas. Bioscience Journal. Uberlândia. Vol. 29. Num. 4. 2013. p. 1038-1048.

-Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos à saúde. Diretriz da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 9. Num. 2. 2009. p. 1-13.

-Sussman, K. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercício físico em academia na Zona Sul do Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 7. Num. 37. 2013. p. 35-42. Disponível em:

-Vieira, J.A.T.; Marchiori, J.M.G. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por praticantes de atividade física do município de Monte Azul Paulista. Revista Fafibe. Bebedouro. Vol. 7. Num. 1. 2014. p. 1-13.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui