Uso de suplementos alimentares e fatores associados em praticantes de atividade física de alta intensidade

Iara Veloso Almeida, Malu Cesario De Oliva Ribeiro, Ronilson Ferreira Freitas

Resumo


Introdução: A suplementação esportiva é um recurso muito utilizado por praticantes de exercícios físicos, sobretudo aqueles que praticam atividades de alta intensidade, entretanto, existem fatores que podem contribuir para a adesão da prática da suplementação. Objetivo: Identificar a associação entre o uso de suplementos alimentares com os fatores sociodemográficos, econômicos, hábitos de vida, conhecimento sobre alimentação saudável e prática de atividade física em praticantes de atividade física de alta intensidade. Materiais e Métodos: O estudo apresenta caráter analítico, transversal e quantitativo. A população alvo foi os praticantes de atividade física de alta intensidade de uma academia localizada na cidade de Montes Claros, Norte de Minas Gerais. Para a coleta de dados, foi utilizado questionários que contemplaram o perfil sociodemográfico, econômico e hábitos de vida. Para avaliar o conhecimento acerca da alimentação saudável e o uso de suplementos alimentares, os indivíduos responderam a um questionário adaptado de Zamin e Schimanoski (2010). Resultados: Foram avaliados 91 indivíduos sendo 54,9 eram do sexo masculino. Houve associação significativa entre o uso de suplementos alimentares com as variáveis situação conjugal (p= 0,020), conhecimento sobre suplementos alimentares (p= 0,000), tempo de atividade física sem interrupção (p= 0,049) e número de vezes por semana que pratica atividade física (p= 0,007). Conclusão: Conclui-se que é significativo o consumo de suplementos alimentares por praticantes de atividade física de alta intensidade e que estudos futuros são necessários para que o uso destes suplementos seja realizado com consciência e sob orientação de profissionais habilitados.

 

ABSTRACT 

Use of food supplements and factors associated with practicers of high intensity physical activity

Introduction: Sports supplementation is a feature that is widely used by physical exercise practitioners, especially those who practice high intensity activities, however, there are several factors that may contribute to the adherence of the practice of supplementation. Objective: To identify the association between the use of dietary supplements with sociodemographic, economic factors, life habits, knowledge about healthy eating and practice of physical activity in high intensity physical activity practitioners. Materials and Methods: The study presents an analytical, transversal and quantitative character. The target population was high intensity physical activity practitioners from a gym located in the city of Montes Claros, Northern Minas Gerais. To collect data, we used questionnaires that included the sociodemographic, economic profile and life habits. To assess knowledge about healthy eating and the use of dietary supplements, subjects responded to a questionnaire adapted from Zamin and Schimanoski (2010). Results: A total of 91 individuals were evaluated, of which 54.9 were male. There was a significant association between the use of dietary supplements with the variables marital status (p = 0.020), knowledge about dietary supplements (p = 0.000), time of physical activity without interruption (p = 0.049) and number of times per week practicing activity physics (p = 0.007). Conclusion: It is concluded that the consumption of dietary supplements by high-intensity physical activity practitioners is significant and that future studies are necessary so that the use of these supplements is carried out with awareness and under the guidance of qualified professionals.


Palavras-chave


Suplementos alimentares; Dieta saudável; Atividade física; Treinamento físico

Texto completo:

PDF

Referências


-Abreu, M.O.; Dias, I.S. Exercício Físico, Saúde Mental e Qualidade de Vida na ESECS/IPL. Psicologia, Saúde e Doenças. Vol. 18. Num. 2. 2017. p. 512-526.

-Almeida, C. M.; Balmant, B.D. Avaliação do hábito alimentar pré e pós - treino e uso de suplementos em praticantes de musculação de uma academia no interior do estado de São Paulo. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 62. 2017. p.104-117. Disponível em:

-Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN). Consumo de verduras e frutas pelo brasileiro. International Confederation of Dietetc Associations (IAO). Ministério da Saúde. 2015. Disponível em:< http://www.asbran.org.br/noticias.php?dsid=1309>. Acesso em: 20 de maio de 2018.

-Barros, A.J.S.; Pinheiro, M.T.C.; Rodrigues, V.D. Conhecimentos acerca da alimentação saudável e consumo de suplementos alimentares por praticantes de atividade física em academias. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 11. Num. 63. 2017. p.301-311. Disponível em:

-Brasil. Ministério da saúde. Secretaria de atenção à saúde. Departamento de atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2ª edição. Brasília. 2014. Disponível em: . Acesso em: 20 de maio de 2018.

-Camões, M.; Lopes, C. Fatores associados à atividade física na população portuguesa de Higiene e Epidemiologia. Rev Saúde Pública. Vol.42. Num.2. 2008. p. 208-216.

-Caparros, D.R.; Baye, A.S.; Rodrigues, F.; Stulbach, T.E.; Navarro, F. Análise da adequação do consumo de carboidratos antes, durante e após treino e do consumo de proteínas após treino em praticantes de musculação de uma academia de Santo André-SP. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 52. 2015. p. 298-306. Disponível em:

-Cozzolino, S.M.F.; COMINETTI, C. Bases Bioquímicas e Fisiológicas da Nutrição, São Paulo. Manole. 2013. p.154-160.

-Damiani, T.F.; Pereira, L.P.; Ferreira, M.G. Consumo de frutas, legumes e verduras na Região Centro-Oeste do Brasil: prevalência e fatores associados. Ciência e Saúde Coletiva. Vol.22. Num.2. 2017. p.369-382.

-Frade, R.E.T.; Viebig, R.F.; Moreira, I.C.L.S.; Fonseca, D.C. Avaliação do consumo de suplementos nutricionais por frequentadores de uma academia da cidade de São Paulo-SP. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 10. Num. 55. 2016. p.50-58. Disponível em:

-Freire, R.S.; Lélis, F.L.O.; Filho, J.A.F.; Nepomuceno, M.O.; Silveira, M.F. Prática Regular de Atividade Física: Estudo de Base Populacional no Norte de Minas Gerais, Brasil. Rev Bras Med Esporte. Vol. 20. Num. 2014.

-Galati, P.C.; Giantaglia, A.P.F.; Toledo, G.C.G. Caracterização do consumo de suplementos nutricionais e de macronutrientes em praticantes de atividade física em academias de Ribeirão Preto-SP. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 62. 2017. p.150-159. Disponível em:

-Goston, J.L.; Mendes, L.L. Perfil Nutricional de Praticantes de Corrida de Rua de um Clube Esportivo da Cidade de Belo Horizonte/MG. Nutrire. Vol. 19. Num. 1. 2011. p. 248-248.

-Hirschbruch, M.D.; Fisberg, M.; Mochizuki, L. Consumo de Suplementos por Jovens Freqüentadores de Academias de Ginástica em São Paulo. Rev Bras Med Esporte. Vol. 14. Num. 6. 2008. p.539-543.

-Lima, M.A.M.; Silva, R.Q.; Sátiro, A.F.; One, G.M.C. Azeite e seus Benefícios Simpósio Paraibano de Saúde: Tecnologia, Saúde e Meio Ambiente à Serviço da Vida. 2012. p. 149 a152.

-Lorenzetti, F.M.; Carnevali júnior, L.C.; Lima, W.P.; Zanuto, R. Nutrição e Suplementação Esportiva. 1° ed. São Paulo. Editore Phorte. 2015. p. 388.

-Maximiano, C.M.B.F.; Santos, L.C. Consumo de suplementos por praticantes de atividade física em academias de ginástica da cidade de Sete Lagoas-MG. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 61. 2017. p.93-101. Disponível em:

-Mello, M.T.; Boscolo, R.A.; Esteves, A.M.; Tufik, S. O exercício físico e os aspectos psicobiológicos. Rev Bras Med Esporte. Vol. 11. Num 3. 2005.

-Moura, M.G.; Perea, C.; Stulbach, T.; Caparros, D.R. Consumo de Carboidratos Pré-Treino e Pós-Treino em Jogadores de Squash. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 47. 2014. p.343-350. Disponível em:

-Morais, A.C.L.; Silva, L.L.M.; Macêdo, E.M.C. Avaliação do consumo de carboidratos e proteínas no pós-treino em praticantes de musculação. RBNE-Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 8. Num. 46. 2014. Disponível em:

-Munhoz, M.P.; Oliveira, J.; Gonçalves, R.D.; Zambon, T.B.; Oliveira, L.C.N. Efeito do Exercício Físico e da Nutrição na Prevenção do Câncer Effect Of Physical Exercise and Nutrition in Cancer Prevention. Revista Odontológica de Araçatuba. Vol.37. Num.2. 2016. p. 9-16.

-Neves, D.C.G.; Pereira, R.V.; Lira, D.S.; Firmino, I.C.; Tabai, K.C. Consumo de suplementos alimentares: Alerta à saúde pública. Revista Brasileira de Economia Doméstica. Vol. 28. Num.1. 2017. p. 224-238.

-Oliveira, C.E.; Sandoval, T.C.; Silva, J.C.S.; Stulbach, T.E.; Frade, R.E.T. Avaliação do consumo alimentar antes da prática de atividade física de frequentadores de uma academia no município de São Paulo em diferentes modalidades. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Núm. 37. 2013. p. 57-67. Disponível em:

-Paiva, L.K.L.K.; Andrade, M.L.L.; Maia, M.M.O.; Júnior, A.T.C.; Medeiros, H.J.; Knackfuss, M.I. Consumo de macronutrientes por usuários de academias de ginástica. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 7. Núm. 37. 2013 p.43-50. Disponível em:

-Pedroso, C.O.; Vicenzi, K.; Zanette, C. Efeitos do estresse oxidativo e o uso de suplementação entre atletas. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 9. Num. 53. 2015. p.480-490. Disponível em:

-Pereira, I.C.; Souza, I.R.D.; Lisbôa, M.F. Perfil alimentar de praticantes de musculação na maturidade. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 1. Num. 1. 2007. p. 54-59. Disponível em:

-Reis, E.L.; Camargos, G.L.; Oliveira, R.A.R.; Domingues, S.F. Utilização de recursos ergogênicos e suplementos alimentares por praticantes de musculação em academias. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 11. Num. 62. 2017. p. 219-231. Disponível em:

-Santos, E.A.; Pereira, F.B. Conhecimento sobre suplementos alimentares entre praticantes de exercício físico. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, São Paulo. Vol. 11. 2017. p.134-140. Disponível em:

-Silva, R.P.Q.C.; Vargas, V.S.; Lopes, W.C. Consumo de suplementos alimentares por praticantes de atividade física em academias. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 11. Num. 65. 2017. p. 644-653. Disponível em:

-Souza Junior, T.P.; Oliveira, P.R.; Pereira, B. Exercício físico e estresse oxidativo: efeitos do exercício físico intenso sobre a quimioluminescência urinária e malondialdeído plasmático. Rev Bras Med Esporte. Vol. 11. Num. 1. 2005. p. 91-96.

-Sperandio, B.B.; Silva, L.D.S.; Domingues, S.F.; Ferreira, E.F.; Oliveira, R.A.R. Consumo de Suplementos Alimentares e Recursos Ergogenicos por Mulheres Praticantes de Musculação em Ubá-MG. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. São Paulo. Vol. 11. Num. 62. 2017. p.209-218. Disponível em:

-Villela, N.B.; Rocha, R. Manual básico para atendimento ambulatorial em nutrição. 2 ed. Rev. and enl. Salvador. 2008. p.120.

-Zamin, T.V.; Schimanoski, V.M. Avaliação de hábitos alimentares saudáveis e uso de suplementos alimentares entre frequentadores de academias. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 4, Num. 23. 2010. p. 410-419. Disponível em:

-Zilch, M.C.; Soares, B.M.; Bennemann, G.D.; Sanches, F.L.F.Z.; Cavazzotto, T.G.; Santos, E.F. Análise da ingestão de proteínas e suplementação por praticantes de musculação nas academias centrais da cidade de Guarapuava-PR. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol. 6. Núm. 35. 2012. p.381-388. 2012. Disponível em:


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato: aqui