Avaliação do consumo alimentar de praticantes de musculação e atletas de judô de academias de Campo Grande-MS

Laís Maluf Hokama, Gabrielly da Costa Gomes Rodrigues, Fabiane La Flor Ziegler Sanches

Resumo


A alimentação é um dos fatores determinantes no desempenho da atividade física realizada, entretanto, a falta de conhecimento em relação uma alimentação balanceada é presente inclusive entre atletas de nível competitivo. O estudo objetivou avaliar o consumo alimentar entre praticantes de musculação e atletas de judô. Estudo transversal descritivo com 50 participantes, de ambos os gêneros, entre 18 e 35 anos, praticando as atividades regularmente. Avaliou-se consumo alimentar por diferentes inquéritos dietéticos (recordatório 24h, habitual e questionário de frequência alimentar), mensurando-se o consumo de energia, macronutrientes e micronutrientes antioxidantes (vitamina C e E) através do software DietPro 5.i. A adequação dos nutrientes foi realizada conforme preconizado pelas DRIs (Dietary Reference Intakes). A análise estatística foi realizada no software SPSS, considerando 5% de significância (p < 0,05). Observou-se tanto nos atletas de judô quanto nos praticantes de musculação uma ingestão calórica inferior as suas necessidades energéticas (EER). Ambos os grupos apresentaram consumo inadequado de proteína, realizando uma ingestão acima da recomendação preconizada pelas DRI’s. Constatou-se um consumo elevado de vitamina C, principalmente entre atletas de judô. Ao comparar médias de ingestão entre os inquéritos dietéticos avaliados verificou-se diferença estatística apenas no consumo de lipídios. Conclui-se que em ambos os inquéritos alimentares foi encontrado uma ingestão energética inadequada e um alto consumo proteico em ambas as modalidades esportivas, mostrando a necessidade de mais estudos buscando melhorar a orientação nutricional, podendo aprimorar o desempenho físico desses indivíduos.


Palavras-chave


Ingestão alimentar; Exercício; Atletas; Artes marciais

Texto completo:

PDF

Referências


-Abranches, A.M. Nutrição aplicada ao esporte: Estratégias nutricionais que favorecem o desempenho em diferentes modalidades. Viçosa. As Sistemas. 2013.

-Bortoleto, M.A.C.; Bellotto, M.L.; Gandolfi, F. Hábitos alimentares e perfil antropométrico de atletas de ginástica rítmica. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 8. Num. 48. 2014. p. 392-403. Disponível em:

-Cazetto, F.F.; Lollo, P.C.B.; Montagner, P.C. Aspectos nutricionais da competição de judo em crianças e adolescents. Lecturas: Educación física y deportes. Buenos Aires. Vol. 74. Num. 8. 2004. p. 1514-3465. Disponível em:

-Chagas, C.E.A.; Ribeiro, S.M.L. Avaliação de uma intervenção nutricional convencional em atletas de luta. Brazilian Journal of Sports Nutrition. São Paulo. Vol. 1. Num. 1. 2012. p.1-9.

-Gomes, F.E.R.; Rodrigues, A.L.P.; Soares, E.S.; Brito, L.C. Utilização de suplementos alimentares e recursos ergogênicos por frequentadores de uma academia de Fortaleza-CE. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 69. 2018. p. 100-108. Disponível em:

-Liz, C.M.; Andrade, A. Análise qualitativa dos motivos de adesão e desistência da musculação em academias. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Brasília. Vol. 38. Num. 3. 2016. p. 267-274. Disponível em:

-Institute of Medicine. Dietary reference intakes: applications in dietary planning. National Academies Press. Washington. 2002.

-Institute of Medicine. Dietary reference intakes for energy, carbohydrate, fiber, fat, fatty acids, cholesterol, protein, and amino acids. National Academies Press. Washington. 2005.

-Mcardle, W.D.; Katch, F.I.; Katch, V.L. Nutrição para o esporte e o exercício 3 ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2011.

-Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Guia alimentar para a população brasileira: promovendo a alimentação saudável. Guia, Num. 1, de 2008. Brasília. 2008.

-Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Dispõe sobre normas para pesquisas com seres humanos. Resolução, Num. 466, de 12 de dezembro de 2012. Brasília. 2012.

-Nunes, M.L.; Jesus, N.M.L. Aspectos nutricionais e alimentares de jogadores adolescentes de futebol de um clube esportivo de Caxias do Sul - RS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 4. Num. 22. 2010. p. 314-323. Disponível em:

-Oliveira, A.F.; Fatel, E.C.S.; Soares, B.M.; Círico, D. Avaliação nutricional de praticantes de musculação com objetivo de hipertrofia muscular do município de Cascavel-Paraná. Colloquium Vitae. Presidente Prudente. Vol. 1. Num. 1. 2009. p. 44-52.

-Paschoal, V.; Naves, A. Tratado de nutrição esportiva funcional. São Paulo. Roca. 2014.

-Piaia, C.C.; Rocha, F.Y.; Vale, G.D.B.F.G. Nutrição no exercício físico e controle de peso corporal. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 1. Num. 4. 2007. p. 40-48. Disponível em:

-Plowman, S.A.; Smith, D.L. Fisiologia do exercício para saúde, aptidão e desempenho. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan. 2009.

-Prado, L.S.; Santos, D.; Souza, D.G.; Maniglia, F. P. Avaliação da ingestão proteica em indivíduos frequentadores de academia. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva São Paulo. Vol. 12. Num. 70. 2018. p. 229-237. Disponível em:

-Rodrigues, E.C.; Barbosa, T.G.; Sá, O.M.S.; Carvalho, L.M. F.; Silva, F. F. F. Ingesta alimentar e condições socioeconômicas da Seleção Masculina de Judô do Piauí. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 66. 2016. p. 689-694. Disponível em:

-Sá, C.A.S.; Benneman, G.; Silva, C.; Ferreira, A. Consumo alimentar, ingestão hídrica e uso de suplementos proteicos por atletas de jiu-jitsu. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 53. 2015. p. 411-418. Disponível em:

-Santos, P.R.; Rodrigues, G.C.G.; Sanches, F.L.F.Z. Correlação entre o uso de suplementos e composição corporal de atletas de Jiu-Jitsu federados de Campo Grande-MS. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 12. Num. 71. 2018. p. 334-352. Disponível em:

-Silva Júnior, R.; Abreu, W.C.; Silva, R.F. Composição corporal, consumo alimentar e hidratação de praticantes de musculação. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 68. 2017. p. 936-946. Disponível em:

-Tureck, C.; Correa, V.G.G.; Peralta, R.M.; Koehnlein, E.A. Estimativa do consumo de vitaminas e minerais antioxidantes da dieta brasileira. Nutrición Clínica y Dietética Hospitalaria. Madrid. Vol. 33. Num. 3. 2013. p. 30-38. Disponível em:

-Vargas, C.S.; Fernandes, R.H.; Lupion, R. Prevalência de uso de suplementos nutricionais em praticantes de atividade física de diferentes modalidades. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 52. 2015. p. 343-349. Disponível em:

-Zambão, J.E.; Rocco, C.S.; Heyde, M.E.D.V.D. Relação entre a suplementação de proteína do soro do leite e hipertrofia muscular: uma revisão. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 50. 2015. p.179-192. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui