Composição corporal, consumo alimentar e hidratação de praticantes de musculação

Ronaldo da Silva Júnior, Wilson César de Abreu, Richard Fernando da Silva

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a composição corporal, consumo alimentar e hidratação de praticantes de musculação de uma academia da cidade de Lavras-MG. Participaram do estudo 30 praticantes de musculação, sendo 15 homens (24,2 ± 4,1 anos) e 15 mulheres (24,4 ± 6,2 anos). A composição corporal foi determinada pelo método de dobras cutâneas. O consumo alimentar foi determinado utilizando três registros alimentares de 24h coletados em dias não consecutivos e analisados no software Dietpro 5i. A hidratação foi avaliada durante o treino utilizando a diferença entre a massa corporal inicial e final para determinar a perda ou ganho hídrico. Os homens apresentaram percentual de gordura corporal médio significativamente menor que as mulheres (M=11,14% VS F=23,19%). Em ambos os gêneros foi observado alta prevalência de inadequação do consumo de energia, carboidratos, proteínas e cálcio sendo maior entre as mulheres. Todos participantes faziam ingestão de fibras abaixo da recomendação e de sódio acima dos valores recomendados. A ingestão de lipídios em ambos os gêneros estava adequada. A ingestão média de ferro em ambos os gêneros foi superior aos valores recomendados. A inadequação do consumo de vitamina C foi maior entre os homens. A maioria dos avaliados (86,5%) terminou o treino hiperidratado. A partir dos dados obtidos conclui-se que a população investigada apresenta hábitos alimentares que não atendem adequadamente suas necessidades nutricionais e realiza ingestão excessiva de líquidos. Assim, é importante a ação do nutricionista esportivo dentro de academias para melhorar o perfil nutricional dessa população.

 

ABSTRACT 

Body composition, hydration and food consume of bodybuilders

The aim of this study was to evaluate body composition, food consumption and bodybuilder’s hydration of a gym in Lavras City, MG. Participated in the studies 30 bodybuilders, being 15 men (24.2 ± 4.1 years old) and 15 women (24.4 ± 6.2 years old). The body composition was determined by skinfold method. The food consumption was determined as of gathering of three 24h records in nonconsecutive day and analyzed in the software Dietpro 5i. The hydration was evaluated during the training using the difference between initial body mass and final body mass to ascertain water loss or water gain. The men presented medium body fat’s percentage meaningfully smaller than women (M=11.14% VS F=23.19%). Both genres were observed inadequacy’s high prevalence of energy consumption, carbohydrates, proteins and calcium being higher among women. All attendees were intake of fibers below the recommended level and sodium above recommended values. The lipid’s intake in both genres were accurate. The average intake of iron in both genres were superior to the recommended values. The inadequacy of Vitamin C’s consumption was higher among men. Most of the evaluated bodybuilders (86,5%) finished the training overhydrated. As of obtained data it was conclude that investigated population presents food habits that don’t adequately attend its nutritional needs and it performs excessive intake of liquids. So, it is important to sport nutritionist act inside gym to improve nutritional profile bodybuilder’s.


Palavras-chave


Antropometria; Análise dietética; Ingestão hídrica

Texto completo:

PDF

Referências


-American College of Sports Medicine-ACSM. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. 6ª Edição. Guanabara Koogan. 2010.

-Aoki, M.S.; e colaboradores. Proteínas. In: Aoki, M.S. Fisiologia, treinamento e nutrição aplicados ao futebol. Fountoura. 2002

-Assunção, S.S.M.; Muscle dysmorphia. Revista Brasileira de Psiquiatria. 2002. p. 24.

-Campos, W.; Stabelini, N. A.; Bozza, R.; Ulbrich, A. Z.; Bertin, R. L.; Mascarenhas, L. P.; e colaboradores. Physical activity, lipid consumption and risk factors for atheroscleorosis in adolescents. Arq Bras Cardiol. Vol. 94. 2010. p. 601-607.

-Charro, M. A.; Bacurau, R. F. P.; Navarro, F.; Pontes Junior, F. L. Manual de avaliação física. Phorte. 2010. p. 424.

-Crozeta, C.; Oliveira, G. K. Análise do perfil alimentar de mulheres com sobrepeso, praticantes de treinamento de força em academias de Curitiba-PR. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 17. 2009. p. 432-441. Disponível em:

-Damilano, L.P.R. Avaliação do consumo alimentar de praticantes de musculação em uma academia de Santa Maria-RS. Santa Maria-RS. 2006.

-DRIs. Dietary Reference Intakes for Energy, Carbohydrate. Fiber, Fat, Fatty Acids, Cholesterol, Protein, and Amino Acids. The National Academies. 2002/2005. This report may be accessed via www.nap.edu.

-DRIs. Dietary Reference Intakes for Vitamin A, Vitamin K, Arsenic, Boron, Chromium, Copper, Iodine, Iron, Manganese, Molybdenum, Nickel, Silicon, Vanadium, and Zinc. The National Academies. 2001. These reports may be accessed via www.nap.edu.

-DRIs. Dietary Reference Intakes for Vitamin C, Vitamin E, Selenium, and Carotenoids. The National Academies. 2000. These reports may be accessed via www.nap.edu.

-Duarte, A. C. G. Avaliação Nutricional: aspectos clínicos e laboratoriais. São Paulo. Atheneu. 2007. p.607.

-Escarso, C. B. A.; e colaboradores. Perda hídrica por participantes de musculação de uma academia do município de São Paulo. EFDeportes.com. Revista Digital. Buenos Aires. Ano 15. Núm. 153. 2011.

-Fonseca, K.S. Musculação e sua atuação na redução do percentual de gordura em alunos iniciantes do sexo feminino. Formiga. 2013. p. 9-32.

-Gianolla, F.; Musculação: conceitos básicos. São Paulo. Manole. 2003.

-Gonçalves, V. S. S.; Chaves, O. C.; Ribeiro, S. M. R.; Sant’ana, L. F.; Franceschini, S. C. C.; Priore, S. L. Disponibilidade domiciliar de lipídeos para consumo e sua relação com os lipídeos séricos de adolescentes. Rev Paul Pediatr. Vol. 30. Num. 2. 2012. p. 229-236.

-Hirschbruch, M.D.; Carvalho, J.R. Nutrição esportiva: uma visão prática. Manole. 2002.

-Institute of Medicine (IoM). Dietary Reference Intakes: Energy, Carbohydrate, Fiber, Fat, Fatty Acids, Cholesterol, Protein, and Amino Acids. Washington, D.C. National Academies Press. 2005.

-International Diabetes Federation-IDF. The IDF consensus worldwide definition of the metabolic syndrome. IDF. 2006. p16.

-Jackson, A. S.; Pollock, M.L. Practical assessment of body composition. Phys Sports Med. Vol. 13. 1985. p. 76-90.

-Lonhan, T. G.; Roche, A.; Martonell, R. Antropometric standardization reference manual. Abridged edition. Champaign, IL: Human Kinetics Books. 1991. p.90.

-Moreira, M.C.A.; Gomes, A.C.V.; Garcia, E.S.; Rodrigues, L.O.C. Hidratação durante o exercício: a sede é suficiente? Rev Bras Med Esporte. Núm. 12. 2006. p. 405-409.

-National Institutes of Health (NIH). National Heart, Lung and Blood Institute. National Cholesterol Education Program. Third Report of the National Cholesterol Education Program (NCEP) Expert Panel on Detection, Evaluation and Treatment of High Blood Cholesterol in Adults (Adult Treatment Panel III). NHI, 2002.

-Oliveira, A.; e colaboradores. Avaliação nutricional de praticantes de musculação com objetivo de hipertrofia muscular do município de Cascavel-PR. Colloquium Vitae. Vol. 1. Núm. 1. 2009. p. 44-52.

-Pimenta, F.; Leal, I.; Branco, J. Menopausa, a experiência intrínseca de uma inevitabilidade humana: Uma revisão da literatura. Análise Psicológica. Vol. 25. Núm. 3. 2007. p. 455-466.

-Powers, S. K.; Howley, E. T. Fisiologia do exercício: teoria e aplicação ao condicionamento e desempenho. 3ª edição. Manole. 2000.

-Samo, F.; Claro, R.M.; Levy, R.B.; Badoni, D.H.; Ferreira. S.R; Monteiro CA. Estimativa de consumo de sódio pela população brasileira, 2002-2003. Rev Saude Publica. Vol. 43. Núm. 2. 2009. p. 219-225.

-Santos, R. D.; e colaboradores. I Diretriz sobre o consumo de gorduras e saúde cardiovascular. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 100. Núm. 1. p. 1-40. 2013.

-Sarno, F.; Claro, R.M.; Levy, R. B.; Bandoni, D. H.; Ferreira, S. R.; Monteiro, C. A. Estimativa de consumo de sódio pela população brasileira. Rev Saude Publica. Vol. 43. Num. 2. 2009. p. 219-225.

-Sehnem, R. C.; Soares, B. M. Avaliação nutricional de praticantes de musculação em academias de municípios do Centro-Sul do Paraná. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 9. Núm. 51. p. 206-214. 2015. Disponível em:

-Siri, W.E. Techniques for measuring body composition. Washington: National Academy of Sci¬ences. 1961. p.301.

-Sociedade Brasileira de Medicina do Exercicio e do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde, Rev Bras Med Esporte. Vol. 15. Núm. 2. 2009. p. 3-12.

-Theodoro, H.; Ricalde, S.R.; Amaro, F.S. Avaliação Nutricional e Autopercepção Corporal de Praticantes de Musculação em Academias de Caxias do Sul-RS. Rev Bras Med Esporte. 2009.

-Viebig, R.F.; Nacif, M.A. Recomendações nutricionais para a atividade física e o esporte. Revista Brasileira de Educação Física, Esporte, Lazer e Dança. Vol. 1. 2006. p. 2-14.

-World Health Organization. 1995. Disponível em: . Acesso em: 2/11/2015.

-World Health Organization. 2000. Disponível em: . Acesso em 5/05/2015.

-Wolinsky, I.R.A; Hickson, J. F. Nutrição no exercício e no esporte. 2ª edição. São Paulo. Roca. 2002. p.560.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui