Análise de características e conformidade de legislação vigente de suplementos alimentares de BCAAs no e-commerce do mercado brasileiro

  • Gabriela Willers Escola de Ciências da Saúde e da Vida, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre-RS, Brasil.
  • Isabela Pereira Sangaletti Escola de Ciências da Saúde e da Vida, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre-RS, Brasil.
  • Giuseppe Potrick Stefani Escola de Ciências da Saúde e da Vida, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre-RS, Brasil.
Palavras-chave: Aminoácidos de Cadeia Ramificada, Suplementos Nutricionais, Comércio Eletrônico

Resumo

Os aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs) ganharam muita popularidade nos últimos anos pelos praticantes de exercícios físicos e são facilmente encontrados em sites de e-commerce. A venda online está em uma crescente e a necessidade de informações sobre os produtos e suas composições é de grande importância tanto para os profissionais nutricionistas, quanto para o público em geral. O presente estudo teve como objetivo analisar os rótulos e composição dos suplementos de BCAA comercializados no e-commerce brasileiro de acordo com as normas da ANVISA. Trata-se de uma pesquisa nos quais os produtos foram selecionados em diversos sites de vendas do Brasil, organizados em um banco de dados e avaliados de acordo com a RDC 239 de 26 de julho de 2018 e a Instrução Normativa Nº28 de 26 de julho de 2018.  Adicionalmente, foi realizada uma análise estatística descritiva dos BCAAs. A maioria dos produtos nacionais e importados apresentaram inconformidade de acordo com a legislação vigente de rotulagem, enquanto com relação às quantidades de BCAA por porção, os produtos nacionais demonstraram maior concentração. Portanto, para que o comprador obtenha corretamente todas as informações essenciais, há necessidade de maior disponibilidade de informações nos sites, fiscalização dos produtos e que mais estudos sejam realizados para contribuir com evidências as informações.

Biografia do Autor

Giuseppe Potrick Stefani, Escola de Ciências da Saúde e da Vida, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Porto Alegre-RS, Brasil.

Possui Graduação em Nutrição pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Especialização em Nutrição Clínica e Esportiva pelo Instituto de Pesquisas e Gestão em Saúde (iPGS), Mestrado em Ciências da Saúde com ênfase em Fisiologia e Fisiopatogênese (UFCSPA) e Doutorado em Ciências da Reabilitação com ênfase em Fundamentação da Reabilitação Cardiopulmonar e Metabólica (UFCSPA). Atualmente é docente de graduação da Escola de Ciências da Saúde e da Vida da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Também é coordenador do curso de Especialização em Nutrição Esportiva pela PUCRS. Tem experiência na área de Nutrição Esportiva com ênfase em Fisiologia do Exercício, Fisiologia Cardiovascular atuando principalmente nos seguintes temas: suplementação, aminoácidos, treinamento de força, treinamento aeróbio, estresse oxidativo e insuficiência cardíaca. Atualmente é revisor de periódicos nacionais e internacionais como The Journal of Nutrition, PLoS One, Journal of Physiology and Biochemistry, Biology Open, Ecological Indicators, Toxicology Mechanisms and Methods e International Journal of Cardiology. Possui qualificação internacional concedida pela Sociedade Internacional para Avanço da Cineantropometria (ISAK), sendo cineantropometrista nível II.

Referências

-ANVISA. Suplementos Alimentares. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 2018 http://portal.anvisa.gov.br/suplementos-alimentares

-Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais. Abenutri na Brasil Trading fitness fair 2018. 2018 http://www.abenutri.org/abenutri-na-brasil-trading-fitness-fair-2018/

-Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais. Panorama do setor industrial nacional de suplementos alimentares. BRASNUTRI. 2.2017

http://brasnutri.org.br/arquivos/numeros_setor/2017_atualizado.pdf

-Bombarda, F.; Rocha, D. A espetacularização dos corpos whein protein: as propagandas de suplementos e o fenômeno de objetificação. 2020. Educação, Escola & Sociedade. https://doi.org/10.46551/ees.e202003

-Carvalho, B. G.; Souza, E. B. Análise de rótulos de BCAA comercializados no município de Volta Redonda-RJ. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 49. 2015.

-Cruz, M. S.; Bernal, R. T. I.; Claro, R. M. Tendência da prática de atividade física no lazer entre adultos no Brasil (2006-2016). Cadernos de Saude Publica. Vol.34. Num.10. 2018.

-Ferreira, A. B.; Lima, V. A.; Souza, W. C. Mascarenhas, L. P. G.; Leite, N. Quais os suplementos alimentares mais utilizados? Cinergis. Vol.17. Num.1. 2016.

-Freitas, H. R.; Bizarello, T. B.; Romano, U. S.; Santana, P. G. B. S.; Haubrich, R.; Castro, I. P. L. Avaliação da rotulagem e informação nutricional de suplementos protéicos importados no Brasil. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 49. 2015.

-Nielsen. E-commerce fatura R$53,2 bilhões em 2018, alta de 12%. 2019. https://www.nielsen.com/br/pt/insights/article/2019/e-commerce-fatura-53-bilhoes-em-2018-alta-de-12-por-cento/

-Nuernberg, A. E.; Figueiredo, T. C. S. B.; Thomazzelli, F. C. S. Análise dos rótulos de suplementos para atletas comercializados em Blumenau-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 72. 2018.

-Pereira Júnior, M. Efeito da suplementação de aminoácidos de cadeia ramificada no desempenho físico humano. Revista Brasileira de Nutriçao Esportiva. São Paulo. Vol.10. Num. 56. 2016. p.157-164.

-Santos, C. S.; Nascimento, F. E. L. Consumo isolado de aminoácidos de cadeia ramificada e síntese de proteína muscular em humanos: uma revisão bioquímica. Einstein. São Paulo. Vol. 17. Num.3. 2019.

-Lei No 8.234. 1991. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1989_1994/L8234.htm

-Weber, M. G.; Brandt, R.; Olivoto, R. R.; Flores, L. J. F. Musculação e suplementação: perfil dos consumidores de suplementos alimentares nas academias de Palotina-PR. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 10. 2018. http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1154/825

Publicado
2021-07-17
Como Citar
Willers, G., Sangaletti, I. P., & Stefani, G. P. (2021). Análise de características e conformidade de legislação vigente de suplementos alimentares de BCAAs no e-commerce do mercado brasileiro. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 15(90), 1-8. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1794
Seção
Artigos Científicos - Original