Hábitos alimentares e perfil antropométrico de atletas de ginástica rítmica

  • Marco Antonio Coelho Bortoleto Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
  • Maria Luisa Bellotto Metrocamp - Faculdades Metropolitanas de Campinas
  • Flora Gandolfi Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Palavras-chave: Alimentação, Nutrição Esportiva, Antropometria, Ginástica Rítmica

Resumo

Este estudo apresenta o perfil antropométrico e alimentar de atletas de Ginástica Rítmica de nível competitivo regional com idade entre 10 e 14 anos, que compõem duas equipes (A e B) que se diferenciam entre o número de horas e número de sessões de treinamento por semana. A coleta de dados consistiu de uma avaliação antropométrica, da avaliação dietética mediante a aplicação do questionário de frequência alimentar e do registro alimentar de três dias; e um questionário aplicado às treinadoras sobre a orientação nutricional oferecida às atletas. Foi observada a falta de homogeneidade em relação aos aspectos antropométricos, condição típica de atletas iniciantes, embora todas as ginastas se apresentem dentro dos padrões normais de peso e altura para a idade. Com respeito ao consumo alimentar a equipe A apresenta uma média de consumo adequada para os carboidratos, porém elevada para proteínas e gorduras (6,9; 2,97 e 2,63 g/kg/dia respectivamente), enquanto a equipe B uma média de consumo mais próximos aos valores recomendados de macronutrientes para a população atleta (5,48; 1,82 e 1,55 g/kg/dia respectivamente). Entre os erros alimentares se evidencia a baixa ingestão de água, vegetais, frutas in natura e ovos e elevado consumo de embutidos. As atletas não possuem acompanhamento de um profissional em nutrição esportiva, ficando a cargo das treinadoras o aconselhamento nutricional. Conclui-se que é necessário realizar uma intervenção nutricional para a conscientização das treinadoras, ginastas e responsáveis quanto à necessidade de uma alimentação adequada para a melhora do desempenho esportivo, manutenção da saúde e crescimento saudável.

 

ABSTRACT

Eating habits and anthropometric assessment of rhythmic gymnasts

This study presents the anthropometric profile and the eating habits of rhythmic gymnasts of competitive level, aged from 10 to 14 years old, part of two different teams A and B, team A have more hours and days per week of practice than team B. The anthropometric data assessment included weight, height and skin fold measurement, for the nutritional assessment a food frequency questionnaire and three days food record has been applied. A questionnaire was also applied for coaches in order to know if they give athletes nutrition guidance. A lack of homogeneity of the anthropometric data has been observed among the athletes, a typical feature in young gymnasts, although they were classified in ideal weight and height for age. The eating habits of athletes from team A shows an adequate intake of carbohydrates, but high intake of proteins and fat (6,9; 2,97 e 2,63 g/kg/day respectively), while team B presents a consume closer to the recommendations for active people (5,48; 1,82 e 1,55 g/kg/day respectively). Nutritional mistakes had been noticed in both teams, as: low intake of water, vegetables, fruits and eggs, and a high intake of processed meats. It was found no nutritional counseling and the coaches’ end up responsible of this due. It was concluded the need of sports nutrition intervention in order to instruct coaches, gymnasts and the family on how to improve eating habits, performance and to maintain health.

Biografia do Autor

Marco Antonio Coelho Bortoleto, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Graduado (Licenciatura Plena) em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (1997), Mestrado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2000) e Doutorado em "La investigación en la actividad física y deporte" pela Universidade de Lleida (2004) no Instituto Nacional de Educação Física da Catalunha (INEFC) na Espanha. Professor de Acrobacia na Escola de Circo de Barcelona (Espanha, 2001-2005). Realizou Estágio de Pós-doutorado no Laboratório do Centro de Estudos das Actividades Desportivas - CEAD, da Faculdade de Motricidade Humana (FMH) da Universidade Técnica de Lisboa (UTL - Portugal) (2010-2011). Professor visitante/convidado na Universidad A Coruña (Espanha) em 2011. Atualmente é professor e chefe do Departamento de Educação Física e Humanidades (DEFH) da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Pesquisa na área de Educação Física, com ênfase na Ginástica e no Circo, enfocando nas seguintes temáticas: cultura de treinamento da ginástica artística (antropologia do esporte e etnografia), relações das atividades circenses com a educação física, formação e conceitos da ginástica geral, formação de acrobatas, bem como em estudos fundamentados na Praxiologia Motriz.
Maria Luisa Bellotto, Metrocamp - Faculdades Metropolitanas de Campinas

Bacharelado em Nutrição pela Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), especializada em Nutrição do Esporte pelo Instituto Nacional de Educação Física da Universidade de Barcelona (INEFC-UB). Possui o Diploma de Estudos Avançados (DEA-Master) e Doutorado pela Universidade de Lérida (UdL). Atua como docente da Faculdades Veris em Campinas e como Pesquisadora Colaboradora do FISEX vinculado a faculdade de Educação Física da Unicamp (FEF-UNICAMP).

Publicado
2015-01-31
Como Citar
Bortoleto, M. A. C., Bellotto, M. L., & Gandolfi, F. (2015). Hábitos alimentares e perfil antropométrico de atletas de ginástica rítmica. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 8(48), 392-403. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/493
Seção
Artigos Científicos - Original