Conhecimento das características nutricionais de suplementos por vendedores de lojas relacionadas a Nutrição Esportiva na grande Vitória-ES

Vânia Colar, Mírian Patrícia Castro Pereira Paixão

Resumo


O fácil acesso e amplo número de produtos esportivos disponíveis no mercado são fatores que merecem prudência. O estudo teve como objetivo verificar o conhecimento das características nutricionais de suplementos por vendedores de lojas relacionadas a nutrição esportiva na grande Vitória-ES. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo com coleta de dados primária de corte transversal. Utilizou-se um questionário semi-estruturado adaptado com perguntas fechadas e abertas em dois municípios da grande Vitória/ES. Foram abordados sexo, idade, escolaridade, tempo atuante com vendas, os principais prescritores de suplementos, público alvo, os suplementos mais vendidos com suas indicações, contraindicações e efeitos colaterais. Participaram 31 indivíduos, sendo 70,97% (n = 22) do sexo masculino e 29,03% (n = 9) do sexo feminino. Com média de idade de 32,13 anos (DP ± 6,73 anos), tempo médio de serviço de 5,92 anos (DP ± 4,49 anos). O principal prescritor de suplementos nutricionais foi o próprio praticante de atividade física 38,71% (n = 12), seguido do educador físico 35,48% (n = 11), do nutricionista 16,13% (n = 5) e do médico 9,68% (n = 3). A percentagem média de acertos nas indicações de suplementos supracitados foi de 75,00% (DP ± 23.27%) e nas contraindicações e/ou efeitos colaterais foi de 50,00% (DP ± 30,78%). Os suplementos mais vendidos foram: Whey Protein com 25,20%, BCAA com 24,39%, Creatina com 15,45% e Termogênicos com 13,01%. Observou-se que os vendedores de suplementos esportivos não possuem adequado conhecimento das características nutricionais dos suplementos esportivos vendidos nos estabelecimentos visitados.

 

ABSTRACT 

Knowledge of the nutritional characteristics of supplements by shop sellers related to sportive nutrition in the great Vitoria-ES

The easy access and ample number of sports products available in the market are factors that deserve prudence. The study aimed to verify the knowledge of nutritional characteristics of supplements by store sellers related to sports nutrition in the great Vitória / ES. This is a quantitative, descriptive study with primary cross-sectional data collection. A semi-structured questionnaire adapted with closed and open questions was used in two municipalities of the greater Vitória-ES. We dealt with sex, age, schooling, time with sales, the main prescribers of supplements, target audience, the most sold supplements with their indications, contraindications and side effects. A total of 31 individuals participated, being 70.97% (n = 22) males and 29.03% (n = 9) females. With mean age of 32.13 years (SD ± 6.73 years), mean service time was 5.92 years (SD ± 4.49 years). The main prescribing of nutritional supplements was the physical activity practitioner (38.71%) (n = 12), followed by the physical educator (35.48%) (n = 11), the nutritionist 16,13% (n = 5) 9.68% (n = 3). The mean percentage of correct answers in the indications of supplements mentioned above was 75.00% (SD ± 23.27%) and in the contraindications and / or side effects was 50.00% (SD ± 30.78%). The best-selling supplements were: Whey Protein with 25.20%, BCAA with 24.39%, Creatine with 15.45% and Thermogenics with 13.01%. It was observed that sports supplements sellers do not have adequate knowledge of the nutritional characteristics of sports supplements sold in the establishments visited.


Palavras-chave


Conhecimento; Vendedores; Suplementos nutricionais

Texto completo:

PDF

Referências


-Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Secretaria da Vigilância Sanitária Resolução n. 18, de 30 de abril de 1999. Aprova o Regulamento Técnico que estabelece as Diretrizes Básicas para Análise e Comprovação de Propriedades Funcionais e ou de Saúde Alegadas em Rotulagem de Alimentos. Brasília, 1999.

-Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Secretaria da Vigilância Sanitária. Portaria n. 32 de 13 de janeiro de 1998. Aprova o regulamento técnico para suplementos vitamínicos e ou de minerais. Brasília, 1998.

-Almeida, C.; Radke, T. L.; Liberali, R.; Navarro, F. Avaliação do conhecimento sobre nutrição esportiva, uso e indicação de suplementos alimentares por educadores físicos nas academias de Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 3. Num. 15. 2012. Disponível em:

-Anjo, D. F. C. Alimentos funcionais em angiologia e cirurgia vascular. Jornal Vascular Brasileiro. Vol. 3. Num. 2. 2004. p. 145-154.

-Aprigio, B. T. Gerações no mercado de trabalho: geração Y. Revista de Administração do UNISAL, Vol. 3. Num. 3. 2013.

-Aragon, A. A.; Schoenfeld, B. J.; Wildman, R.; Kleiner, S.; VanDusseldorp, T.; Taylor, L.; Earnest, C. P.; Arciero, P. J.; Wilborn, C.; Kalman, D. S.; Stout, J. R.; Willoughby, B. C.; Arent, S. M.; Bannock, L.; Smith-Ryan, A. E.; Antonio, J. International society of sports nutrition position stand: diets and body composition. Journal of the International Society of Sports Nutrition. Vol. 14. Num. 16. 2017. p. 1-19.

-Araújo, A. C. M.; Soares, Y. N. G. Perfil de utilização de repositores protéicos nas academias de Belém, Pará. Revista de Nutrição. Vol. 12. Num. 1. 1999. p. 65-80.

-Bauer, J.; Biolo, G.; Cederholm, T.; Cesari, M.; Cruz-Jentoft, A. J.; Morley, J. E.; Phillips, S.; Sieber, C.; Stehle, P.; Teta, D.; Visvanathan, R.; Volpi, E.; Boirie, Y. Evidence-based recommendations for optimal dietary protein intake in older people: a position paper from the PROT-AGE Study Group. Journal of the american Medical Directors association. Vol. 14. Num. 8. 2013. p. 542-559.

-CFN, Conselho Federal de Nutrição. Resolução, CFN nº. 380/2005. Dispõe sobre a definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições, estabelece parâmetros numéricos de referência, por área de atuação, e dá outras providências. 2005. Disponível em: Acesso em: 25/03/2018.

-Domingues, S. F.; Marins, J. C. B. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em Belo Horizonte-MG. Fitness & performance jornal. Vol. 6. Num. 4. 2007.

-Fayh, A. P. T., Silva, C. V. D., Jesus, F. R. D. D.; Costa, G. K. Consumo de suplementos nutricionais por frequentadores de academias da cidade de Porto Alegre. Rev Bras Ciênc Esporte. Vol. 35. Num. 1. 2013. p.27-37.

-Gomes, R. M.; Triani, F. S.; Silva, C. A. F. Conhecimento nutricional de praticantes de treinamento de força. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, Vol. 11. Num. 65. 2017. p. 610-617. Disponível em:

-Hernandez, A. J.; Nahas, R. M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev. bras. med. Esporte. Vol. 15. Num. 3. Supl. 2009. p. 3-12

-Hirschbruch, M. D. Consumo de suplementos por jovens frequentadores de academias de ginástica em São Paulo. Tese de doutorado. São Paulo. Universidade Federal de São Paulo. 2003.

-Jäger, R.; Kerksick, C. M.; Campbell, B. I. , Cribb, P.J.; Wells, S. D.; Skwiat, T. M.; Purpura, M.; Ziegenfuss, T. N.; Ferrando, A. A.; Arent, S. M.; Smith-Ryan, A. E.; Stout, J. R.; Arciero, P. J.; Ormsbee, M. J.; Taylor, L. W., Wilborn, C. D.; Kalman, D. S.; Kreider, R. B.; Willoughby, D. S.; Hoffman, J. R.; Krzykowski, J. L.; Antonio, J. International society of sports nutrition position stand: protein and exercise. Journal of the International Society of Sports Nutrition, Vol. 14. Num. 20. 2017.

-Linhares, T. C.; Lima, R. M. Prevalência do uso de suplementos alimentares por praticantes de musculação nas academias de Campos dos Goytacazes-RJ, Brasil. Vértices. Vol. 8. Num. 1. 2010. p. 101-122.

-Marquezi, M. L.; Costa, A. S. Implicações do jejum e restrição de carboidratos sobre a oxidação de substratos. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, Vol. 7. Num.1. 2009.

-Monteiro, R. C. M.; Mota, D. C. D. S.; Ferreira, A. L.; Moreira, T. D. N. A.; Silva, F. D. K. B.; Nascimento, G. M. V.; Revoredo, C. M. S.; Barros, A. Q. S.; Silva, D. R. R.; Holanda, A. O. N. Avaliação do nível de conhecimento nutricional de praticantes de exercício físico de academias do distrito de Belém. Revista Eletrônica Acervo Saúde, Vol. 5. 2017. p. 203-209.

-Moraes, T. Projeto garante nutricionista em estabelecimentos que comercializam suplementos. Paraíba radio blog.com. 2018. Disponível em:

ecimentos-que-comercializam-suplementos/>. Acesso em: 5/04/2018.

-Moreira, F. P.; Rodrigues, K. L. Conhecimento nutricional e suplementação alimentar por praticantes de exercícios físicos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Vol. 20. Num. 5. 2014. p. 370-373.

-Pedrosa, R. G.; Donato Junior, J.; Tirapegui, J. Dieta rica em proteína na redução do peso corporal. Revista de Nutrição, Campinas. Vol. 22. Num. 1. 2009. p.105-111.

-Reis, C.; Mello, N. A.; Confortin, F. G. Conhecimento nutricional de usuários e não usuários de suplementos alimentares em academias de uma cidade do este de Santa Catarina. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Num. 34. 2012. Disponível em:

-Rocha, L. P.; Pereira, M. V. L. Consumo de suplementos nutricionais por praticantes de exercícios físicos em academias. Rev. nutr, Vol. 11. Num. 1. 1998. p. 76-82.

-Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev Bras Med Esporte. Vol. 9. Num. 2. 2003. p.43-56.

-Sousa, M.; Teixeira, V. H.; Graça, P. Nutrição no desporto Sports Nutrition. Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável Direção-Geral da Saúde. Lisboa, Portugal, 2016.

-Toulson, M. I. Suplementos nutricionais: histórico, classificação, legislação e uso em ambiente esportivo. Nutrição e esporte. 2009.

-Zeisel, S. H. Is there a metabolic basis for dietary supplementation? The American journal of clinical nutrition. Vol. 72. Num. 2. 2000. p. 507-511.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui