Consumo de recursos ergogênicos em praticantes de Muay Thai

Fransuéli Carlet, Márcia Keller Alves

Resumo


Objetivo: O objetivo deste estudo foi avaliar o consumo de recursos ergogênicos em praticantes de Muay Thai do município de Veranópolis, Rio Grande do Sul. Métodos: Tratou-se de um estudo transversal e a amostra foi composta por 22 praticantes de Muay Thai com idade acima de 18 anos que treinavam no mínimo uma vez na semana. As variáveis analisadas foram o consumo dietético de recursos ergogênicos, escolaridade, tempo de prática do exercício, tempo semanal de treino, tipos de exercícios praticados e objetivo da prática. Os dados foram analisados descritivamente. Resultados: A amostra foi constituída 13 homens e 9 mulheres, com idade média de 27 anos.  A maioria dos participantes tem mais de 8 anos de estudo. Os homens apresentaram maior tempo e duração semanal de exercício do que as mulheres, considerado de intensidade moderada semanalmente. O uso de suplementos foi citado com objetivo de melhora na performance, emagrecimento e recuperação muscular. Os suplementos relatados pelos participantes foram cafeína, ômega 3 e suplemento à base de carboidrato e foram consumidos após prescrição de profissionais habilitados. Conclusões: A partir dos resultados encontrados, verificou-se que um número pequeno de praticantes de Muay Thai do centro de treinamento avaliado em Veranópolis faz uso de recursos ergogênicos, e, ainda, dos indivíduos que utilizavam algum suplemento alimentar, todos referiram fazer uso após a prescrição de profissionais capacitados, conforme sugere a legislação vigente.

 

ABSTRACT 

Consumption of ergogenic resources in muay thai practitioners

Objective: The objective of this study was to evaluate the use of ergogenic resources in Muay Thai practitioners in Veranópolis, Rio Grande do Sul. Methods: This was a cross-sectional study and the sample was 22 Muay Thai practitioners who were over than 18 years old and training at least once a week. The variables focused were dietary intake of ergogenic resources, schooling, time of practice of the exercise, weekly time of training, types of exercises practiced and objective of the practice. The data were analyzed descriptively. Results: The sample was composed by 13 men and 9 women, with an average age of 27 years old. Most participants have more than 8 years of study. Men presented a greater time and weekly duration of exercise than women, considered of moderate-intensity amounts of physical activity in a week. The supplements intake was cited for the purpose of improving performance, lose weight and muscle recovery. The supplements reported by participants were caffeine, omega 3 and carbohydrate-based supplement and they were consumed after professional’s prescription. Conclusions: The findings of this study showed that a small number of Muay Thai practitioners evaluated from the training center in Veranópolis consumed ergogenic substances, and they referred to consume just after the professional’s prescription, as suggest the current legislation.


Palavras-chave


Suplementos alimentares; Recursos ergogênicos; Esporte

Texto completo:

PDF

Referências


-American College of Sports Medicine. ACSM Issues New Recommendations on Quantity and Quality of Exercise. July 2011. acesso em 14//11/2016. Disponível em:

-Assis, L.M.; Silveira, J.Q.; Barbosa, M.R. Avaliação antropométrica, ingestão alimentar e consumo de suplementos de atletas e praticantes de Mixed Martial Arts (MMA) do município de Araraquara. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol.10. Num. 56. 2016. p. 205-215. Disponível em:

-Associação Brasileira de Nutrição Esportiva. Julho 2015. Acesso em 14/11/2016. Disponível em:

-Brasil. Ministério da Saúde. Resolução RDC no 16, de 30 de abril de 1999. Aprova o regulamento técnico de procedimentos para registro de alimentos e/ou novos ingredientes. Diário Oficial da União 1999a.

-Brasil. Ministério da Saúde. Resolução nº 17, de 30 de abril de 1999. Aprova o Regulamento Técnico que estabelece as Diretrizes Básicas para a Avaliação de Risco e Segurança dos Alimentos. Diário Oficial da União; Poder Executivo. 1999b.

-Brasil. Ministério da Saúde. Resolução RDC no 18, de 30 de abril de 1999. Aprova o regulamento técnico que estabelece as diretrizes básicas para análise e comprovação de propriedades funcionais e ou de saúde alegadas em rotulagem de alimentos. Diário Oficial da União 1999c.

-Brasil. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução Nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União da República Federativa do Brasil. 2013. 112 Seção 1. p. 59-62.

-Brasil. Ministério da Saúde. Portaria no 32, de 13 de janeiro de 1998. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprova o regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade de suplementos vitamínicos e ou de minerais. Diário Oficial da União 1998.

-Brasil. Ministério da Saúde. Resolução RDC no 18, de 27 de abril de 2010. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária aprova o regulamento técnico sobre alimentos para atleta. Diário Oficial da União 2010.

-Brasil. Resolução nº 196, de 10 de outubro de 1996. Conselho Nacional de Saúde. [online] 20. 1996. acesso14/11/2016. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/Web_comissoes/conep/aquivos/resolucoes/23_out_versao_final_196_ENCEP2012.pdf

-Domingues, S.F.; Marins, J.C.B. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em Belo Horizonte-MG. Fitness e Performance Journal. Vol. 6. Num. 4. 2007. p. 218-226.

-Mortatti, A.L.; Cardoso, A.; Puggina, E.F.; Costa, R.S. Efeitos da simulação de combates de Muay Thai na composição corporal e em indicadores gerais de manifestação de força. Conexões Revista da Faculdade de Educação Física Unicamp. Vol.11. Num. 1. 2013. p. 218-234.

-Nogueira, S.C.G.; Valentim, A.C.F.F.; Silva, J.R.F. Efeito da atividade física e cafeína no processo de emagrecimento: um estudo piloto. 2011. Disponível em:

-Rigon, T.V.; Rossi, R.G.T. Quem e por que utilizam suplementos alimentares? Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Num. 36. 2012. p. 420-426. Disponível em:

-Rocha, E.; Pereira, R.; Florêncio, R.; Teixeira, C.L.S.; Penha, J.C.L.; Nascimento, M. Análise cinemática do chute circular no Muay Thai em praticantes iniciantes da modalidade. 2013. Disponível em:

-Sá, C.A.G.; Bennemann, G.B.; Silva, C.C.; Ferreira, A.J.C. Consumo alimentar, ingestão hídrica e uso de suplementos proteicos por atletas de jiu-jitsu. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 9. Num 53. 2005. p. 411-418. Disponível em:

-Schneider, C.; Machado, C.; Laska, S.M.; Liberali, R. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercício físico em academias de musculação de Balneário Camboriú-SC. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 2. Num. 11. p. 307-322. Disponível em:

-Vieira, A.C.S.; Biesek, S. Avaliação do consumo de recursos ergogênicos nutricionais por praticantes de artes marciais em uma academia da cidade de Curitiba-PR. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 454-462. Disponível em:

-Woodward, T.W. A review of the effects of martial arts practice on health. US National Library of Medicine National Institutes of Health. Vol. 108. Num. 1. 2009. 108. p. 40-43.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui