Uso de suplementos alimentares por atletas das categorias de base da associação Chapecoense de Futebol

Fernanda Grison Confortin, Caroline Ludwig, Karina Wernke

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar o uso de suplementos alimentares por atletas das categorias de base da Associação Chapecoense de Futebol. A amostra foi composta por 67 atletas do sexo masculino na faixa etária de 15 a 20 anos. Foi utilizado um questionário contendo 19 perguntas fechadas e abertas, a fim de conhecer o tipo de suplemento alimentar consumido, a finalidade, quantidade, forma de indicação, prescrição e período de uso. Os resultados revelaram que 92,53% dos atletas faz uso de suplemento alimentar, 31,34% faz uso somente em períodos de competição, o suplemento alimentar mais utilizado pertence a categoria protéica (71,64%) e o principal objetivo de consumo é a recuperação muscular (44,78%). Quanto ao tempo de uso de suplemento alimentar, 32,83% dos atletas consomem há menos de 30 dias e 40,30% estão utilizando o mesmo produto há menos de um mês. Quando analisada a forma de indicação para o uso de suplemento, 86,57% dos atletas foram orientados por um profissional, destes, 68,66% tiveram indicação pela nutricionista do Clube. Analisando os resultados, pode-se concluir que a maioria dos atletas fazem de suplementos alimentares buscando melhorar sua performance em campo, além de suprir suas demandas energéticas. Contudo, pode-se perceber o quanto a atuação da nutricionista do Clube foi fundamental para que os atletas seguissem as indicações corretas, fazendo uso somente de suplementos alimentares necessários e em períodos de curta duração, não comprometendo a sua saúde.

 

ABSTRACT 

Use of dietary supplements by athletes of the basic categories of the chapecoense football association

This study aimed to evaluate the use of dietary supplements by athletes of the basic categories of the Chapecoense Football Association. The sample consisted of 67 male athletes aged between 15 to 20 years. A questionnaire containing 19 closed and open questions was used in order to know the type of food supplement consumed, the purpose, quantity, form of indication, prescription and period of use. The results showed that 92,53% of the athletes use a dietary supplement and 31.34% use only during periods of competition. The most commonly used food supplement belongs to the protein category (71.64%), The main consumption objective being recovery (44.78%). As for the time of use of food supplement, 32.83% of athletes consume less than 30 days and 40.30% are using the same product for less than a month. When the form of indication for the use of supplement was analyzed, 86.57% of the athletes were guided by a professional, of these 68.66% were indicated by the nutritionist of the Club. Analyzing the results, it can be concluded that most athletes use dietary supplements to improve their performance in the field, in addition to supplying their energy demands. However, one can see how much the nutritionist's performance in the Club was fundamental for athletes to follow the correct indications, making use of only necessary nutritional supplements and in short periods, without compromising their health.


Palavras-chave


Futebol; Recursos ergogênicos; Nutrição; Performance

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, F.A.G. Nutrição no futebol. EVINCI. 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-American Dietetic Association. Position of the American Dietetic Association, Dietitians of Canada, and the American College of Sports Medicine: Nutrition and Athletic Performance. Journal of the American Dietetic Association. Vol. 109. Num. 3. 2009. p. 509-527.

-Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Dispõe sobre alimentos para atletas. Resolução, RDC, Num. 18 de 27 de abril de 2010.

-Barbanti, V.J. Treinamento Físico: Bases Científicas. 3. ed. São Paulo. CLR Balieiro. 1996. p. 116.

-Baroni, B.M.; Piccoli, R.B.; Leal Junior, E.C.P. Influência do Nível Competitivo e da Posição Tática sobre Parâmetros de Desempenho Aeróbio de Atletas Profissionais de Futebol do Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 27. Num. 2. 2013. p. 199-207.

-Bastos, A.R. Nutrição e Lesões Desportivas. Monografia. Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação. Universidade do Porto. Porto. 2009.

-Becker, L.K.; Pereira, A.N.; Pena, G.E.; Oliveira, E.C.; Silva, M.E. Efeitos da Suplementação Nutricional sobre a Composição Corporal e o Desempenho de Atletas: Uma Revisão. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 10. Num. 55. 2016. p. 93-111. Disponível em:

-Braggion, G.F. Suplementação Alimentar na Atividade Física e no Esporte: Aspectos Legais na Conduta do Nutricionista. Nutrição Profissional. Vol. 4. Num. 17. 2008. p. 40-50.

-Carvalho, T. Guidelines of the Brazilian Society of Sports Medicine: Dietary Changes, Fluid Replacement, Food Supplements and Drugs: Demonstration of Ergogenic Action and Potential Health Risks. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 9. Num. 2. 2009. p. 57-68.

-CFN, Conselho Federal de Nutrição. Regulamenta a prescrição dietética de suplementos nutricionais pelo nutricionista e dá outras providências. Regimento Interno, Num. 390 de 22 de novembro de 2006. Brasília. 2006.

-CFN, Conselho Federal de Nutrição. Regulamenta a prescrição fitoterápica pelo nutricionista de plantas in natura frescas, ou como droga vegetal nas suas diferentes formas farmacêuticas, e dá outras providências. Regime Interno, Num. 402 de 30 de julho de 2007. Brasília. 2007.

-CFN, Conselho Federal de Nutrição. Prescrição de suplementos nutricionais. Recomendação, Num 004 de 21 de fevereiro de 2016. Brasília. 2016.

-CNS, Conselho Nacional de Saúde. Resolução Num. 466 de 12 de dezembro de 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Costa, D.C.; Rocha, N.C.A.; Quintão, D.F. Prevalência do Uso de Suplementos Alimentares entre Praticantes de Atividade Física em Academias de duas Cidades do Vale do Aço/MG. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Num. 41. 2013. p. 287-299. Disponível em:

-Deus, J.E.G.; Lautenberg, M.P.L.; Alvarenga, M.L. Uso de Suplementos Alimentares por Atletas de Natação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 9. Num. 49. 2015. p. 4-13. Disponível em:

-Fayh, A.P.T.; Silva, C.V.; Jesus, F.R.D.; Costa, G.K. Consumo de Suplementos Nutricionais por Frequentadores de Academias da Cidade de Porto Alegre. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Vol. 35. Num. 1. 2013. p. 27-37.

-Fernandes, F.O. Relação das Lesões Sofridas por Jogadores de Futebol com o Excesso de Treinamento e Competições. Revista EFDesportes.com. Buenos Aires. Vol. 16. Num. 158. 2011. p. 1.

-Goston, J.L.; Correia, M.I.T.D. Suplementos Nutricionais: Histórico, Classificação, Legislação e Uso em Ambiente Esportivo. Nutrição em Pauta. 2009. p. 1-7.

-Goston, J.L. Prevalência do Uso de Suplementos Nutricionais entre Praticantes de Atividade Física em Academias de Belo Horizonte: Fatores Associados. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Farmácia da UFMG. Belo Horizonte. 2008.

-Jesus, E.V.; Silva, M.D.B. Suplemento Alimentar como Recurso Ergogênico por Praticantes de Musculação em Academias. Anais do III Encontro de Educação Física e Áreas Afins. UFPI. Piauí. 2008.

-Melo, C. Liberdade, Sociedade e Revolução (LSI), Futebol: um grande negócio para a FIFA e para os capitalistas. 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Panza, V.P.; Coelho, M.S.P.H.; Pietro, P.F.D.; Assis, M.A.A.; Vasconcelos, F.A.G. Consumo Alimentar de Atletas: Reflexões sobre Recomendações Nutricionais, Hábitos Alimentares e Métodos Para Avaliação do Gasto e Consumo Energéticos. Revista de Nutrição. Vol. 20. Num. 6. 2007. p. 681-692.

-Pereira, L.P. Utilização de Recursos Ergogênicos Nutricionais e/ou Farmacológicos em uma Academia da Cidade de Barra do Piraí, RJ. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 43. 2014. p. 58-64. Disponível em:

-Tirapegui, J. Nutrição, Metabolismo e Suplementação na Atividade Física. 2. ed. São Paulo. Atheneu. 2012. p.465.

-Tirapegui, J.; Castro, I. A. Introdução a Suplementação. In Tirapegui, J. Nutrição, Metabolismo e Suplementação na Atividade Física. São Paulo. Atheneu. 2005. p. 131-136.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui