Estado nutricional e fatores de risco para transtorno alimentares de bailrarinos

  • Juliana Cimadon Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves
  • Bianca Tavaris Canci Faculdade Nossa Senhora de Fátima
  • Bárbara Pelicioli Riboldi Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Márcia Keller Alves Faculdade Nossa Senhora de Fátima
Palavras-chave: Comportamento alimentar, Dança, Composição corporal

Resumo

Introdução: Transtornos alimentares podem ser definidos como síndromes de comportamento caracterizadas por grandes modificações na conduta alimentar e na distorção da imagem corporal dos indivíduos afetados, sendo a anorexia nervosa e a bulimia nervosa os tipos mais frequentes. Estas síndromes ocorrem em maior número em populações onde o baixo peso corporal é utilizado para obtenção de bons resultados, como por exemplo, no ballet. Objetivo: Avaliar o estado nutricional de bailarinos e sua associação com fatores de risco para transtornos alimentares. Materiais e Métodos: Os dados foram coletados em uma escola de ballet, na cidade de Porto Alegre (RS). Foram aferidos peso corporal, estatura, dobras cutâneas: tricipital, subescapular, peitoral, axilar média, supra-íliaca, abdominal e coxa. Também foi aplicado o questionário de teste de atitudes alimentares (Eating Attitudes Test). Resultados: A amostra constituiu-se de 5 bailarinos, do gênero masculino com idades entre 18 e 24 anos. A avaliação do índice de massa corporal mostrou que 60% dos indivíduos encontram-se em eutrofia. A média de percentual de gordura encontrada foi de 6,68%, considerada excelente. Quanto ao comportamento de risco para o desenvolvimento de transtorno alimentar, um indivíduo (20%) foi classificado como positivo. Conclusão: Os resultados mostram alta prevalência de risco para transtornos associados à alimentação nos bailarinos, concluindo que estes são grupo de risco para ocorrência de TA.

 

ABSTRACT 

Nutritional status and risk factors for eating disorders of dancers

Introduction: Eating disorders can be defined as behavioral syndromes characterized by major changes in feeding behavior and body image distortion of the affected individuals with anorexia nervosa and bulimia nervosa, the most frequent types. These syndromes occur in many populations where low weight is used to obtain good results, such as in ballet. Objective: To evaluate the nutritional status of dancers and its association with risk factors for eating disorders. Materials and Methods: Data were collected in a ballet school in the city of Porto Alegre (RS). We measured body weight, height, triceps skinfold, subscapular, pectoral, mid axillary, suprailiac, abdominal and thigh, and the questionnaire was applied Eating Attitudes Test (Eating Attitudes Test). Results: The sample consisted of five dancers, male aged between 18 and 24 years. The assessment of body mass index showed that 60% of individuals are found in eutrophic. The average fat percentage was found to be 6.68%, which is considered excellent. Regarding the behavior of risk for the development of eating disorder, one individual (20%) was classified as positive. Conclusion: The results show a high prevalence of risk associated with feeding disorders in dancers, concluding that these are high risk for occurrence of TA.

Biografia do Autor

Juliana Cimadon, Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves
Curso de bacharelado em Nutrição
Bianca Tavaris Canci, Faculdade Nossa Senhora de Fátima
Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentos e Nutrição do Curso de bacharelado em Nutrição
Márcia Keller Alves, Faculdade Nossa Senhora de Fátima
Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentos e Nutrição do Curso de bacharelado em Nutrição

Referências

-Abreu, C. N.; Filho, R.C. Anorexia nervosa e bulimia nervosa: abordagem cognitivo-construtiva de psicoterapia. Revista de Psiquiatria Clínica. Vol. 31. Num. 4. 2004. p.177-183.

-Assunção, S. S. M.; Cordás, T. A.; Araújo, L. A. S. B. Atividade física e transtornos alimentares. Revista de Psiquiatria Clínica. Vol. 29. Num. 1. 2002. p.4-13.

-Busse, S. R.; Silva, B. L. Transtornos Alimentares. Anorexia, Bulimia e Obesidade. Barueri. Manole. 2004. p.31-110.

-Cordás, T. A.; Claudino, A. M. Transtornos alimen¬tares: fundamentos históricos. Revista Brasileira de Psiquiatria. Vol. 24. Supl. III. 2002. p.3-6.

-Cordás, T. A; Salzano, F. T.; Rios, S. R. Transtornos alimentares e a evolução no diagnóstico e no tratamento. Manole. 2004. p.39-62.

-Fernandes Filho, J. A prática da avaliação física: testes, medidas e avaliação física em escolares, atletas e academias de ginástica. Rio de Janeiro. Shape. 2003.

-Garner, D.; Garfinkel, P. Eating attitudes test: and index of the symptoms of anorexia nervous. Psychologycal Medicine. Vol. 9. 1979. p.273-279.

-Hoek, H. W.; Hoeken, D. Review of the prevalence and incidence of eating disorders. International Journal of Eating Disorders. Vol .34. 2003. p.383-396.

-Jackson, A. S.; Pollock, M. L. Generalized equations for predicting body density of men. British Journal of Nutrition. Cambridge. Vol. 40. Num. 3. 1978. p.497-504.

-Kuwae, C. A.; Silva, M. S. Hábito Alimentar e Composição Corporal de Bailarinos Contemporâneos e do Balé Clássico. In: Anais do XV Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e II Congresso Internacional de Ciências do Esporte / Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. 2007. Disponível em: <http://www.cbce.org.br/docs/cd/resumos/012.pdf>.

-Luz, S. S.; Albuquerque, M. R.; Souza, P. S. Avalia¬ção de sintomas de transtornos alimentares, imagem corporal e nível de atividade física em alunos de uma Universidade Pública de Minas Gerais. In: 21º Congresso Internacional de Educação Física. FIEP. 2006.

-Morgan, C. M.; Vecchiatti, I. R.; Negrão, A.B. Etiologia dos transtornos alimentares: aspectos biológicos, psicológicos e sócio culturais. Revista Brasileira de Psiquiatria. Vol. 24. Num.3. 2002. p.18-23.

-Nunes, M. A.; Bagatini, L. F.; Abuchaim, A. L; Kunza, A.; Ramos, D.; Silva, J. A.; Somenzi, L.; Pinheiro, A. Distúrbios da conduta alimentar: Considerações sobre o Teste de Atitudes Alimentares (EAT). Revista Associação Brasileira de Psiquiatria. Vol. 16. Num. 1. 1994. p.7-10.

-Pinzon, V.; Nogueira, F. C. Epidemiologia, curso e evolução dos transtornos alimentares. Revista de Psiquiatria Clínica. Vol. 31. Num. 4. 2004. p.158-160.

-Pires, R.; Pinto, J.; Santos, G.; Santos, S.; Zraik, H.; Torres, L.; Ramos, M. Rastreamento da frequência de comportamentos sugestivos de transtornos alimentares na Universidade Positivo. Revista de Medicina. Vol. 89. Num. 2. 2010. p.115-123.

-Ribeiro, G. L.; Veiga, V. G. Imagem corporal e Comportamento de Risco para Transtornos Alimentares em Bailarinos Profissionais. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 16. Num. 2. 2010. p.99-102.

-Soares, L. M.; Andrade, A. P.; Rumin, C. R.; Molina, C. M. G. L. Presença de Transtornos Alimentares em Universitárias dos Cursos de Nutrição, Educação Física e Psicologia. Revista Omnia Saúde. Vol. 6. Num. 1. 2009. p.1-13.

-Stracieri, A. P. M.; Oliveira, T. C. Fatores de Risco para o Desenvolvimento de Transtornos Alimentares em Universitárias. Revista Digital de Nutrição. Vol. 2. Num. 3. 2008. p.1-11.

-Toro, J.; Guerrero, M.; Sentis, J.; Castro, J.; Puértolas, C. Eating disordens in ballet dancing students: Problems and risk Factors. European Eating Disorders Review. Vol. 17. 2009. p.40-49.

Publicado
2017-06-11
Como Citar
Cimadon, J., Canci, B. T., Riboldi, B. P., & Alves, M. K. (2017). Estado nutricional e fatores de risco para transtorno alimentares de bailrarinos. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 11(64), 462-466. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/832
Seção
Artigos Científicos - Original