Avaliação da ingestão de proteína e conhecimento sobre Nutrição de praticantes de musculação em Erechim-RS

  • Jaine Micheli Mazon Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
  • Marta Santolin Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
  • Dayanne Carla de Bastiani Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
Palavras-chave: Treino de Força, Nutrição no Esporte, Dieta Hiperproteica, Conhecimentos

Resumo

A prática de exercícios físicos, principalmente a musculação, tem se tornado cada vez mais assídua pela população. Além disso, o crescente interesse pela saúde alcança também uma maior valorização da nutrição para alcançar objetivos. Entretanto, muitos indivíduos, quando decidem realizar mudanças em seu estilo de vida, buscam informações, em grande parte, com pessoas não qualificadas ou em mídias duvidosas. O objetivo desse estudo foi avaliar a ingestão de proteína alimentar e o conhecimento em nutrição de praticantes de musculação de uma academia em Erechim. Foram avaliados 60 indivíduos, de ambos os sexos, com idade entre 18 e 35 anos e prática mínima de musculação de três meses. Para avaliar conhecimento aplicou-se um questionário e para consumo de proteína um recordatório alimentar. O uso de suplementos foi questionado e observado no inquérito. Notou-se que a procura pela modalidade, previamente citada, foi maior pelos participantes do sexo masculino (61,7%). Destes, 80% objetivavam hipertrofia e 95,2% fazia o uso de suplementos. O objetivo perda de peso foi observado em 73.3% das mulheres. A média geral de consumo de proteína esteve elevada (1,98 g/kg/dia) nos participantes, sendo a média de 2,4 e 1,3 g/kg/dia no sexo masculino e feminino, respectivamente. A literatura também demonstra consumo excessivo de proteína, porém diverge quanto ao conhecimento e utilização de suplementos. Em relação aos conhecimentos sobre aspectos nutricionais os participantes demonstraram informações errôneas e equívocas podendo relacionar ao uso exacerbado de proteínas. Evidencia-se a necessidade da orientação profissional.

 

ABSTRACT 

Evaluation of protein consumption and nutritional knowledge in bodybuilders in Erechim-RS

The practice of physical exercises, mainly the resistance training has become frequent by population. Besides that, the growing interest for healthy shows a bigger interesting with nutrition for take the results too. But, something people, trying to change your life style, search information’s with wrong medias or disabled people. The goal of this study was evaluated the protein’s intake and the nutritional knowledge in bodybuilders of Erechim. Was evaluated 60 people, of both genres, with age between 18 and 35 and practicing resistance training much of three months. To evaluate knowledge was applied a questionary and for protein intake a food recall. It was noted that the search for resistance training was bigger by mens (61.7%). Of theses, 80% aimed at hypertrophy e 95.2% made use of supplements. The aims weight loss was observed in 73.3% of womens. The average overall of protein intakes was hight (1.98 g/kg/dia). The average was 2,4 in mens e 1.3 g/kg/dia in womens. The literature also show excessive intakes, but the knowledge have diferences. Regarding knowledge about nutrition the participants showed misunderstandings and wrong informations being able to be to use exacerbated use of proteins. It is evident that must be professional orientation to be use high protein.

Biografia do Autor

Jaine Micheli Mazon, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
Nutricionista, departamento das Ciências da Saúde - URI - Erechim. Pós-Graduanda em Nutrição Esportiva e Fisiologia do Exercício - URI Erechim.
Marta Santolin, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
Docente do Curso de Nutrição da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, URI – Erechim, Mestra em Envelhecimento Humano pela Universidade de Passo Fundo (UPF), RS, Brasil
Dayanne Carla de Bastiani, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Erechim-RS, Brasil
Graduada em Nutrição pelo Curso de Nutrição da Universidade Federal de Santa Maria, campus Palmeira das Missões, RS, Brasil

Referências

-Aragão, A. R.; Fernandes, D. C. Consumo alimentar e de suplementos no pré e pós-treino em homens praticantes de musculação em Goiânia, Goiás. Estudos. Goiânia. Vol. 41. p. 15 -29. 2014.

-Alves, T. O.; Matos, P. E.; Barbosa, K. V. S.; Cardoso, F. T.; Souza, G. G.; Silva, E. B. Estimativa do consumo de proteinas e suplementos por praticantes de musculação em uma academia da baixada fluminense, Rio de Janeiro. Corpus et Scientia. Vol. 8. Núm. 1. p. 1-10. 2012.

-Araújo, A. C. M.; Soares, Y. N. G.; Perfil de utilização de repositores protéicos nas academias de Belém, Pará. Revista Nutrição. Vol. 12. ano 1. 1999.

-Bassit, R. A.; Malverdi, M. A.; Avaliação nutricional de triatletas. Rev. Paul. Educ. Fís. São Paulo. Vol. 12. ano 1. p. 42-53. 1998.

-Churchward-Venne, T. A.; Burd, N. A.; Phillips, S. M. Nutritional regulation of muscle protein synthesis with resistance exercise: strategies to enhance anabolism. Nutrition & Metalism, 2012. Disponível em: <http://nutritionandmetabolism.biomedcentral.com/articles/10.1186/1743-7075-9-40>

-Conzatti, S.; Marcadenti, A.; Conde, S. R. Avaliação dos hábitos alimentares de praticantes de exercício físico em uma academia de um centro universitário. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Núm. 54. p. 534-543. 2015. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/581>

-Cuppari, L. Nutrição clínica no adulto: Guia de medicina ambulatorial e hospitalar (UNIFESP/ Escola Paulista de Medicina). Rev Bras Nutr Clin. 2005.

-Dietary reference intakes (DRI). Dietary reference intakes for energy, carbohydrate, fiber, fat, fatty acids, cholesterol, protein and amino acids. Washington: The National Academies Press. 2006. p.1357.

-Fernandes, W. N.; Machado, J. S. Uso de suplementos alimentares por frequentadores de uma academia do município de Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 10. Núm. 55. p. 59-67. 2016. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/607>

-Hernandez, A. J.; Nahas, R. M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Revista Brasileira de Medicina no Esporte. Vol. 15. Núm. 3. p. 3-12. 2012.

-Lugaresi, R.; Leme, M.; Painelli, V, S.; Murai, I. H.; Roschel, H.; Sapienza, M. T.; Junior, A. H. L.; Gualano, B. Does long-term creatine supplementation impair kidney function in resistance-trained individuals consuming a high-protein diet? Journal of the International Society of Sports Nutrition. 2013.

-Mamerow, M. M.; Mettler, J. A.; English, K. K.; Casperson, S. L.; Lantz, E. A.; Sheffield-Moore, M.; Layman, D. K.; Paddon-Jones, D. Dietary protein distribution positively influences 24-h muscle protein synthesis in healthy adults. The Journal of Nutrition. 2014.

-Marques, E. B. Uso de Suplementos por alunos que frequentam uma academia de Porto Alegre (RS). Trabalho de Conclusão, Curso de Educação Física. Porto Alegre. 2015.

-Maughan, R. J.; Burke, L. M. Capitulo 2: Combustíveis usados nos exercícios: carboidrato e gordura. Nutrição Esportiva. Porto Alegre. 2007.

-Morais, A.C.L.; Silva, L.L.M.; Macêdo, E.M.C. Avaliação do consumo de carboidratos e proteínas no pós-treino em praticantes de musculação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 8. Num. 46. p. 247-253. 2014. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/455>

-Pontes, M. C. F. Uso de suplementos alimentares por praticantes de musculação e academias de João Pessoa-PB. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 7. Núm. 37. p. 19-27. 2013. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/350>

-Perea, C.; Moura, M. G.; Stulbach, T.; Caparros, D. R. Adequação da dieta quanto ao objetivo do exercício. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Núm. 50. p. 129-136. 2015. Disponível em: <>

-Pereira, R. F.; Lajolo, F. M.; Hirschbruch, M. D. Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo. Revista Nutrição. Vol. 16. ano 3. 2003.

-Peres, R. Viva em dieta, viva melhor: aplicações práticas de nutrição. 2ª edição. p. 58-61. p.100-101. 2013.

-Plowman, S.A.; Smith, D.L. Fisiologia do exercício para saúde, aptidão e desempenho. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2009.

-Sá, C. A. G.; Bennemann, G. D.; Silva, C. C.; Ferreira, A. J. C. Consumo alimentar, ingestão hídrica e uso de suplementos protéicos por atletas de jiu-jitsu. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Núm. 53. p. 411- 418. 2015. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/563>

-Santos, A. N.; Figueiredo, M. A.; Galvão, G. K. C.; Silva, J. S. L.; Silva, M. G. F.; Negromonte, A. G; Almeida, A. M. R. Consumo alimentar de praticantes de musculação em academias na cidade de Pesqueira-PE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 10. Núm. 55. p. 68-78. 2016. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/608>

-Santos, F. C.; Navarro, F. Avaliação dos conhecimentos de nutrição e suplementação por parte de frequentadores de academias e estúdios da cidade de João Monlevade-MG. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. Vol. 10. Núm. 57. p. 260- 274. 2016. Disponível em: <http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/586>

-Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBME). Diretriz da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte. 9ª edição. São Paulo. Tales de Carvalho. 2009.

-Teixeira, F. P. Influência da mídia na construção da imagem corporal de frequentadores de uma academia de musculação da cidade de Içara-SC. Trabalho do Curso de Educação Física Bacharelado da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC. Criciúma. 2014.

-World Health Organization (WHO). Physical status: the use and interpretation of anthropometry: report of a WHO expert committee. WHO Technical Report series. Geneva. Núm. 854. 1995.

Publicado
2018-08-20
Como Citar
Mazon, J. M., Santolin, M., & de Bastiani, D. C. (2018). Avaliação da ingestão de proteína e conhecimento sobre Nutrição de praticantes de musculação em Erechim-RS. RBNE - Revista Brasileira De Nutrição Esportiva, 12(72), 463-471. Recuperado de http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1060
Seção
Artigos Científicos - Original